Bar aberrto_TopBanner
Guias de Compra

Moto G73 é bom? Intermediário com hardware equilibrado

Com 8 GB de RAM, NFC e conexão 5G, vamos analisar a ficha técnica de mais um celular Motorola de 2023. Vamos descobrir se o Moto G73 é bom.

Avatar do membro Bruno Braga

Bruno Braga

25 de fev de 2023

0 comentários

Compartilhe:

O ano começou agitado para a Motorola, com o lançamento de quatro aparelhos de uma de suas linhas mais populares. Já analisamos a ficha técnica do Moto G23 e do G53, e chegou a hora de responder a pergunta: o Moto G73 é bom? A linha Moto G, principalmente em seus primórdios, era sinônimo de celulares custo benefício, e com tantos smartphones sendo lançados juntos, muitos consumidores ficam em dúvida sobre qual se encaixa melhor em suas necessidades. Portanto, vamos conhecer mais sobre o novo membro da família Moto G. 

Compre agora Smartphone Moto G73 

Amazon   Casas Bahia

Design e conectividade

Imagem exemplificando o trecho de texto anterior

Visualmente, todo o conjunto de celulares da linha Moto G recém lançados são muito parecidos. Colocar o G73 ao lado do 53 e do 23 os torna praticamente indistinguíveis, a não ser por míseros detalhes. A traseira do modelo em questão se assemelha mais com a do G23, só que sem a presença de uma terceira lente em seu conjunto de câmeras. 

E apesar das poucas novidades, ainda se trata de um design bonito, com acabamento em plástico fosco, tendo uma pequena elevação no módulo de câmeras. O Moto G73 pode ser adquirido nas cores branco cintilante, intitulado “Lucent White”, e em azul-escuro chamado de “Midnight Blue”. 

O Moto G73 possui conectividade 5G, com suporte a Bluetooth 5.3; WiFi 5; GPS; leitor de digital na lateral; Android 13 como sistema operacional; NFC e Moto Secure. Além disso, ele possui entrada para cartão SIM, com slot híbrido para microSD ou um segundo chip, entrada P2 de fone de ouvido e USB-C 2.0 

Tela e áudio

O Moto G73 não traz grandes evoluções em sua tela em relação ao seus “irmãos” lançados recentemente. Apesar de também possuir 6.5 polegadas, a sua tela possui tecnologia IPS, com resolução de 1080 x 2400 equivalente a Full HD+, e com 120 Hz de taxa de atualização. Sendo uma tela padrão dentre os Moto Gs recém lançados, com boa qualidade para o nível.

Quanto ao áudio, o Moto G73 repete pontos positivos, como ter áudio estéreo com a tecnologia Dolby Atmos, que otimiza a qualidade de sons reproduzidos nos alto-falantes e em fones de ouvido

Desempenho

Imagem exemplificando o trecho de texto anterior

Em seu hardware, o Moto G73 conta com o chipset da Mediatek Dimensity 930, com 8 núcleos, sendo 4 deles da série A55 e 2 da série A78. Ou seja, é um smartphone com poder de processamento bom para usos comuns, e que não faz feio com jogos mais leves, apesar de não ser tão otimizado para equilibrar processamento com gasto de bateria. 

Outro ponto de destaque em seu hardware está na evolução da memória RAM. O Moto G73 conta com 8 GB, juntamente de 256 GB de armazenamento interno, que pode chegar até 1 TB através de cartão microSD. Ou seja, com todas essas especificações relacionadas a desempenho, o Moto G73 se posiciona como um intermediário de alto nível, sendo plenamente capaz de durar alguns anos na mão do usuário, com suporte de até 3 anos de atualizações de segurança.

Câmeras

Como já citado, o Moto G73 conta com apenas dois sensores em sua traseira, a lente principal de 50 MP, capaz de filmar vídeos em Full HD a 60 frames por segundo. Sua segunda lente trata-se de uma ultrawide de 8 MP, considerada uma lente híbrida por possuir a função de autofoco, permitindo fotos e vídeos em modo macro – evitando a necessidade de uma terceira lente com poucos megapixels apenas para exercer essa função. 

Já a câmera frontal segue sem nenhuma novidade, com 16 MP, e capaz de gravar vídeos em Full HD a 30 frames por segundo. Em suma, trata-se de um conjunto de câmeras muito bem obrigado, apesar de parecida com os outros Moto Gs recém analisados por aqui, a otimização da lente ultrawide como híbrida torna-se um ponto de destaque. 

Bateria

Imagem exemplificando o trecho de texto anterior

Não tendo nenhuma grande novidade nesse quesito, o Moto G73 fica dentro da média de forma positiva, tendo uma bateria de 5.000 mAh, padrão dentre aparelhos de nível intermediário, e conta com suporte para carregamento rápido de até 30W, apesar do carregador nativo que vem na caixa ser de apenas 18W. 

Ou seja, temos um aparelho que em usos comuns e rotineiros, chega a durar mais de um dia e meio, e consegue chegar a sua carga completa após, mais ou menos, 30 minutos ligado na tomada, no caso do carregamento com 30W. 

O Moto G73 é bom? Preço e considerações finais

Por ainda não ter sido lançado oficialmente no Brasil, não conseguimos botar na balança as coisas que ele oferece com o quanto ele custa. Considerando que o preço de lançamento costuma ser inflado, não será nenhuma surpresa caso o Moto G73 chegue em terras nacionais custando pelo menos R$ 1900. O que nos traz a grande questão: O Moto G73 é bom? 

Sim, dentre esses novos smartphones da linha, ele talvez seja o melhor dentre eles, já que o G23 aposta em ser um aparelho mais acessível e o G53 acaba regredindo mais do que evoluindo. Mas, apesar de ser um bom aparelho, ele deve chegar com um preço bem elevado. Na casa dos dois mil reais já estamos falando de celulares da linha Edge, que são os tops de linha da Motorola. 

Logo, o Moto G73 é um bom celular sim, mas que vale a espera de aparecer com um preço mais acessível, ou investir em um que te trará configurações superiores logo de cara, como Moto Edge 20. 

Ficha técnica do Moto G73

TelaIPS LCD, 6,5’’, Full HD+, 120 Hz
ProcessadorMediatek Dimensity 930
Memória RAM8 GB
Armazenamento256 GB 
Câmeras Traseiras50 MP (Principal); 8 MP (Ultrawide)
Câmera Frontal16 MP
Bateria5000 mAh – carregamento rápido de 30W
Dimensões e Peso161.4 x 73.8 x 8.3 mm – 181 g

Aproveite os cupons Aliexpress para aproveitar os descontos do Promobit em acessórios para smartphones. Não perca a chance!