Take a fresh look at your lifestyle.

O que é burn-in e por que você não deve se importar

O burn-in é algo que toda tela OLED está sujeita, seja TV ou celular, mas que não acontece com a facilidade que muitos imaginam. Entenda como funciona!

28

A tecnologia OLED está presente nas melhores telas dos melhores produtos do mercado. Sejam TVs da Sony, LG ou Panasonic, sejam smartphones da Samsung, Apple ou Google, todos contam com telas OLED e estão sujeitas a um mesmo problema: o burn-in.

O burn-in ocorre quando uma imagem ou partes dela — como ícones, botões de navegação, logo de um canal ou placar de um jogo — continuam sendo exibidos na tela com certo grau de transparência mesmo depois do conteúdo ter sido trocado.

Note que burn-in é diferente de um simples caso de retenção de imagem. As probabilidades de cada um deles ocorrer são diferentes, assim como seus efeitos nas telas OLED

Retenção de imagem e burn-in

Retenção de imagem é um termo usado para descrever uma imagem que, de certa forma, permanece na tela algum tempo depois que a programação é alterada.

Digamos que sua TV passe horas seguidas exibindo a mesma imagem, como uma foto de família, e você troque para um programa ou app aleatório. Por um tempo, você ainda conseguiria ver o contorno dos corpos, algumas cores ou formato dos objetos que estavam na imagem, até o “fantasma” da foto sumir por completo. Isso é retenção de imagem.

Já Burn-in é um termo usado para descrever uma imagem que permanece na tela por muito tempo, talvez para sempre.

Digamos que a sua TV passe não horas, mas semanas exibindo a mesma foto de família (loucura, não?). Quando você finalmente trocar a programação para qualquer outra coisa, o fantasma da imagem estará visível e continuará visível não importa o que você assista.

Esse é um caso extremo para ilustrar o quão incomum é o problema que realmente é permanente. Caso sua TV passe dias a fio ligada no mesmo canal, o logotipo daquele canal, que fica sempre imóvel, poderá ser o objeto causador do burn-in.

O burn-in é o resultado do desgaste dos LEDs orgânicos do painel OLED. Trata-se de um termo usado para descrever o envelhecimento precoce e irregular do painel, que fora submetido a um teste de stress com uma mesma imagem exibida continuamente por semanas.

Burn-in é coberto pela garantia?

As maiores empresas do mundo, como LG, Sony e Google possuem cláusulas em seus contratos de garantia que falam especificamente sobre o burn-in. Como se trata de um problema extremo, causado por uso fora das condições normais.

O comunicado da LG, principal produtora de telas OLED do mundo, para o portal CNET, deixa claro como o problema é lidado pelas fabricantes.

“Geralmente não há garantia por parte de marcas de TV ou fabricantes de painéis que cubra retenção de imagem. A retenção de imagem pode ocorrer quando consumidores estão fora das condições normais de uso, e a maioria das fabricantes não oferecem garantia para tal uso não importa o tipo da tela”.

Até a Samsung, que oferece garantia contra burn-in em suas TVs mais recentes, define que essa garantia aplica-se apenas caso o problema seja causado em condições normais de uso, o que não se aplica a uso comercial (como TVs de bares que estão sempre exibindo jogos de futebol), uma vez que essas estão muito mais suscetíveis à retenção permanente.

Como prevenir ou evitar o burn-in?

A melhor forma de previnir que ocorra burn-in na tela de seu smartphone ou TV é evitar a exibição de imagens estáticas por um período de tempo muito longo. Lembre-se que seu celular ou televisor não é um porta retratos, não é necessário deixar sempre a mesma foto sendo exibida na tela — o que não diz respeito a papéis de parede, visto que uma hora ou outra a tela deverá ser desligada.

Você joga um mesmo fps, como Playerunknown’s Battlegrounds, por várias horas seguidas? Desde que isso não afete a sua saúde, sem problemas. Em casos extremos, você poderá notar retenção de imagem do mapa do jogo, vida do personagem e/ou armas na tela por um período após parar de jogar. Assistir outra coisa ou mesmo jogar outro jogo na TV será o suficiente para fazer os efeitos sumirem.

Caso perceba que há retenção de imagem sempre depois de jogar um mesmo jogo, é recomendável mudar o perfil de cores da tela na próxima vez que for fazê-lo.

Lembre-se também de manter o “Screen Shift”, “Pixel Shift” ou expressão semelhante sempre ativada. Essas são precauções tomadas pelas próprias fabricantes para prevenir o burn-in. Com essas opções ativadas, a TV é capaz de identificar quando o mesmo conteúdo estático está sendo exibido na tela e realizar movimentos para evitar retenção de imagem.

A atualização de pixels/painel que é ativada a cada ano e diariamente após quatro horas de uso contínuo. Neste caso, após usar a TV por quatro horas e desligar a tela, a própria TV atualizará os pixels e lidará com qualquer possível retenção temporária.

Tratando-se de telas de smartphones, a preocupação deve ser ainda menor. Tais aparelhos possuem vida útil muito mais curta (algo em torno de quatro anos), portanto você já terá trocado por um modelo mais recente quando a tela começar a apresentar qualquer sinal de burn-in.

Estes aparelhos também funcionam de forma que previna o burn-in. Aqueles que possuem always-on-display, recurso que exibe data e hora mesmo quando a tela está desligada, possuem programação que fazem os pixels iluminados moverem-se alguns milímetros em um intervalo de tempo, evitando a retenção de imagem.

TVs OLED são submetidas a testes de stress, como o do Rtings, veículo especializado em análises de televisores. Nesses testes, as TVs permanecem ligadas 24 horas por dia, 7 dias por semana, com uma mesma imagem estática sendo exibida. Esses são testes extremos realizados com o único intuito de causar burn-in, afinal, ninguém submeteria a própria TV a tais condições.

Quer receber avisos sempre que aparecer LG 55B7P?

Toda tela OLED pode apresentar burn-in, porém isso ocorre apenas em casos extremos. Essas telas são o que há de melhor no mercado, oferecendo literalmente a melhor qualidade de imagem que o dinheiro pode comprar e não são descartáveis.

Caso seu temor inicial seja a remota possibilidade da sua TV ou smartphone apresentar burn-in, saiba que você está abrindo mão da melhor qualidade de imagem por causa disso. Nesse caso, o recomendado é adquirir modelo LCD, LED ou OLED.

Para aproveitar as melhores promoções de TV, baixe o nosso app de ofertas e não esqueça de colocar os produtos que está de olho na sua lista de desejos.

Leita também: OLED e QLED: Qual a diferença?

Veja também
Comentários

Novo comentário
cancelar
Responder comentário:

Quer receber alertas de novas postagens?

Receba notificações em seu navegador!