Campanha Choice Aliexpress - Abril 2024
Promobit
Promobit Explica

O que é HDR e para que serve?

Entenda como funciona essa tecnologia de melhoria de imagem que promete níveis de reprodução bem mais realistas

Avatar do membro Jonathan Robert

Jonathan Robert

28 de jul de 2022

0 comentários

Compartilhe:

As tecnologias para melhoria de imagem estão evoluindo para uma reprodução cada vez mais próxima da realidade. O consumidor se depara com siglas que prometem uma experiência mais imersiva nos conteúdos, como por exemplo o HDR, presente em muitos modelos de TVs. E mesmo não sendo mais uma novidade no mercado, seu funcionamento ainda pode gerar muitas dúvidas. Por isso, para garantir que você entenda todos os recursos e faça a melhor escolha da sua TV nova, vamos conhecer um pouco melhor o que é HDR e o que o recurso muda na tela.

Além das TVs e monitores, o HDR possui função semelhante na tela dos smartphones e aparece de outro modo na fotografia. Neste texto, vamos explorar seu funcionamento principalmente nas TVs e diferenciar as versões existentes no mercado.

O que é HDR?

HDR, ou High Dynamic Range (alto alcance dinâmico), é uma tecnologia de melhoria de imagem que equilibra de maneira mais eficiente os níveis de brilho, contraste e cor. O alcance dinâmico diz respeito aos menores e maiores valores que uma escala de cor pode atingir. No caso do HDR, esse alcance é maior, o que faz com que consiga reconhecer tons variados dentro de uma mesma faixa de cor. O recurso aperfeiçoa a iluminação e proporciona uma maior riqueza de detalhes em cada cena.

Imagem exemplificando o trecho de texto anterior

De forma mais simplificada, as cores ficam com aspecto mais vivo, mais próximas de como são na vida real. Já o contraste e o brilho, são ajustados para revelar texturas e detalhes que poderiam ficar escondidos por conta da iluminação (ou falta dela). Dessa forma, as partes escuras ficam com tons ainda mais intensos e as partes claras ficam mais definidas. O HDR já está presente em boa parte das TVs, monitores e vídeo games mais atuais do mercado e não é mais considerado um grande diferencial.

Como o HDR funciona?

As TVs mais antigas utilizam o padrão de iluminação SDR (Standard Dynamic Range) que possuem a intensidade de brilho entre 100 e 200 nits (unidade de luminância). O HDR tem uma taxa muito maior, podendo alcançar de 1.000 a até 2.000 nits. Esse número varia entre cada modelo de TV e quanto maior, melhor será a qualidade do alcance dinâmico.

Para que o HDR funcione, o conteúdo precisa ser compatível com a tecnologia. Assim, o HDR utiliza os metadados para fazer as configurações necessárias de imagem. Se você está se perguntando o que é metadados, eles podem ser entendidos como a linguagem entre a imagem e o monitor, como se fossem as instruções essenciais para que a qualidade fique o melhor possível. Portanto, não são todos os conteúdos e jogos que possuem este tipo de suporte.

Outro ponto interessante na hora de escolher sua TV é a qualidade do painel e a resolução. Afinal, o HDR vai ser mais perceptível conforme consegue combinar sua função com outras tecnologias de melhoria. Por exemplo, painéis QLED são superiores ao de LED, portanto o HDR também tem um desempenho elevado.

A resolução recomendada para exibição de conteúdo com HDR é a UHD 4K, dificilmente você encontrará uma TV com resolução abaixo com o recurso. No entanto, também é possível encontrar TVs 4K sem HDR, então fique atento nas especificações na hora de comprar a sua.

O HDR realmente faz diferença?

Imagem exemplificando o trecho de texto anterior
Os jogos conseguem entregar cores mais vibrantes

Consumir conteúdo com HDR é realmente uma experiência diferente. Dependendo do que você está assistindo, a diferença pode ser mais sútil ou bastante perceptível. Detalhes simples como os raios de sol, são amarelos ao invés de brancos, a grama é mais verdinha, em cenas escuras, como em um floresta à noite, você conseguirá enxergar algo além de uma tela totalmente preta, as flores, a água e vários outros exemplos tem suas cores próximas ao que conseguimos enxergar pessoalmente.

Os games também se beneficiam do HDR. Desde a geração passada (PS4 e Xbox One) que a Sony e a Microsoft já trazem essa técnica para seus consoles.

Qual a diferença entre os tipos de HDR?

Embora o princípio básico de funcionamento da tecnologia seja igual entre as marcas, o efeito do HDR varia de TV para TV. Três tipos de HDR disputam a dominância no mercado hoje: HDR10, HDR10+ e Dolby Vision.

O HDR10 é um formato aberto, ou seja, qualquer fabricante pode aplicá-lo em sua TV e configurá-lo da sua forma, o que torna a presença da tecnologia em TVs mais baratas. No entanto, o HDR10 trabalha com metadados estáticos, o que significa que apenas uma “regra geral” sobre as cores e níveis de brilho será seguida ao reproduzir um filme ou série. O HDR10 atinge o pico de 1.000 nits.

Já o Dolby Vision é um formato que as fabricantes precisam pagar para implementar suas tecnologias na TV, portanto o preço final para o consumidor também aumenta. Mas em compensação, o Dolby Vision trabalha com metadados dinâmicos, o que significa que os níveis de brilho e tonalidades das cores podem variar em cada elemento da cena de um filme ou série, deixando as sequências mais dinâmicas e realistas conforme a paleta de cores e atmosfera das cenas mudam. A sua capacidade máxima de brilho é de 10.000 nits, mas ainda não há TVs no mercado capazes de reproduzir essa taxa de luminância.

Imagem exemplificando o trecho de texto anterior

Já o HDR10+ é uma evolução do HDR10, com o funcionamento mais parecido com o Dolby Vision. Esse método também utiliza os metadados dinâmicos e não estáticos, conseguindo controlar melhor os elementos na cena e atinge o pico de 4.000 nits.

Modelos de TV com Dolby Vision e HDR10+ tendem a ser mais caros, mas os resultados também são superiores.

Conteúdos em HDR

Conteúdo em HDR, assim como em 4K, agora que estão começando a ser mais difundidos no mercado. E como já dissemos anteriormente, para aproveitar ao máximo o HDR em seu dispositivo, os conteúdos precisam ser compatíveis. Por ser mais presente e barato no mercado, o suporte para HDR10 é mais fácil de ser encontrado. Para o Dolby Vision e o HDR10+, o leque de TVs compatíveis é um pouco mais limitado.

Os serviços de streaming como Netflix, Amazon Prime Video, Youtube, Disney+ e Apple TV já estão implementando a tecnologia em seus catálogos. Assim como grandes estúdios como Warner Bros, Universal e 20th Century Fox já investem na técnica. Os filmes e séries compatíveis exibirão um ícone “HDR” próximo ao título. Alguns exemplos são a 4ª temporada de “Stranger Things”, “Ted Lasso” e a animação “A fera do mar”.

Para os jogos, o Xbox Series S vem com suporte para o HDR10, enquanto o Xbox Series X consegue utilizar os dois padrões (HDR10 e HDR10+) e o Dolby Vision. O Playstation 5 só não traz suporte para o Dolby Vision. Para utilizar qualquer um deles, lembre-se de ativar o “modo game” ou o HDR nas configurações para mais realismo e imersão nas partidas.


Aproveite para conferir as melhores promoções de Smart TVs e games aqui no Promobit. Também é possível deixar suas compras mais baratas com vários cupons de desconto das maiores lojas da internet.