Take a fresh look at your lifestyle.

USB ou P2: entenda as diferenças e qual a melhor opção para Headset

Ambas as entradas contam com vantagens e desvantagens que precisam ser levadas em consideração na hora da compra

Como sempre acontece na hora hora da compra bate uma dúvida sobre qual equipamento proporciona o melhor custo-benefício. No caso do headset, entre outros fatores, está a escolha entre qual é a melhor entrada: a P2 (aquele famoso “pino”, igual ao da maioria dos fones que vem com smartphones) ou a USB.

Realizamos uma pesquisa para entender os pontos positivos e negativos cada formato oferece e descobrimos que, como muitas outras coisas na vida, cada opção é muito boa (ou não) dependendo de outros fatores que vão além do produto em si, como o DAC.

Quer receber avisos sempre que aparecer Headset em promoção?

O que é DAC?

Sigla para Digital to Analog Converter, o DAC é um conversor de sinal digital para analógico, transformando os bits e bytes nos sons que são reproduzidos pelo equipamento que você está utilizando.

Qualquer equipamento que reproduza som tem um DAC, seja um videogame, celular ou computador. Acontece que, quando falamos de headset, o modelo analógico depende da qualidade da peça instalada no equipamento que reproduz o som, enquanto o produto com entrada USB conta com um embutido dentro de si. 

Leia também:

A consequência disso é que, enquanto o headset com entrada P2 depende do hardware do equipamento que ele está conectado para fornecer uma boa experiência de som, o fato de o modelo com USB já ter um DAC garante uma qualidade de som mais consistente.

Além disso, a maioria dos headsets com USB possuem isolamento elétrico, eliminando aquele “chiado” que muitas vezes é escutado em modelos analógicos.

Então quer dizer que o headset de USB é realmente melhor?

Não necessariamente. Isso porque muitos headsets com entrada USB se apoiam tanto no “fator DAC” que acabam descuidando de outros quesitos do produto, como conforto e ergonomia. Além, claro, da construção do aparelho, que vai influenciar na qualidade sonora e espacialidade.

Como consequência, existem muitos modelos no mercado com preços bem acima das capacidades técnicas oferecidas pelo produto. Especialmente por conta do “hype” gamer, que muitas vezes oferece ao consumidor um item com luzes e design diferente, mas com um conjunto da obra bem aquém, se você comparar as especificações  com as de outros fones com entrada P2 na mesma faixa de preço.

Outra questão é que um headset só com entrada USB acaba restringindo o uso do produto em alguns aparelhos, então vale considerar comprar um modelo híbrido, que possa ser utilizado em uma variedade maior de produtos.

Em resumo

Se você tem um equipamento com boas configurações e pretende utilizar o headset apenas nessa máquina, comprar um headset com entrada P2 pode ser uma solução mais vantajosa por conta do custo-benefício.

Agora, se a ideia é levar o produto para todos os lados e utilizá-lo em diferentes aparelhos, um headset USB com entrada híbrida te deixará mais satisfeito, mesmo que o trabalho de pesquisa tenha que ser um pouco maior, para ter certeza de que você está pagando um preço condizente com o que é entregue.


Seja qual a entrada encolhida, você encontra as melhores promoções de fone de ouvido e promoções de headset no Promobit. Aproveite ainda os cupons Americanas e fique atento que a Black Friday tá chegando.

Veja também
Comentários

Novo comentário
cancelar
Responder comentário:
Alertas Webpush

Quer receber alertas de novas postagens?

Receba notificações em seu navegador!