Campanha Super Deals - Aliexpress
Guias de Compra

Tipos de cortina: veja como escolher a melhor para seu lar

Além de trazer vida ao ambiente, as cortinas podem auxiliar em barrar sons, luz e trazer mais privacidade. Veja os principais tipos de cortina e escolha a ideal para o seu lar.

Avatar do membro Rafaela Melo

Rafaela Melo

8 de dez de 2023

0 comentários

Compartilhe:

As cortinas certamente trazem um clima aconchegante ou até elegante ao cômodo dependo do tecido e a cor. Mas sua utilidade vai muito além do estético, as cortinas podem ajudar na acústica do ambiente, na temperatura, controle de luminosidade e na privacidade. Certamente é um item bem versátil e de muitas utilidades, sendo também um ótimo complemento para o ambiente, então para não escolher o modelo errado e se frustrar trouxemos os principais tipos de cortina para você conferir.

Inclusive, além de dicas, aqui no Promobit você encontra as melhores promoções do momento. Por isso, se deseja comprar com desconto baixe já o App e não perca mais nenhum preço bom!

Principais tipos de cortina e qual estação usar

Cortina de voilou voal

Imagem exemplificando o trecho de texto anterior
Fonte: banco de imagens

O voil ou voal é um tecido extremamente leve e transparente. Esse material é muito utilizado na composição de cortinas com outros tecidos, mas pode ser usado em ambientes para decoração ou para manter certa privacidade, como em salas ou sacadas envidraçadas. As cortinas de voil bloqueiam a passagem de luz parcialmente e caso não queira compor com outros tecidos é possível adicionar camadas, dessa maneira é possível manter a luz do ambiente sem a entrada dos raios solares.

Compre agora: Cortina para Sala e Quarto Estilo Voal na Amazon

Cortina de linho

Imagem exemplificando o trecho de texto anterior
Fonte: banco de imagens

Para o verão, temos a cortina de linho, que é um dos tipos de cortina mais recomendado para locais com muito calor. O linho é um tecido é um tecido que permite a circulação de ar do ambiente, e dependo do da cor manter o ambiente iluminado mesmo fechado. Além disso, o linho também traz elegância e sensação de aconchego ao ambiente pela variação de tonalidade dos fios. 

Compre agora: Cortina Tecido Linho Rústico Palha na Amazon

Cortina blackout

Imagem exemplificando o trecho de texto anterior
Fonte: banco de imagens

A cortina blackout ganhou um espaço reservado no quarto de quem gosta de dormir no escuro e não quer ser acordado por uma frestinha de sol no ambiente. O modelo feito de poliéster tem o poder de bloquear até 80% da luz solar e tem menos eficiência em manter a temperatura do ambiente quente. Já os tipos de cortina blackout feitas de PVC conseguem bloquear em 100% a luz solar, além de reter melhor o calor no local. 

Esse é um tipo de cortina que já teve um aspecto pesado e cores escuras. Contudo, agora é possível encontrar as cortinas blackout em caimentos mais leves e até adicionar uma camada de voil por cima. 

Compre agora: Cortina Solaris Blackout/Blecaute na Amazon

Cortina de sarja

Imagem exemplificando o trecho de texto anterior
Fonte: banco de imagens

As cortinas de sarja são ótimas amigas para ambientes como salas, pois conseguem bloquear bem a luz do ambiente, mas não segura a temperatura, sendo uma boa amiga no verão. Além disso, dentre os tipos de cortina, os modelos feitos neste tecido podem ser facilmente encontrados com estampa, justamente pela facilidade de fazê-las neste material. Para adicionar um charme e até mais funcionalidade é possível adicionar um voil para quando quiser apenas privacidade sem precisar bloquear a luz. 

Compre agora: Cortina Floral Tecido Sarja Com Microfibra no Mercado Livre

Cortina de veludo

Imagem exemplificando o trecho de texto anterior
Fonte: banco de imagens

As cortinas de veludo são muito comuns em salas de cinema e teatro, essa utilidade não é à toa. Dentre os tipos de cortina, as deste tecido são eficientes na acústica do ambiente, restringindo sons tanto internos quanto externos. Por isso, é uma ótima opção para quem mora em locais com muitos ruídos e gostaria de diminuí-los. Além do seu aspecto elegante, o veludo deixa o ambiente mais aconchegante, também possui eficiência contra a luminosidade dependendo da cor e espessura do tecido. 

Compre agora: Cortina Atena Jacquard Grosso na Amazon

Como escolher a melhor cortina para você

Imagem exemplificando o trecho de texto anterior

Saber em qual cômodo a sua cortina vai ficar e qual será a função dela no ambiente é o primeiro passo para selecionar o modelo ideal. Dizer que as cortinas são um objeto de decoração é muito simples, pois elas também servem para proteger os móveis da luz solar, esfriar o ambiente em que está quando o clima é de muito calor e dar privacidade ao cômodo. 

Portanto, defina se ela será apenas uma auxiliar na decoração ou se servirá, por exemplo, para que os reflexos dos raios de sol na janela não te atrapalhem durante o dia. É a partir dessas informações que você vai conseguir definir o modelo, tecido, que cor ela deverá ter e outros detalhes. 

O que analisar no momento da compra?

Imagem exemplificando o trecho de texto anterior

1. Cuidado com a cor

Com o tempo, as cortinas de cores e tons escuros vão desbotando conforme a entrada de luz solar, então uma opção nestes casos é optar por um modelo blecaute sintético, que perde a cor com menos facilidade. Assim, quando você quiser um pouco mais de luz no cômodo, poderá usar também um voil para controlar a entrada dos raios de sol. 

Se você ainda não tiver certeza de como quer que seja a sua cortina, aposte em tons claros ou uma cortina branca. Combinar cortinas brancas com tons acetinados também é uma boa opção.

2. Escolha materiais de maior durabilidade

As cortinas sintéticas duram mais do que as de outros tecidos, pois elas são mais resistentes e aguentam lavagens mais pesadas, como na máquina de lavar. Logo, se você não pretende gastar muito dinheiro na lavanderia, uma dica é optar por modelos deste tipo. 

3. Entenda como calcular as medidas da cortina

A primeira etapa para saber qual medida deve ter a sua cortina é medir a largura e altura da sua janela; depois, adicione 40 cm a esse total; por fim, multiplique o resultado por dois caso o tecido seja mais pesado (algodão, shantung, por exemplo) ou por três caso o tecido seja leve (voil ou seda, por exemplo). Essa sobra de 20 centímetros em cada lado da janela é para não comprometer a estética da cortina, além de inibir o vento e garantir que não faltará tecido para cobrir a claridade. 


Não deixe de garantir a sua cortina dos sonhos e aproveite nossas ofertas de cama, mesa e banho com o cupom Americanas!