Guia de compras

Xbox Series S vale a pena em 2023? Confira a análise

Confira algumas características do dispositivo e descubra se compensa investir no videogame mais barato da nova geração

Avatar do membro Jonathan Robert

Jonathan Robert

20 de fev de 2023

0 comentários

Compartilhe:

O Xbox Series S chegou ao mercado há pouco mais de dois anos como um dos dispositivos que inauguraram a nova geração de consoles. A Microsoft lançou dois modelos: o Xbox Series X, com alto desempenho que bate de frente com o Playstation 5, e o Xbox Series S, dispositivo focado em um melhor custo-benefício. E mesmo sendo bem mais barato que os outros dispositivos, o Series S não fica muito atrás em termos de desempenho. Mas será que o Xbox Series S vale a pena em 2023?

Confira algumas das principais características do videogame para descobrir se atualmente é um bom investimento para você.

Xbox Series S é bom?

Imagem exemplificando o trecho de texto anterior

O Xbox Series S chegou ao mercado junto com Xbox Series X, com propostas muito bem definidas pela Microsoft. Enquanto o Series X é focado em alto desempenho gráfico e performance, o Series S é um console da nova geração mais simples, com foco em oferecer o melhor custo-benefício para quem quer aproveitar os novos jogos.

Mesmo sendo um modelo mais barato, o Series S não fica muito para trás no desempenho na hora de jogar. Ele traz as mesmas tecnologias que o Series X, mas perde um pouco na qualidade dos gráficos e imagens. Os dois modelos possuem retrocompatibilidade, capaz de executar títulos de gerações passadas (Xbox original, Xbox 360 e Xbox One) e possibilitam acesso ao Xbox Game Pass, um serviço de assinatura que dá acesso à uma biblioteca virtual com centenas de títulos disponíveis.

Vamos levantar alguns pontos interessantes para você ficar de olho e decidir se o Xbox Series S vale a pena.

Tamanho não atrapalha performance

Imagem exemplificando o trecho de texto anterior

Esse é o modelo mais compacto lançado até hoje pela Microsoft. Ele é bem pequeno se comparado ao Xbox Series X e Play 5 e não traz um leitor de discos. Mas o tamanho reduzido não significa que a performance é muito inferior ao modelo mais caro da nova geração. Sem contar que este pode ser um ponto bastante positivo para quem tem pouco espaço disponível em casa.

Entre os recursos, o Series S vem com o Quick Resume, assim como Series X, que permite que você saia do jogo e ao retornar, ele continua exatamente do mesmo lugar onde parou, além de ter um carregamento muito rápido. Isso é possível graças ao Xbox Velocity, arquitetura avançada de armazenamento de dados da Microsoft.

A memória RAM é de 10 GB e o armazenamento interno é um SSD NVMe PCI Express 4.0 interno e personalizado de 512 GB, sendo 364 GB de espaço utilizável. 

Se por um lado as dimensões podem ser um ponto forte, o pouco espaço interno pode ser uma dor de cabeça para alguns usuários. Os jogos atuais estão ficando cada vez mais pesados, e dependendo do seu perfil de jogador, a desinstalação constante de títulos pode acabar incomodando aqueles que gostam de jogar vários jogos ao mesmo tempo. Mas é possível usar um HD externo no Xbox Series S para expandir o armazenamento ou você pode adquirir o cartão de expansão oficial da Microsoft. Contudo, o preço de investimento para aumentar sua memória pode ser um pouco elevado. 

Veja mais: Como usar HD externo no Xbox Series S?

Design

Imagem exemplificando o trecho de texto anterior

O design do Series S é bem bonito e minimalista. A cor branca prevalece e só tem um círculo preto, que funciona como a saída de ar do sistema de resfriamento. É também o que deixa o console bastante silencioso, até mesmo quando está executando jogos que exigem mais potência. As entradas disponíveis na parte traseira são uma porta HDMI 2.1, três USB e uma de Ethernet.

Sendo menor, também facilita o transporte para quem costuma viajar ou mudar com frequência. Porém, o leitor de mídia física pode ser encarado como uma das desvantagens por alguns consumidores. Mesmo com os jogos digitais ganhando cada vez mais espaço, ainda tem pessoas que curtem colecionar mídia física ou mesmo aproveitar a retrocompatibilidade para os jogos que já tem casa.

E como ficam as imagens?

Esse talvez seja o ponto que o Xbox Series S mais perde para o Series X. Como dissemos antes, este modelo é focado em custo-benefício. Ele não foi pensado para rodar jogos em 4K, mas entrega boa qualidade de imagem máxima em 2K (1440p).

O Series S é capaz de executar imagens com resolução Quad HD, com promessa de desempenho de até 120 FPS, taxa de atualização variável, suporte a HDR e modo de baixa latência. Com a tecnologia AMD FreeSync, você não terá grandes problemas com engasgos e reprodução de imagens enquanto joga. Agora, caso queira a melhor experiência possível de gráficos enquanto joga, melhor considerar investir um pouco mais no Series X ou PS5.

Preço 

Este é o ponto que mais atrai a atenção dos consumidores que estão querendo um console da nova geração e não desejam pagar uma fortuna. Enquanto o Xbox Series X e PlayStation 5 estão custando em torno de R$4.000 a quase R$5.000, o Xbox Series custa em média R$2.199, e aqui no Promobit o console já ficou disponível por R$1.588. De longe é o melhor custo-benefício da nova geração.

Disponibilidade de jogos

Imagem exemplificando o trecho de texto anterior

Quando os videogames mais avançados foram apresentados, a expectativa da grande maioria do público entusiasta era que também chegassem novos jogos com tecnologias aprimoradas. Porém, não foi bem isso que aconteceu. Muita gente ficou decepcionada com a escassez de títulos exclusivos e até mesmo com a constante baixa de estoque dos consoles disponíveis nas lojas.

Mas essa é uma realidade que já começou a mudar. Além da maior disponibilidade de estoque, em 2023, muitos jogos que tiveram o lançamento adiado, finalmente foram lançados e muitos outros já tem data prevista para chegar ao mercado. Entre os lançamentos recentes estão “Hogwarts Legacy”, “Diablo IV” e “Starfield”. Já os destaques exclusivos para o Xbox Series X e Series S estão o “Forza Horizon 5”, “Halo Infinite”, “Tunic” e “Elden Ring”.

Dica: Xbox Cloud Gaming

Imagem exemplificando o trecho de texto anterior

A Microsoft tem um serviço de jogos na nuvem disponível em algumas TVs da Samsung lançadas a partir de 2022. Com isso, é possível aproveitar o Xbox mesmo sem ter o console, já que ele funciona via internet, como um streaming de jogos. O Xbox Cloud Gaming permite acesso ao catálogo de títulos disponíveis através da assinatura do Xbox Game Pass.

Portanto, se você está na dúvida entre o Xbox e PlayStation 5 e possui uma TV Samsung lançada recentemente, a dica é considerar investir no console da Sony e assinar o Xbox Game Pass para aproveitar os jogos das duas plataformas. Entre os modelos da Samsung que têm acesso ao Xbox Cloud Gaming estão a Samsung QN90B Neo QLED, Samsung Q80B, BU8000 e muitas outras lançadas a partir de 2022.

Confira: Xbox na TV sem console? Xbox Cloud Gaming estará nas TVs Samsung – Promobit

Xbox Series S vale a pena?

Imagem exemplificando o trecho de texto anterior

O Xbox Series S vale a pena e é um bom investimento para quem quer entrar na nova geração de consoles, mas não quer gastar muito. Se você não é um entusiasta de videogames e só quer aproveitar os jogos mais recentes, o Xbox Series S vai atender muito bem suas necessidades. 

Mas para os jogadores mais exigentes, que fazem questão da melhor qualidade gráfica possível, precisam de mais espaço de armazenamento disponível e não abrem mão da mídia física, talvez o Series X ou PS5 seja a melhor escolha.


Não se esqueça de conferir as promoções de videogames aqui no Promobit. Aproveite o cupom Casas Bahia e cupom Amazon para economizar na compra do seu novo console ou jogo.