topbar_amazon_bookfriday
Promobit Explica

O que é VPN e o que ela agrega na sua navegação

Para descomplicar a explicação de algo complexo, entenda mais sobre o que é VPN e qual a sua importância tanto para uso pessoal quanto profissional.

Avatar do membro Bruno Braga

Bruno Braga

17 de mai de 2023

0 comentários

Compartilhe:

Em um mundo que está conectado praticamente 24 horas por dia, navegar pela internet nem sempre é uma atividade totalmente segura. A cada visita em diferentes páginas da web e a cada clique realizado, as nossas informações e dados pessoais estão sujeitos a roubos ou vazamentos. Uma das formas de tentar driblar esse problema é utilizando uma rede privada, mais conhecida como VPN. E para você, que possa estar um pouco perdido nesse assunto, confira abaixo uma explicação simplificada sobre o que é VPN, qual a sua utilidade e outras informações a seu respeito.

O que é VPN e como ela funciona? 

Imagem exemplificando o trecho de texto anterior

A VPN é um meio de navegar na internet de forma anônima através de uma rede privada virtual – daí o seu nome, Virtual Private Network. Ela basicamente cria uma “caminho” entre o seu computador e o servidor, fazendo com que todos os dados que sejam enviados nesta comunicação estejam criptografados. Geralmente ao tentar acessar um site, o seu provedor de internet (também conhecido como ISP), recebe a solicitação e te encaminha ao destino desejado. 

Porém, quando se está conectado a uma VPN, essa solicitação será respondida pelo servidor da rede privada primeiro. Por conta da criptografia, o seu endereço virtual (IP) é substituído por um endereço próprio criado pela rede VPN. Fazendo isso, torna- se mais difícil para que outras pessoas ou programas acessem seus dados e suas atividades online. 

E para que esse processo funcione, é necessário uma conexão estável com o servidor que “fará” todo esse trabalho, podendo consumir parte da velocidade da internet e, dependendo do serviço, desempenho da máquina também. 

Para que serve uma VPN no dia a dia? 

O principal atrativo que leva as pessoas e a utilizarem VPN é a segurança. Seja para proteger dados pessoais ou informações sigilosas de empresas, a rede privada permite a transação desses dados de forma mais segura. Além de prover uma maior proteção aos seus dados, seu tráfego online se torna mais difícil de ser rastreado, dificultando com que os sites possam lhe mostrar propagandas direcionadas. Como seu IP real está camuflado, se torna difícil para o site reconhecer padrões e possíveis algoritmos que possam exibir anúncios mais suscetíveis a chamarem sua atenção com base nos sites que você costuma frequentar e nas pesquisas que você costuma fazer – existindo inclusive a possibilidade de bloquear totalmente as propagandas com a VPN. 

Um dos principais motivos que fez a VPN se popularizar recentemente é a possibilidade de acessar conteúdos que são limitados por região. O mais comum nesse quesito é poder consumir o conteúdo de um serviço de streaming que está disponível apenas em certos países. E o mesmo vale para aplicativos de mensagens que são bloqueados temporariamente por medidas governamentais, como o que houve recentemente aqui no Brasil com o Telegram. Através de uma rede VPN era possível utilizar o app mesmo com ele indisponível em terras nacionais. 

Como posso adquirir uma VPN? 

Imagem exemplificando o trecho de texto anterior

O primeiro passo para adquirir uma VPN é definir se você só quer testar uma de forma gratuita ou se realmente deseja um serviço a longo prazo e opte pela opção paga. Mas o que é a VPN paga e qual a sua diferença em relação a gratuita? Uma VPN paga oferecerá um serviço mais completo e mais eficiente, como uma maior quantidade de servidores com um boa velocidade de uso. Enquanto VPNs gratuitas tendem a ser mais lentas e contar com menos recursos. 

E por se tratar de um produto gratuito, a empresa que o oferece precisa monetizá-lo de alguma forma. E o principal meio de fazer isso através de uma VPN gratuita é vendendo os dados dos usuários que a utilizam para plataformas de anúncios, provedores de internet e até mesmo para o governo. Por conta disso, VPNs gratuitas são uma boa alternativa para usos mais simples ou para testar o serviço. Alguns navegadores de internet oferecem uma VPN na faixa, como o Opera. 

Tendo decidido qual tipo de serviço utilizar, sua instalação na maioria das vezes costuma ser bem simples, baixando do site oficial do serviço escolhido, e seguindo o passo a passo que é comum para a instalação de, basicamente, qualquer programa de computador ou celular. Algumas VPNs pagas costumam pedir uma confirmação de pagamento de forma prévia à utilização, enquanto outras permitem um teste gratuito por um período de tempo. 

Qual o problema de utilizar VPN? 

O principal empecilho no uso de uma VPN é, a já citada, perda na velocidade da conexão, por estar adicionando um elemento a mais na comunicação entre o dispositivo e o site. Além do mais, para que a criptografia possa ser efetiva, a conexão percorre uma distância maior e de forma mais lenta. 

Por mais que um dos usos da VPN seja justamente acessar páginas ou serviços que podem não estar disponíveis através da conexão comum, não são raros os casos em que o próprio site reconhece o acesso via VPN e impede a sua visualização – ainda mais ao utilizá-la em conteúdos regionais. 

O ponto principal da VPN é utilizá-la de forma consciente e através de empresas que oferecem serviços confiáveis e com um bom suporte ao cliente.


No Promobit você também encontra grandes descontos e promoções em Programas para Windows, como VPN e Antivírus. Aproveite!