Take a fresh look at your lifestyle.

O que é o sensor de profundidade das câmeras de celular?

Entenda como funciona o sensor de profundidade e porque ele é importante para as fotos do seu celular.

0

A disputa entre os celulares com as melhores câmeras fica mais acirrada a cada novo lançamento. Entre as muitas câmeras de um celular é comum encontrar a especificação de sensor de profundidade que muitas vezes é confundido com a câmera TOF. Embora os dois tenham uma função em comum, não são a mesma coisa. Entenda o que é o sensor de profundidade, o sensor TOF e a utilidade que eles têm para a fotografia de celular. 

Leia mais:

O que é um sensor de profundidade? 

O sensor de profundidade possui uma única função que é medir a distância entre objetos em uma cena e transmitir a informação para a câmera principal do aparelho que aplica o modo retrato ou efeito bokeh que nas câmeras de celular é feito através de software para manipular a profundidade de campo, destacando o objeto focado da imagem e deixando o fundo da foto borrado. 

O sensor de profundidade faz a leitura tridimensional do que está em cena e mede a distância entre cada elemento da cena e a lente da câmera, tendo como base o objeto em foco. Muitas vezes encontramos celulares com 3 ou 4 câmeras, mas com uma delas atuando exclusivamente como sensor de profundidade, sendo esse uma opção mais simples e econômica que os sensores ToF, que atualmente equipam o conjunto de câmeras dos celulares mais avançados. 

O que é o TOF? 

Galaxy Note 10+ possui câmera TOF

Do inglês “Time of Flight” ou “tempo de voo” em tradução livre, o sensor TOF pode ser considerada um sensor de profundidade muito mais potente e preciso. A câmera TOF emite feixes de luz ultra vermelho que formam um mapa tridimensional da cena ao calcular o tempo em que cada feixe de luz demora para sair da lente e voltar ao sensor. De acordo com o tempo de viagem dos feixes de luz é feito o cálculo da distância entre os objetos em cena e a câmera do celular. 

Os feixes de luz infravermelho não podem ser vistos pelo olho humano, assim como acontece com o controle remoto das TV que usam o mesmo tipo de luz. A principal vantagem do TOF para a fotografia de celular está na maior precisão ao medir as distâncias, resultando em um desfoque mais natural do fundo das cenas, sem o aspecto de recorte comum em fotos no modo retrato de câmeras mais simples. 

O TOF também é mais eficaz no modo noturno, por conseguir medir com maior exatidão a distância entre elementos mal iluminados, resultando em uma foto noturna mais equilibrada e nítida. Outra vantagem da câmera TOF é ser um componente pequeno e com baixo consumo energético.

Outros usos para o TOF

O P30 Pro da Huawei também possui a câmera TOF.

Diferente do sensor de profundidade que é utilizado apenas para o modo retrato, o TOF mostra-se útil para outras atividades. Com o TOF e aplicativos específicos é possível saber a distância entre objetos, a altura de uma parede ou as dimensões de um cômodo, economizando tempo e esforço na hora de comprar um sofá novo, pintar uma parede ou até para projetos arquitetônicos mais simples.

O sensor de profundidade também é muito usado para reconhecimento fácil, calculando as distâncias entre os pontos do rosto para identificar a face do usuário cadastrado, sendo uma forma mais segura de identificação facial graças a medição mais detalhada que o sensor proporciona. 

Outras usabilidades possíveis com o sensor TOF são realidade virtual e realidade aumentada. Nos dois casos, as medições feitas por esse sensor entregam mais exatidão para a inserção de elementos que o usuário irá interagir em tela e nas proporções dos cenários simulados em realidade virtual. 

Celulares com sensor de profundidade ou TOF

Motorola One Zoom possui sensor de profundidade

A câmera TOF ainda está restrita aos aparelhos mais avançados, mas como toda a tecnologia que funciona bem, deve ficar mais acessível no futuro, tanto que alguns intermediários como Galaxy A80 já possuem a câmera TOF. Outros smartphones comercializados no Brasil que possuem a câmera TOF são o P30 Pro da Huawei e o Galaxy Note 10 Plus. Embora não tenha chegado por aqui ainda, os recém lançados Galaxy S20+ e Galaxy S20 Ultra também contam a câmera TOF em seu conjunto óptico.

Já o sensor de profundidade é um recurso mais simples e comum de ser encontrado em aparelhos intermediários.  Os sensores de profundidade são categorizados como câmeras e possuem até sua especificação em megapixels, mas a imagem criada por eles não pode ser visualizada pelo usuário individualmente. Ela serve apenas para acrescentar camadas as fotos feitas pela câmera principal. Bons aparelhos com sensor de profundidade são Motorola One Zoom e Galaxy A50, ambos com sensor de profundidade com 5 MP. 


Ficou interessado nas câmeras TOF e sensores de profundidade? Então confira as melhores promoções de celulares no Promobit. Tem modelos com as melhores câmeras e preço mais baixo. Aproveite algum cupom de desconto e economize ainda mais. 

Veja também
Comentários

Novo comentário
cancelar
Responder comentário:

Quer receber alertas de novas postagens?

Receba notificações em seu navegador!