Campanha Aliexpress Divertimento ao ar livre
Promobit
Promobit Explica

O que é VRR e por que é tão importante em games?

Tecnologia controla a variação da taxa de atualização para oferecer imagens sem travamentos e engasgos

Avatar do membro Jonathan Robert

Jonathan Robert

17 de ago de 2022

0 comentários

Compartilhe:

O VRR ou taxa de atualização variável tem aparecido constantemente em tópicos relacionados ao mundo dos games, a sigla está presente nos consoles da nova geração e cada vez mais em modelos de TVs. A tecnologia promete uma melhora significativa na experiência gráfica do usuário durante as partidas dos jogos. Mas afinal o que é VRR? Se você está na dúvida de como funciona, o que muda na hora do gameplay ou se realmente é um investimento que vale a pena, já podemos adiantar que é um recurso interessante para quem curte jogar com o máximo de fluidez e com menos travamentos de imagens possíveis.

O que é VRR?

VRR é a abreviação para o termo “Variable Refresh Rate”, que em tradução livre para o portugês significa taxa de atualização variável. O VRR faz a atualização em tempo real para que a taxa da imagem exibida na televisão ou monitor seja compatível com a taxa de quadros que está sendo emitida. Assim, quando há variação na quantidade de quadros, a imagem é corrigida e fica mais fluida durante os jogos, para que os “erros” fiquem menos perceptíveis para o usuário ou até mesmo deixem de ocorrer.

O que é taxa de atualização e FPS

carro-taxa-de-tranferencia
Frequência em 60 Hz e 120Hz

Mas antes de falar sobre o funcionamento do VRR, de forma bem breve e resumida, a taxa de atualização corresponde a frequência que uma imagem é atualizada por segundo para ser exibida. Quanto maior esse número, medido em Hertz (Hz), mais rápida será a atualização e mais “limpo” e fluido será o conteúdo em movimento na tela.

Já o FPS significa “quadros por segundo”, em tradução. Este termo, como o próprio nome já entrega, diz respeito ao número de quadros por segundo que vão aparecer na tela, ou seja, a quantidade de imagens renderizadas por segundo. Mesmo que parecidos, as duas tecnologias não são a mesma coisa. Quando esses números não combinam, a tela não consegue fazer a atualização do FPS. Por exemplo, um conteúdo com 120 FPS, rodando em uma tela com taxa de atualização de 90Hz, não vai ser exibido na mesma fluidez do que este mesmo conteúdo em uma tela de 120Hz.

Como funciona o VRR e porque é importante?

Imagem exemplificando o trecho de texto anterior

Para entender melhor a diferença da presença do VRR é só imaginar aquele momento que está no meio da partida e do nada a imagem dá uma leve travada ou fica cortada, principalmente nas cenas de muita ação. Isso pode ocorrer por conta de uma variação da taxa de atualização. Se um jogo está rodando com 60 FPS e em uma determinada cena diminui para 45 FPS, mesmo que rápido, o usuário vai perceber um corte na cena (screen tearing) ou um engasgo, o que pode acabar atrapalhando o desempenho.

Essa variação do fps é normal ocorrer nos games, principalmente os em alta definição, pois eles utilizam uma frequência bem mais alta do que outros tipos de conteúdo e por diversos motivos podem acabar sofrendo com oscilação.

O VRR corrige a imagem para que isso não aconteça. No mesmo momento que detecta que houve uma variação nos quadros por segundo, o VRR já corrige a frequência da taxa de atualização da tela de forma automática para o número compatível. Assim, os problemas de imagens mal carregadas, rasgadas ou travadas são resolvidos e a gameplay pode ocorrer sem interferência gráfica.

Quais dispositivos possuem VRR?

Um ponto importante para haver a compatibilidade correta com o VRR é a presença de uma entrada de conexão HDMI 2.1, que garante padrões de resolução e velocidade maiores.

Além desse padrão de VRR HDMI, também há outros utilizados há mais tempo em monitores, principalmente os voltados para o público gamer, o G-Sync da Nvidia e Freesync da AMD. Estes também aparecem em TVs, como é o caso da LG OLED C2 que possui um modo de jogo específico para melhorar a experiência durante a jogatina, taxa de atualização de 120Hz e suporte ao G-Sync e FreeSync Premium. A Neo QLED QN90B da Samsung também é uma boa opção para os games e traz a tecnologia VRR e taxa de atualização de 144Hz.

Os consoles da nova geração, Xbox Series X, Xbox Series S e PlayStation 5, também oferecem suporte ao VRR para melhorar a experiência gráfica dos usuários. Os videogames da Microsoft suportam VRR ou FreeSync, enquanto no da Sony o VRR está disponível através do HDMI 2.1.


Não deixe de conferir as promoções em PlayStation 5 e Xbox Series aqui no Promobit. Para deixar suas compras com o preço ainda mais reduzido, fique de olho também nos cupons de desconto.