Take a fresh look at your lifestyle.

O que é o upscaling que está presente nas TVs, Blu-ray e games?

A técnica simula resoluções maiores em imagens com dimensões originalmente inferiores, mas será que o resultado é sempre eficaz? 

0

Entre os muitos termos técnicos com os quais nos deparamos no momento de comprar uma nova TV, um deles é bastante recorrente: o upscaling. Trata-se de uma técnica que aperfeiçoamento de imagem que também está presente em reprodutores de vídeo como Blu-ray e consoles.

A maioria dos fabricantes divulga a técnica como uma forma de converter uma imagem com uma resolução inferior para a resolução da tela dos aparelhos que é superior a imagem original, mas será que é exatamente isso o que acontece? 

Leia mais: 

O que é upscaling? 

A resolução original de uma imagem é chamada de resolução nativa e, quando essa resolução é idêntica a da tela, a imagem não precisa ser adaptada para ser transmitida por esse monitor. O upscaling existe desde a época dos DVDs players com o intuito de simular a imagem em um resolução superior a sua resolução original e nos aparelhos atuais a técnica é feita graças ao processador presente nos produtos, que primeiro executam uma ação chamada de interpolação de pixels. 

Para que a imagem ocupe toda a tela que é maior do que a resolução nativa da imagem, os pixels que não seriam usados em tela “imitam” os pixels que estão ativados e desta forma a imagem é prolongada para a resolução total da tela. Para simplificar, podemos dizer que a imagem é prolongada e, para que o conteúdo transmitido não apresente manchas ou distorções, as TVs mais modernas possuem recursos capazes de suavizar as imperfeições das imagens. 

Upscaling nos games

ps4
Playstation 4 Pro faz uso de upscaling para aproximar imagem dos games da resolução 4K

A popularização das TVs com resolução 4K obrigou as fabricantes de consoles a se mexerem para que os games de suas plataformas apresentem qualidade de imagem condizente com a maioria dos monitores, como no caso do XBOX ONE X e do Playstation 4 Pro, que fazem uso do recurso. Porém existem versões mais caras desses consoles que reproduzam os games em 4K nativo. 

Embora outras técnicas de aperfeiçoamento de imagem sejam possíveis, o upscaling é a mais comum e menos complexa de ser executada também nos consoles. Essa técnica exige menos recursos para melhorar a qualidade visual, mas os games desenvolvidos originalmente em resoluções muito inferiores, como HD (1280×720), fatalmente irão apresentar distorções e borrões devido a diferença de tamanho com uma resolução 4K de (4096 x 2160), já a transição entre Full HD e 4K é mais competente.

O upscaling funciona de fato?

Por mais que a tecnologia envolvida na fabricação dos televisores evolua, o upscaling ainda é uma técnica de aperfeiçoamento de uma imagem com resolução inferior para que ela fique o mais próximo possível da resolução da tela em que será exibida. Logo, nenhuma TV ou aparelho reprodutor de vídeos irá transformar um vídeo originalmente em HD ou Full HD em uma imagem com qualidade igual a um conteúdo com resolução 4K nativo, por exemplo. 

Uma das grandes questões sobre o momento de comprar uma TV com resolução 8K, por exemplo é a viabilidade de pagar um valor alto para desfrutar de poucos conteúdos que possuam realmente a resolução 8K. É fato que a técnica funciona muito bem, principalmente nas TVs mais sofisticadas, mas o consumidor precisa ter em mente que a técnica ainda não é capaz de substituir com exatidão um conteúdo com resolução nativa e a imagem que está vendo é algo apenas próximo da máxima resolução de seus aparelhos.


E você, possui uma TV ou console que faz uso de upscaling? Comente sua opinião sobre essa tecnologia e aproveite para conferir as melhores promoções em TVs e games em oferta no Promobit. Com o cupom Americanas o que já é barato fica ainda melhor.

Veja também
Comentários

Novo comentário
cancelar
Responder comentário:

Quer receber alertas de novas postagens?

Receba notificações em seu navegador!