Take a fresh look at your lifestyle.

Vale a pena investir em um tênis inteligente?

Inovação da Xiaomi, o tênis inteligente é para corredores e elabora um relatório com os seus movimentos. Nike também elaborou algo parecido. Veja se ele vale a pena.

A Xiaomi é conhecidíssima pelo mercado de celulares, mas também já inovou com patinetes elétricos, óculos de proteção contra luz azul e até algumas TVs. Uma outra aposta da marca é o tênis inteligente, voltado para corredores e que elabora um relatório com detalhes da prática esportiva, como a distância que você percorreu, a sua velocidade média atingida e a quantidade de calorias que você queimou com a atividade. Mas, será que vale a pena investir em um tênis inteligente? É isso que você vai descobrir neste artigo. 

Quer receber avisos sempre que aparecer Tênis em promoção?

O que é um tênis inteligente e o que ele faz? 

Xiaomi lança tênis inteligente com sistema Intel para medir distâncias e calorias queimadas
90 Minutes Ultra Smart Sportswear | Imagem: Mundo Conectado

O primeiro tênis inteligente da Xiaomi foi chamado de 90 Minutes Ultra Smart Sportswear e era voltado para corredores, seja em solo firme ou academia ou praticantes de escalada. Ele possuia recursos para calcular o desempenho do usuário durante a prática da atividade física, como a distância percorrida, a velocidade média do esportista e a quantidade de calorias queimadas. 

Tudo isso por causa de um chip da Intel no tênis e que armazenava todas essas informações. O acesso aos dados do chip acontecia por meio de uma conexão Bluetooth com o seu smartphone. 

Foram lançadas versões masculinas e femininas do tênis e os modelos possuiam amortecedores de ar e palmilhas anti bacterianas. Eles foram produzidos em parceria com uma empresa chinesa de artigos esportivos chamada Ni Ling. Eles custavam aproximadamente 300 yuan, o que hoje seria equivalente a R$222. 

Depois, a empresa apostou em um modelo um pouco mais moderno, chamado Mi Smart Sneakers 2. O tênis foi fabricado sem costuras e com uma tecnologia na sola chamada Uni-Molding, que fundia todas as partes dela em uma só. Isso fazia com que o tênis pudesse ser moldado ao próprio pé do usuário e o calçado ainda podia ser lavado na máquina de lavar

Mi Smart Sneakers 2 | Imagem: Divulgação Xiaomi

Para ser chamado de inteligente, ele trazia um sensor que trabalhava em conjunto com um aplicativo chamado MiFit e que captava informações como a distância percorrida e as calorias queimadas. Este tênis custava em torno de 199 yuans, o que ficaria em torno de R$148 atualmente. 

Leia também: 

Tênis inteligente Nike: ideia interessante, mas execução falha 

No ano passado, a Nike também lançou um tênis inteligente, chamado de Adapt BB. Ele possui uma tecnologia chamada FitAdapt e é voltado para os jogadores de basquete, cujos pés podem se expandir muito conforme o andamento de uma partida. Assim, o tênis fornece um ajuste personalizado para cada jogador, que pode ser controlado por meio de um aplicativo no celular (chamado Adapt) ou manualmente, por meio de botões físicos no tênis. 

Mas alguns usuários começaram a notar que, após atualizações do Android, o calçado parou de funcionar, porque não era mais possível sincronizar o app do smartphone com o tênis. Assim, não dava mais para ajustar a folga ou o quão apertado o tênis estava e era inviável utilizá-lo. Apesar disso, alguns consumidores conseguiram fazer hard reset no celular (quando você limpa todos os dados do aparelho) e fizeram o tênis funcionar novamente. 

Porém, atualmente, está chegando ao mercado o Adapt BB 2.0, cujas informações podem ser lidas não somente no smartphone, mas também em um smartwach, por meio da conexão Bluetooth. O preço lá fora é em torno de U$ 400, o que equivaleria a R$2076 hoje.

Adapt BB 2.0 | Imagem: Nike

Leia também: 

Afinal, vale a pena investir em um tênis inteligente?

O fato de os tênis inteligentes terem que ser importados de outros países (como China e Estados Unidos) já faz com que o uso dele aqui seja inviável (apesar de serem produtos relativamente baratos para o que propõem), ainda mais porque é possível adquirir essas informações por meio de smartbands, que são inclusive mais completas do que as fornecidas pelos tênis. Além disso, diversas smartbands são vendidas aqui no Brasil. 

Um smartband é um tipo de relógio inteligente que possibilita ao atleta monitorar batimentos cardíacos, calcular calorias perdidas, tempo e distância percorrida (no caso de quem corre) e até mesmo a qualidade do sono.

Além disso, o aparelho é mais completo ainda do que o proposto pelo tênis inteligente e é mais barato. Com ele, é possível conferir notificações de email e redes sociais, alertas de ligação e até mesmo trocar a música (se você estiver ouvindo uma) enquanto realiza algum exercício. 


Quem aproveita as promoções de calçados masculinos e promoções de calçados femininos pelo Promobit paga mais barato. Não se esqueça de usar um cupom Netshoes para o preço diminuir ainda mais!

O que você achou desse post?
+1
0
+1
0
+1
0
+1
0
+1
0
+1
0
+1
0
Veja também
Comentários

Novo comentário
cancelar
Responder comentário:

Quer receber alertas de novas postagens?

Receba notificações em seu navegador!