Take a fresh look at your lifestyle.

Como funciona o Bluetooth?

Entenda como funciona o Bluetooth, tecnologia sem fio utilizada para troca de informações entre diversos dispositivos eletrônicos.

0

Ouvir música com fone sem fio, atender o celular quando está no carro sem precisar colocá-lo na orelha, transferir arquivos. O Bluetooth serve para tudo isso, mas você sabe quem criou a tecnologia e com qual objetivo? Neste artigo, respondemos à essas perguntas e também explicamos o que é e como funciona o Bluetooth.

Leia também: Como usar fones Bluetooth no PS4

O que é o Bluetooth?

O Bluetooth é uma tecnologia de conexão sem fio que possibilita a troca de informações (sejam dados ou arquivos) entre dispositivos que funcionam por meio de baterias, como computadores, scanners, celulares, fones de ouvido e smartwatches. Além disso, eles precisam estar relativamente perto uns dos outros para fazerem uma conexão (a distância pode ser de 1 a 100 metros, dependendo da versão do Bluetooth do aparelho).  

Essa função foi desenvolvida pela Ericsson, empresa de tecnologia que fortalece o mercado de equipamentos de telefonia fixa e móvel. Os estudos para o Bluetooth funcionar começaram em 1994, com base nos conhecimentos do engenheiro eletricista Jaap Haartsen, mas ele só ganhou adesão quatro anos depois, quando o Bluetooth SIG (Bluetooth Special Interest Group) foi formado. Até hoje, essa é uma organização sem fins lucrativos composta pela Nokia, IBM, Intel e Ericsson que estuda avanços para a tecnologia do Bluetooth.    

Como funciona o Bluetooth?

Para utilizar o Bluetooth, você precisa ativar a tecnologia nos aparelhos que trocarão informações (pode ser o seu celular e o seu fone de ouvido, o seu celular e o de um amigo etc). Depois, para que a transição seja feita, o sistema vai funcionar por meio de uma frequência de onda radiofônica de 2.4 GHz.

O funcionamento efetivo se baseia em picoredes (ou em piconets, em inglês). Basicamente, forma-se uma rede baseada em um dispositivo mestre e outros sete “escravos” dentro do raio de alcance dos aparelhos. Numa mesma zona de cobertura, podem haver até dez picoredes. O aparelho mestre pode se conectar com todos os seus escravos, mas os escravos não se conectam entre si. A troca de informações entre o mestre e seus escravos não é feita de forma simultânea, mas sim separada e exclusivamente para cada dispositivo “escravo”. Essa conexão, porém, acontece de forma tão rápida que temos a impressão de que foi feita ao mesmo tempo.

Para garantir uma conexão segura, existe um mecanismo de proteção chamado código PIN, um pedido de emparelhamento ao dispositivo mestre para restringir o acesso a apenas aparelhos autorizados. A troca de dados só acontece após o fornecimento do código PIN correto. Além disso, como o alcance Bluetooth é relativamente curto, o consumo de energia é bem baixo; um ponto positivo para a tecnologia.    

De onde surgiram o nome e o símbolo do Bluetooth?

O nome Bluetooth surgiu em homenagem a Harald Bluetooth (Haroldo Dente-Azul, em português), rei viking que ficou conhecido por unir a Dinamarca e a Noruega, da mesma forma que a função da tecnologia seria a de capacitar a união entre dispositivos eletrônicos.

O logo, então, homenageia Harold, segundo o alfabeto rúnico, pois une as letras H e B. Essa não era a ideia inicial de Jaap Haartsen para o logotipo, mas a ideia se fechou assim após a criação da Bluetooth SIG.


Agora que você já sabe como funciona o Bluetooth, dê uma olhada nos nossos cupons Americanas e cupons Casas Bahia para comprar produtos com desconto! Não se esqueça de conferir nossas promoções de smartphones para garantir os menores preços!

Veja também
Comentários

Novo comentário
cancelar
Responder comentário:

Quer receber alertas de novas postagens?

Receba notificações em seu navegador!