Take a fresh look at your lifestyle.

Como montar um PC gamer barato?

Se você quer investir naquele PC gamer sem ter que gastar muito, veja nossas dicas para montar um PC barato, mas sem abrir mão dos seus jogos favoritos

0

Um PC gamer é o sonho de muitas pessoas, que buscam a melhor maneira de aproveitar seus jogos favoritos pelo computador, com gráficos incríveis e uma boa jogabilidade. No entanto, o preço elevado das peças mais potentes faz com que as principais opções de PC gamer fiquem pouco acessíveis financeiramente e traz a dúvida: é possível montar um PC gamer barato?

A resposta é sim, é possível. E, principalmente, é possível fazer bom uso de um computador gamer mais acessível. Neste artigo, vamos falar um pouco sobre o que considerar na hora de montar um PC gamer barato e dar algumas dicas para economizar no processo.

Principais pontos a considerar

Quando falamos de um computador gamer barato, é quase como dizer que estamos buscando um PC de entrada. Apesar de provavelmente qualquer tipo de PC gamer ser, em geral, mais robusto do que um computador ou notebook padrão, o tipo de modelo em que estamos focando neste artigo será sempre um computador de entrada e terá limitações nesse sentido.

Outro ponto que vale a pena ressaltar é: quanto é um PC gamer barato? Essa resposta provavelmente não será a mesma para todos, principalmente considerando que computadores e notebooks gamers podem começar em valores na casa dos R$ 3.000,00 e até mesmo ultrapassar os R$ 10.000,00 em alguns modelos.

Para este artigos, vamos considerar builds que fiquem entre R$ 2.000,00 e R$ 2.500,00, aproximadamente, o que nos leva ao terceiro ponto:

Um PC de entrada não rodará os melhores gráficos do mundo e você terá que abrir mão de algumas peças mais caras na hora de montar um. Mas isso não significa que você irá aproveitar menos os seus jogos. A menos que você faça muita questão de jogar os jogos mais recentes em gráfico máximo com 4K, um modelo gamer de entrada muito provavelmente irá satisfazer bem as suas necessidades. E sempre existe a vantagem de você poder ir melhorando o aparelho com o tempo.

Dica #1:

Aproveitar promoções para comprar as peças aos poucos

Parece redundante falar isso aqui no Promobit, mas se você não tem pressa para montar o seu computador, ficar de olho em promoções com certeza ajudará você a fazer boas compras, ao invés de tentar montar tudo de uma vez.

Vale a pena ficar de olho aqui na plataforma para saber, pela Lista de Desejos, sempre que uma nova oferta aparecer. E não deixe de aproveitar também a Black Friday.

Dica #2:

Abra mão de uma boa placa de vídeo para investir em uma placa-mãe

Essa dica pode parecer contra intuitiva em um primeiro momento, já que as placas de vídeo são as grandes responsáveis pelos gráficos incríveis dos jogos. Mas a verdade é que, para um PC de entrada, uma boa placa mãe com placa de vídeo integrada pode quebrar um bom galho e irá rodar a maior parte dos jogos que você queira jogar sem problema.

Uma boa placa de vídeo costuma ser responsável por aproximadamente 1/3 do valor total de um computador, por isso, trocá-la por uma placa-mãe robusta ajudará você a economizar e ainda poder jogar uma boa parcela dos jogos disponíveis para computador.

Além disso, a placa-mãe é uma das peças mais importantes de todo o computador e ter budget para investir em uma boa logo no começo abre espaço para você poder fazer upgrades no seu computador, incluindo comprar uma boa placa de vídeo futuramente.

Leia mais:

Dica #3

Você não precisa investir em um processador incrível logo de cara

Apesar de um processador fazer sim diferença nos seus jogos, ele não vai conseguir fazer tudo sozinho, se o resto do seu equipamento não conseguir acompanhar. Como estamos nos focando em modelos de entrada, sugerimos que você invista em algum modelo com quad-core, mas não precisa pular para um i7 de 9ª geração logo de cara. Modelos como o AMD Ryzen 3 3200G ou AMD Ryzen 3 2200G serão suficiente para dar conta dos principais jogos, saindo por cerca de R$ 500,00.

Dica #4

Não se empolgue tanto com memória RAM

Uma memória RAM de 8GB é o suficiente para um computador gamer de entrada. Não é indicado ficar com uma quantidade abaixo disso, mas você também não precisa colocar uma memória de 16 GB RAM logo de cara.

Batman-Arkham1

Dica #5

Saiba quais jogos você pretende jogar

Uma dica rápida, mas saber quais jogos você quer jogar, seus requisitos mínimos e requisitos recomendados ajuda você a ter uma ideia do quão potente você realmente precisa que sua máquina seja para dar conta de tudo.

Dica #6

Preste atenção no tamanho interno do gabinete

É sempre bom lembrar que você não precisa de um gabinete cheio de luzes e design incrível logo de cara. Um gabinete básico já será mais do que o suficiente. O ponto para tomar cuidado aqui é que o gabinete que você escolher precisa ter espaço interno suficiente para os componentes do computador e também para peças que você pode comprar futuramente.

Dica #7

Deixe os extras para depois

Memória extra, SSD, portas USB adicionais, placa de som e muitos outros extras fazem uma diferença legal nos computadores, mas você não precisa investir nesses equipamentos logo de cara para aproveitar bem seus jogos. Deixe esses aparelhos para ir comprando aos poucos quando você tiver dinheiro disponível.


Aqui no Promobit você pode preparar sua Lista de Desejos para ficar sabendo das principais promoções de informática e aproveitar o melhor da Black Friday!

Veja também
Comentários

Novo comentário
cancelar
Responder comentário:

Quer receber alertas de novas postagens?

Receba notificações em seu navegador!