Take a fresh look at your lifestyle.

Destinos de inverno no Brasil: 5 lugares para viajar no frio

Separamos cinco destinos de inverno para você conhecer melhor o Brasil, seja para viajar sozinho, com quem você ama ou para curtir alguma aventura.

0

Inverno é sinônimo de chocolate quente, chá, roupas quentinhas e, como aprendemos nos filmes, neve. E o melhor de tudo isso é que, com a aproximação das férias de julho, conseguimos aproveitar tudo isso fora de casa e, inclusive, conhecer lugares diferentes e até curtir uma aventura. Pensando nos viajantes de plantão, separamos cinco destinos de inverno de acordo com cada perfil: se você quer conhecer a neve, se quer fazer uma trilha, se vai viajar sem gastar muito e se vai estar sozinho ou acompanhado.

Leia também: 

Para ver neve: viajar para Urubici (SC)

Pedra Furada, em Urubici

Se você gosta de belezas naturais e ainda tem o sonho de ver a neve, Urubici, na Serra Catarinense, é o lugar ideal para visitar. A cidade possui pouco mais de 10 mil habitantes e abriga cascatas e cachoeiras belíssimas de se conhecer, mesmo com as baixas temperaturas. O local fica a aproximadamente 3 horas de viagem do aeroporto de Jaguaruna, então, se você vier de longe, o ideal é alugar um carro quando chegar.

Uma das atrações de Urubici é a Cachoeira da Neve, localizada a aproximadamente 3,4 quilômetros do centro da cidade, cujo acesso se dá por meio de uma trilha leve de aproximadamente 30 minutos. No inverno, o vento espalha a água corrente durante a queda, o que faz com que o líquido vire pequenos flocos de neve. Depois, se você quiser continuar na trilha, ainda é possível visualizar a parte de trás da água e o outro lado da cachoeira.

Outra atração do local é o Morro da Igreja, o ponto mais alto da cidade, que atinge 1822 metros de altitude e fica a aproximadamente 30 quilômetros do Centro. A corrida vale a pena, pois no local é possível vislumbrar a Pedra Furada, um dos cartões postais da cidade, juntamente com o próprio Morro.

Para fazer trekking (trilhas): viajar para Domingos Martins (ES)

É em Domingos Martins que está localizado o Parque Estadual da Pedra Azul, ótima opção para quem gosta de fazer diversos tipos de trilha, desde as mais fáceis até as mais complicadas. O Parque foi criado em 1991 para proteger o patrimônio natural da região, que contempla não somente a Pedra Azul (que possui 1822 metros de altura e pode ser admirada de longe), mas também a Pedra do Lagarto e a Pedra do Mirante. Qualquer acesso à essas paisagens e rochedos é feito por meio de trilhas e, além disso, também é possível conhecer algumas piscinas naturais (que devem ter outra perspectiva quando vistas no inverno).

Para não gastar muito: viajar para Penedo (RJ)

Penedo é uma vila localizada dentro do município de Itatiaia, no Rio de Janeiro. No frio, uma das dicas é visitar as diversas Fábricas de Chocolate da região, que vão esquentar o corpo em meio ao inverno. Uma delas, inclusive, fica dentro da Pequena Finlândia, um espaço cercado por diversas casas em madeira que lembram a arquitetura finlandesa e que abrigam lojas de artesanato, doces, queijos, pães e artigos de decoração.

Em Penedo, o legal é visitar algumas cachoeiras, como a Três Bacias, a Três Cachoeiras (que reúne três quedas d’água) e a Poço Esmeralda. Ainda é possível visitar o Pico do Penedinho, dentro da chácara do Proprietário da Casa do Chocolate (uma das fábricas que citamos acima), um mirante com uma ótima vista da Vila e da cidade. Para descansar, você ainda pode visitar dois shoppings na Vila, muito próximos à Pequena Finlândia, e também a loja de pedras, que comercializa pulseiras, anéis e outras bijuterias feitas de pedra.

É possível encontrar passagens aéreas para o Rio de Janeiro durante o mês de julho por aproximadamente R$500 e hotéis com café da manhã próximos ao Centro de Penedo por menos de R$1000 (preços verificados para uma viagem do dia 08/07/2019 até 12/07/2019).

Para o casal: viajar para Gramado (RS)

Já citamos a cidade de Gramado, no Rio Grande do Sul, em nosso artigo sobre destinos para passar o Ano Novo em família, mas ele também é um ótimo destino para uma viagem a dois. As construções do local remetem à arquitetura italiana e, um dos pontos a se visitar é a Av. Borges de Medeiros, a avenida principal, que reúne diversas lojas, shoppings, restaurantes e chocolaterias, ideal para tomar um chocolate quente, bebida característica do inverno.

Outra atração é a Rua Coberta, ótima para escolher um lugar para jantar. Ela é chamada de coberta, porque tem uma cobertura em acrílico e, acima disso, conta com plantações e ramos que deixam o ambiente mais acolhedor, verde e natural. Aliás, uma das opções de prato para o jantar é experimentar um delicioso fondue, uma ótima combinação para o frio.

Para visitar, você pode ir ao Lago Negro, um lago artificial muito profundo e escuro envolto por hortênsias e azaléias onde dá para passear de pedalinho e fazer caminhadas no entorno; e ao  Mini Mundo, um parque ao ar livre cheio de réplicas em miniatura de prédios com arquiteturas características de diversas partes do mundo, igrejas, teleféricos, praças, ferrovias, lagos, cascatas, casas e torres, como se fosse uma cidade de verdade.

Para ficar sozinho: viajar para Jalapão (TO)

Dunas do Jalapão

Por último, mas não menos importante dentro da nossa lista de destinos de inverno, está Jalapão, no Tocantins, região que abrange cinco áreas de conservação brasileiras. Consideramos que o local é ideal para quem quer viajar sozinho, pois lá qualquer sinal de celular e GPS é muito ruim (quem se perde pode encontrar bastante dificuldade), então você terá pleno contato com a natureza e, quem sabe, alguns momentos de reflexão e contemplação. É também por essa razão que, se for a sua primeira viagem sozinho, você deva escolher outro destino, até que se sinta bastante confiante e seguro com a ideia. Para isso, você pode ler nosso artigo sobre destinos para viajar sozinha no Brasil.

No Jalapão, a temperatura média anual é 30ºC, então não são as baixas temperaturas que fazem ele ser um local bom para ser visitado no inverno. O que causa isso é o clima seco (entre os meses de maio e setembro) que garante a falta de chuvas e a estrada boa para que você consiga aproveitar as belezas do local, as atrações e, bom, literalmente, conseguir chegar até o Jalapão.

Isso porque o acesso até lá é complicado (só é possível por meio de carros com tração 4×4) e quase não há estradas de asfalto. Recomenda-se, inclusive, que você feche um pacote de viagem para fazer a expedição ao Jalapão (as empresas oferecem pacotes de seis ou sete dias saindo de Palmas, que inclui transporte, refeições, pernoites em camping e passeios para vislumbrar cachoeiras, chapadões, dunas e riachos que formam piscinas naturais de águas cristalinas). Uma das atrações imperdíveis é o Parque Estadual do Jalapão.


Agora que você já sabe sobre alguns destinos de inverno para viajar, aproveite nossas promoções de passagem aérea e promoções de pacote de viagem para pagar barato nos seus passeios! 

Veja também
Comentários

Novo comentário
cancelar
Responder comentário:

Quer receber alertas de novas postagens?

Receba notificações em seu navegador!