Take a fresh look at your lifestyle.

Como remarcar sua passagem de avião?

Em época de isolamento social, empresas estão flexibilizando o cancelamento e troca de passagens. Saiba como remarcar, cancelar ou pedir reembolso da sua passagem aérea

Tirar um momento para viajar é uma das situações mais esperadas para muitas pessoas, mas com o risco de contágio pelo COVID-19, muitas pessoas estão cancelando ou remarcando suas passagens, seguindo as medidas de prevenção da OMS e do Ministério da Saúde.

Como este é um momento diferente para todo mundo, as principais companhias aéreas do Brasil estão flexibilizando suas regras para quem precisar cancelar, alterar ou até mesmo pedir reembolso de sua passagem aérea. Separamos para você as principais instruções de cada companhia para você remarcar sua passagem de avião.

Leia também:

GOL

A Gol está oferecendo remarcações e cancelamentos sem taxas até dia 30/09/2020, deixando que o cliente escolha qual é a melhor opção para seu caso. Caso você queira remarcar, só é possível alterar a data uma única vez, mantendo a origem e o destino da passagem, para um período de até 12 meses após a data da passagem original.

Mas, se para você valer mais a pena cancelar a passagem, há duas opções: trocar o valor da passagem por créditos na companhia aérea (válidos por 12 meses, a contar da data em que teria ocorrido o voo), ou pedir reembolso do valor, mediante taxa (com prazo de até 12 meses, a partir da data da solicitação).

As regras também valem para as passagens emitidas pelo Smiles.

A companhia Gol também publicou um vídeo, para facilitar o passo a passo do processo, em uma página para tirar todas as suas dúvidas.

LATAM

A Latam também preparou uma página especial para tirar dúvidas de remarcação de passagem durante o período da pandemia. Inclusive, até criou uma página para facilitar a remarcação da sua viagem.

Assim como no caso da Gol, você tem duas opções para alterar sua passagem.

A primeira é remarcar sua viagem, o que só pode ser feito uma única vez, sem custo, mantendo a origem e o destino da viagem, dentro de 12 meses após a data da compra do bilhete original. A segunda opção é o cancelamento, mas na Latam não existe a opção de reembolso, apenas de conseguir seu dinheiro como crédito para ser usada em uma próxima viagem, em até um ano após a data do seu voo original.

Essas regras valem também para passagens compradas com programa de milhagens Pontos LATAM Pass. A companhia aérea avisa, ainda, que bilhetes emitidos via LATAM Corporate ou em uma loja LATAM Travel devem ser remarcados através dos call centers das respectivas empresas.

Azul

A Azul também criou uma página completa com informações da companhia aérea acerca da pandemia. Uma vantagem da empresa é que ela oferece atendimento via chat, uma boa forma de acelerar o processo de trocas e cancelamentos de passagens e tirar eventuais dúvidas que você possa ter e que não tenham sido respondidas na página.

As políticas da Azul são mais parecidas com as da LATAM: a flexibilização de datas é válida só para passagens com datas para até 30 de junho de 2020. Mas no caso da companhia, são três opções para o cliente.

A primeira é o adiamento da passagem, que pode ser alterada uma única vez, para o mesmo trecho, sem cobrança de taxa. Outra opção é o cancelamento com o valor da passagem sendo revertido em créditos na Azul para compras futuras. E a última opção é o reembolso, seguindo os valores da taxa contratual da compra da passagem. Em todos os casos, a nova data ou créditos valem para 12 meses após a data da passagem original.


Você pode aproveitar os melhores cupons de desconto da internet aqui com o Promobit. Fique de olho em nossas ofertas de mochilas e malas e esteja pronto para voltar a viajar quando acabar a quarentena.

Veja também
Comentários

Novo comentário
cancelar
Responder comentário:

Quer receber alertas de novas postagens?

Receba notificações em seu navegador!