Campanha Antecipa Black Friday Ponto
Promobit
Promobit
Promobit Explica

Como saber se está na hora de morar sozinha?

Planejamento financeiro, organização, comprometimento e responsabilidade são fatores essenciais para morar sozinho. Veja se está na hora de tomar essa decisão.

Como saber se está na hora de morar sozinha?

6 de mar de 2020

0 comentários

Compartilhe:

Aqui no Promobit já fizemos diversos artigos com dicas para morar sozinho, na tentativa de deixar essa prática menos trabalhosa ou assustadora. Desta vez, resolvemos analisar alguns quesitos para você identificar se já está na hora de deixar a casa dos seus familiares ou se você ainda precisa esperar mais um pouco, mesmo que o seu coração diga o contrário. Veja como saber se está na hora de morar sozinha. 

Leia também:

Você tem certeza de que quer morar sozinha?

Para responder essa pergunta, não basta dizer apenas sim ou não. Para ficar 100% decida a sair de casa, você pode fazer uma análise de riscos do que vai ganhar e o que vai perder se for morar sozinha. Sim, literalmente fazer uma análise SWOT (de forças, fraquezas, oportunidades e ameaças sobre isso). Uma ameaça, por exemplo, seria você perder o emprego ou até o imóvel que for alugar, se esse for o caso). 

Outra tarefa que pode ajudar na sua decisão de dizer sim para morar sozinho é fazer uma análise de perdas e ganhos e se perguntar: o que eu ganho ao conquistar isso? (como sua independência); o que eu perco ao conquistar isso? (como as facilidades dentro de casa – comida pronta, roupa lavada, etc); e o que eu perco se eu não conquistar isso? (como poder morar mais perto do trabalho e da faculdade). 

Se você responder sim para essa primeira pergunta depois de fazer essas análises, já pode ir para o próximo passo. 

Você tem um planejamento financeiro mínimo de quanto vai gastar?

Se você já decidiu mesmo que vai morar sozinha, o segundo passo é fazer um planejamento financeiro detalhado do quanto você vai gastar nesta empreitada. Faça anotações de quanto será o aluguel do seu apartamento, o condomínio, as contas de água, energia elétrica (às vezes elas já estão inclusas), internet, Netflix, supermercado, etc. Todos esses custos fixos não devem ultrapassar 65% da sua renda; isso significa que, hipoteticamente, se você ganha R$1000, não deve gastar mais de R$650 com a sua casa. 

É importante deixar claro que aqui não entram gastos iniciais com móveis e eletrodomésticos necessários para ir morar sozinha, porque estes não são considerados custos fixos. 

Você tem dinheiro reservado?

Outro passo para conseguir sair de casa é ter dinheiro reservado (também chamado de reserva de emergência). Para morar sozinha e fazer isso de forma mais segura (pensando que você não vai ter nem um pouco de ajuda dos seus familiares) é necessário ter seis meses do seu custo de vida reservado, ou seja, seis meses do seu salário integralmente guardado (de preferência em algum investimento, para ele render mais). Isso quer dizer que se você ganha R$1000 todo mês, precisará de pelo menos R$6000 guardados para sair de casa. 

*os métodos apresentados nos tópicos acima foram retirados do canal Me Poupe!, da jornalista Nathalia Arcuri. 

Você tem iniciativa para realizar algumas tarefas?

Quem decide morar sozinha perde algumas regalias que às vezes são proporcionadas pelos pais, como ter a roupa lavada sempre, a comida feita e a casa limpa. Por isso, antes de morar sozinha, você tem que pensar: “eu sei separar a roupa para colocar na máquina de lavar sem estragá-la? Como posso aprender a fazer isso?”. 

É claro que, dependendo do seu estilo de vida, você vai conseguir pedir comida ao invés de fazê-la, mas dessa forma vai economizar pouco. Além disso, quem mora sozinho pode não ter dinheiro para contratar alguém para limpar a casa, então terá que aprender a limpar o banheiro, passar pano, aspirar (ou quem sabe, comprar um robô aspirador de pó), etc. 

Você é organizada?

Estamos cansados de ouvir isso, mas quando a gente mora sozinha, somos responsáveis pela nossa própria bagunça e não vai ter ninguém para guardar nossos calçados magicamente. Por isso, é necessário ser minimamente organizada para sair de casa. Procure treinar enquanto estiver na casa dos seus pais a guardar os objetos e arrumar os cômodos. Quem é organizado consegue administrar melhor o tempo e sentir menos estresse, embora você não precise ficar vidrada com isso o tempo todo. 

Você conhece suas contas?

contas digitais

Outro passo importante para conseguir morar sozinha sem perrengues é saber sobre as suas contas, principalmente quando elas vencem. Isso porque assim você vai conseguir pagar no prazo e se livrar dos juros, além de ter controle do dinheiro que está entrando e saindo da sua conta bancária. 

Conclusão

A decisão de ir morar sozinha é completamente pessoal. Às vezes, por necessidade urgente, você terá que se mudar sem ter respondido sim a todas as perguntas que fizemos, mas se quiser realmente fazer isso com segurança, terá que pelo menos analisar esses pontos com cuidado. De qualquer forma, conte com o Promobit para te ajudar a mobiliar seu apartamento: aqui temos as melhores promoções de sofá, guarda-roupa, armários, cômodas e sapateiras, mesas e cadeiras

Veja também