Take a fresh look at your lifestyle.

Vale a pena começar a geração pelo Xbox Series S?

Você também não vê a hora de jogar os jogos da nova geração, mas tá em dúvida se vale a pena ou não começar pelo Xbox Series S?

Nessa nova geração tem console para todos os tipos de gamers: desde os mais competitivos, até aqueles que só querem relaxar e se divertir despretensiosamente no final do dia. Esse ano a Microsoft apresentou dois modelos do novo Xbox: o Series X, maior e mais parrudo, e Series S, menor e mais modesto. Ambos têm design semelhante e minimalista, sendo o primeiro maior, semelhante a um monolito preto, e o segundo menor, com um formato retangular branco.

Enquanto o Xboxs Series X é um console mais tradicional de console de nova geração, desenvolvido para rivalizar com o PlayStation 5, da Sony. No entanto, a Microsoft também trouxe a proposta mais “básica”, que é o Xbox Series S. O console mantém a essência dos consoles da nova geração, mas apresenta um custo-benefício interessante para quem não liga tanto em ter a melhor qualidade gráfica e só quer aproveitar os novos games.

Quer receber avisos sempre que aparecer Xbox Series S em promoção?

Mas então, muitos se perguntam: vale a pena começar a geração pelo Xbox Series S?

Leia Mais:

Devo começar pelo Xbox Series S?

Assim como Series X, o Xbox Series S também apresenta uma velocidade de carregamento inovadora graças ao armazenamento em SSD e suas tecnologias de compressão. Isso garante uma fluidez até então nunca vista em consoles, sendo possível pausar um jogo, acessar a loja, conferir suas mensagens e voltar ao mesmo trecho do gameplay com um carregamento praticamente instantâneo.

Mas antes de tomar uma decisão, é importante avaliar alguns aspectos do modelo que o diferem do Xbox Series X.

Design

Tanto o Xbox Series X quanto o PlayStation 5 apostaram em consoles maiores e, como era esperado, com design diferentes das gerações anteriores. No entanto, é de se surpreender ao ver o Xbox Series S em ação: tudo nele é menor, mas a performance ainda é muito próxima à do modelo principal, sendo capaz de reproduzir games com gráficos muito próximos ao do modelo principal. Além disso, o tamanho é ótimo para quem tem pouco espaço ou pretende transportá-lo para outros lugares.

Ainda por conta do tamanho, o Series S utiliza sistemas de resfriamento menos potentes, porém, seu nível de aquecimento também é menor, além de ser muito silencioso (mesmo em momentos que o jogo exige mais potência do console). O modelo conta com uma saída de ar circular preta, que ganha bastante destaque no corpo branco.

Na prática, se você não é um entusiasta dos games, talvez o que possa ser pontos negativos para alguns, seja o verdadeiro chamativo do console.

Interface

Os dois modelos de Xbox apresentam a mesma experiência de uso, que já é bastante conhecida dos caixistas. A interface semelhante à do Xbox One e One X é outro ponto positivo para os consoles da nova geração, no entanto, o tempo de carregamento impressiona, assim como a resposta instantânea dos comandos e carregamento de mapas, que podem levar menos de 5 segundos.

A evolução da interface é outro ponto positivo, que pode ser percebido tanto para quem jogar no Series X, quanto no Series S. Isso acontece graças a fluidez proporcionada pelo SSD.

Além disso, é possível integrar seu console com outros dispositivos (celulares, tablets ou computadores) para acessar remotamente os dados da sua conta, como jogos instalados, espaço de armazenamento disponível, além de ser possível acessar suas capturas de tela durante o gameplay e compartilhá-las nas redes.

Quer receber avisos sempre que aparecer TV 4K em promoção?

Velocidade

Os novos consoles trazem um recurso bastante interessante que é o Quick Resume, que permite retomar jogos do ponto em que foram pausados – tudo isso com um carregamento muitas vezes “simbólico”. Graças a uma arquitetura avançada de armazenamento de dados, que a Microsoft chamou de Xbox Velocity.

Combinando a velocidade de armazenamento dos SSDs com a compressão de dados, é possível enviar e receber informações em um tempo muito menor.

Performance gráfica

Começar pelo Xbox Series S

Esse é um ponto que divide opiniões: ainda que seja menos potente, o Series S possui a mesma tecnologia do Series X, com pequenas exceções como uma redução nas frequências. Mas, ainda assim, o console é capaz de rodar os mesmo games que o modelo maior, sem abrir mão de elementos como inteligência artificial ou complexidade de mapas.

A maior diferença está na GPU, enquanto o Xbox Series X conta com 52 unidades computacionais gráficas, o Series S possui apenas 20 unidades, menos da metade. Por conta disso, a capacidade gráfica do console é reduzida, sendo até 4 vezes menor que as resoluções em 4K do Series X.

Quer receber avisos sempre que aparecer Xbox Series X em promoção?

Em tela, alguns elementos gráficos se tornam mais perceptíveis no Series S, como serrilhados mais nítidos e texturas menos definidas. Quando comparado com os modelos principais, a performance gráfica do Xbox Series S não impressiona tanto, até mesmo podendo ficar abaixo de alguns títulos do One X. 

Outro fator que influencia na qualidade dos gráficos é a redução da memória, já que o Series S não foi desenvolvido para rodar 4K. Isso diz muito sobre o direcionamento do próprio console, capaz de rodar todos os games da geração passada e nova, mas sem a performance do Series X.

Armazenamento

Começar pelo Xbox Series S

O Xbox Series S conta com 500GB de espaço interno, enquanto o Series X possui 1TB, ou seja, o dobro. Esse ponto pode deixar a desejar, principalmente para quem tem uma extensa biblioteca de jogos e gosta de variar nos títulos. Com o Serie S, será possível armazenar cerca de 6 ou 7 jogos, considerando que o espaço de armazenamento real cai para 360 GB quando levamos em conta o espaço ocupado pelos componentes do sistema.

É possível expandir o espaço de armazenamento, no entanto a opção pode ficar um pouco salgada, com opções que podem passar dos R$ 2 mil. Se o seu objetivo é comprar um console para rodar vários jogos, nesse caso compensa mais adquirir o Series X, já que o investimento em um Series S com mais espaço ficaria na mesma faixa.

Quer receber avisos sempre que aparecer jogos Xbox Series X em promoção?

Mas também existe a possibilidade de instalar os jogos da geração passada em um HD externo, no entanto, isso pode afetar a velocidade de carregamento.

Se você não é um jogador assiduo e só pega no controle para se divertir, começar a nova geração pelo Xbox Series S pode ser uma boa opção, com melhor custo-benefício. Porém, se performance gráfica é essencial e você precisa de espaço para armazenar seus jogos favoritos, então talvez seja uma boa começar pelo Xbox Series X.


Agora que você já sabe se deve ou não começar a nova geração pelo Xbox Series S, que tal dar uma olhada nos jogos em promoção? Aproveite e economize ainda mais com um cupom Submarino, cupom Americanas ou cupom Amazon.


Prepare sua lista de desejos para Black Friday

Para não perder nenhum promoção de TV, celular, eletrodomésticos ou qualquer item que está de olho para essa Black Friday, prepare sua Lista de Desejos agora mesmo e receba alertas assim que aparecer uma promoção no Promobit.

Comentários

Novo comentário
cancelar
Responder comentário:

Quer receber alertas de novas postagens?

Receba notificações em seu navegador!