Take a fresh look at your lifestyle.

O que é HDR e para que serve?

Explicamos o que é e para que serve a tecnologia de imagem que tem chamado cada vez mais atenção dos consumidores, ao lado do 4K.

0

O HDR é uma das tecnologias de imagem que têm se tornado mais comuns recentemente conforme novos modelos de TV surgem no mercado. Como qualquer tecnologia do tipo, ela é acompanhada por muito hype do público, que sequer sabe como ela realmente funciona, e promessas das fabricantes — que nem sempre são cumpridas — que querem vender.

Explicaremos nesse artigo, de forma simples, o que é o HDR, para que ele serve e a diferença entre as versões existentes no mercado.

O que é HDR?

HDR, ou high dynamic range (alto alcance dinâmico), é uma tecnologia capaz de deixar partes escuras da imagem ainda mais escuras e as claras, ainda mais claras. As cores ficam mais vivas graças a isso, com maior presença em mais próximas do que vemos na vida real.

O HDR está presente em boa parte das TVs atuais da Samsung, LG, Sony, TCL, Panasonic e muitas outras fabricantes. Embora o funcionamento da tecnologia seja igual entre as marcas e a diferença de efeito seja perceptível para o consumidor, o efeito do HDR varia de TV para TV.

Como o HDR funciona?

Como dissemos anteriormente, o HDR melhora o contraste acentuando a escuridão ou brilho de certos elementos. Para que ele funcione, o aparelho deve trabalhar com profundidade de 10 bits, expandindo a gama de cores por pixel, que é muito mais limitada em TVs convencionais com painéis de 8 bits.

A TV também deve ter taxa de brilho maior que a convencional. Enquanto modelos convencionais entregam entre 200 e 400 nits (unidade de luminância), aparelhos com HDR devem chegar ao menos 1.000 nits.

hdr games

Só assim é possível se utilizar do WCG, ou Wide Color Gamut, que expande a paleta de cores que pode ser exibida pela TV, e reproduzir cores mais realistas e algumas tonalidades da vida real que os televisores nunca conseguiram exibir corretamente.

A resolução recomendada para exibição de conteúdo com HDR é a UHD 4K, por isso você só verá aparelhos 4K à venda com a tecnologia. No entanto, também é possível encontrar TVs 4K sem HDR, então fique atento na hora de comprar a sua.

O HDR realmente faz diferença?

Sim. Consumir conteúdo em HDR realmente é uma experiência diferente. Detalhes simples como os raios de sol, amarelados ao invés de brancos, e a coloração da grama ficam evidentes ao ver algum filme ou série que tenha suporte à tecnologia.

Games também se beneficiam do HDR e não é por acaso que Sony e Microsoft lançaram novos consoles no meio da atual geração para suportá-lo. O PlayStation 4 e o Xbox One oferecem suporte a HDR, reproduzindo jogos com cores ainda mais vivas e com detalhes que nunca havíamos percebido.

Qual a diferença entre os tipos de HDR?

Dois tipos de HDR disputam a dominância no mercado hoje: HDR10 e Dolby Vision. Obviamente, há diferenças entre eles e o Dolby Vision tende a apresentar resultados melhores que seu concorrente.

O HDR10 é um formato aberto, ou seja, qualquer fabricante pode aplicá-lo em sua TV e configurá-lo da sua forma, o que torna a presença da tecnologia em TVs atuais muito maior e barateia custos. No entanto, o HDR10 trabalha com metadados estáticos, o que significa que apenas uma “regra geral” sobre as cores e níveis de brilho será seguida por uma TV ao reproduzir um filme ou série.

hdr dolby vision

Já o Dolby Vision é um formato da Dolby, por isso fabricantes devem pagar a empresa para ter sua tecnologias na TV. Além de ter o respaldo e suporte de uma grande empresa por trás do formado, o Dolby Vision trabalha com metadados dinâmicos, o que significa que os níveis de brilho e tonalidades das cores podem variar a cada cena de um filme ou série, deixando as sequências mais dinâmicas e realistas conforme a paleta de cores e atmosfera das cenas mudam.

Modelos de TV com HDR Dolby Vision tendem a ser mais caros do que os com HDR10, mas o resultado tende a ser bem mais visível e satisfatório com o primeiro formato, sendo ele hoje a recomendação quase unânime de cinegrafistas.

Onde encontrar conteúdo em HDR?

Conteúdo em HDR, assim como em 4K, não é facilmente encontrado hoje. As principais formas de consumir filmes ou séries em HDR hoje é através da Netflix ou Amazon Prime Video.

Na Netflix você precisará assinar o Plano Premium, que hoje custa R$ 34,90 mensais. Com isso, será possível reproduzir conteúdo em 4K e HDR (eles exibirão ícones referentes a isso abaixo do nome). Apenas algumas séries oferecem suporte à tecnologia, como as da Marvel e algumas originais como Desventuras em Série e Marco Polo.

Já na Amazon Prime Video não é necessário uma assinatura mais cara para exibir conteúdo em 4K e HDR, mas também não há muitas opções no catálogo. Os filmes e séries compatíveis exibirão um ícone “HDR” próximo ao título.

hdr netflix

Ambos os serviços oferecem suporte a TVs com HDR10 e Dolby Vision. Para exibir títulos em 4K é recomendado possuir conexão à internet de alta velocidade. A Netflix recomenda que a conexão seja de, pelo menos, 25MB.

Para games em HDR você precisará possuir um PlayStation 4, PlayStation 4 Pro, Xbox One S ou Xbox One X. Você também precisará colocar sua TV em “game mode” e habilitar o HDR dela para que as imagens sejam exibidas com brilho e cores mais vivas.


Essa foi uma explicação simples sobre o que é HDR, como ele funciona, as diferenças de padrões e como encontrar conteúdo compatível. Embora não seja uma tecnologia nova, ainda não houve adoção em larga escala, portanto os benefícios ficarão mais perceptíveis no futuro, conforme tivermos mais conteúdo em HDR.

Você tem uma TV com HDR ou está pensando em comprar uma? Conte-nos o que acha e o que espera da tecnologia!

Veja também
Comentários

Novo comentário
cancelar
Responder comentário:

Quer receber alertas de novas postagens?

Receba notificações em seu navegador!