Campanha Super Deals - Aliexpress
Melhores

Melhores Celulares 2024: 18 modelos para comprar agora

Selecionamos 18 opções para agradar consumidores de diferentes gostos e com preços distintos. Confira os melhores celulares de 2024

Avatar do membro Bruno Braga

Bruno Braga

25 de mai de 2024

0 comentários

Compartilhe:

Assim como qualquer outro produto, adquirir um novo celular requer uma pesquisa que pode ser extensa, dependendo do quão criterioso você for. Conseguir encontrar um bom “meio termo” entre desempenho, câmeras, bateria e encaixá-los dentro de seu orçamento tende a ser uma tarefa difícil – ainda mais com tantas marcas disponíveis no mercado. Portanto, para facilitar essa missão, selecionamos os melhores celulares para comprar em 2024 para diferentes bolsos e objetivos.  Vale lembrar que o mercado de smartphones é dinâmico e essa lista continuará sendo atualizada ao longo do ano. Confira abaixo nossa lista. 

Galaxy S24 UltraMelhor Android 
iPhone 15 Pro MaxMelhor iOS 
Xiaomi 13T ProMelhor Xiaomi
Motorola Edge 40Melhor Motorola 
Galaxy Z Fold 5Melhor dobrável
POCO X5 ProMelhor custo-benefício 
iPhone 14 ProMelhor iOS em 2023
Redmi Note 13 Pro 5GIntermediário equilibrado e bom custo-benefício
Zenfone 10Melhor celular compacto
10ºGalaxy S23 UltraMelhor Android em 2023
11ºiPhone 13iOS custo-benefício 
12ºGalaxy A54Intermediário sofisticado
13ºMotorola Edge 30 NeoMotorola custo-benefício
14ºGalaxy M55Câmera frontal poderosa
15ºMoto G84Intermediário com tela e design premium
16ºRedmi Note 12Melhor Xiaomi barato
17ºMoto G54Melhor Motorola barato 
18ºGalaxy A15Melhor aparelho de entrada

Galaxy S24 Ultra

Imagem exemplificando o trecho de texto anterior

A Samsung deu prosseguimento a sua linha flagship sem inovar tanto, mas mantendo um alto nível de qualidade em seu smartphone top de linha. O Galaxy S24 Ultra abre a lista dos melhores celulares como o melhor modelo Android para se ter na atualidade, por contar com uma configuração completa, mantendo algumas das ótimas características que o S23 Ultra já possuía, mas contando com evoluções pontuais no conjunto de câmeras, no desempenho e em seus recursos gerais. 

Começando por seu visual, o S24 Ultra manteve a identidade visual de seu predecessor, porém com laterais em titânio, e bordas com formato mais quadrado. A tela não trouxe nenhuma novidade, significando que ela se manteve como um dos melhores displays disponíveis, com 6.8 polegadas, em um painel Dynamic AMOLED 2X de 120Hz de taxa de atualização, cores DCI-P3 e um pico de brilho de 2.600 nits. 

Um dos “carros-chefe” de sua ficha técnica está em seu chipset, que proporciona poder de fogo o suficiente para diversas aplicações mais complexas e pesadas, tendo diversos relatos de reviews que o utilizaram como principal ferramenta de trabalho por permitir uma usabilidade mais dinâmica e potente que muitos tablets ou notebooks voltados a produtividade. Seu hardware é composto por 12GB de memória RAM, junto ao chipset Snapdragon 8 Gen3, que resulta em mais de 290 mil pontos a mais que o S23 Ultra em testes de benchmark Antutu. 

Suas câmeras também entregam resultados superiores em relação ao modelo anterior, tendo um conjunto versátil e poderoso, composto por uma lente principal de 200 MP com zoom óptico de 2x, 12 MP na ultrawide, 50 MP na lente teleobjetiva com zoom óptico de 5x e zoom de qualidade óptica de 10x e ainda uma outra lente de 12 MP com zoom sem perder qualidade de 3x. Já a frontal conta com 12 MP. Entre as novidades desse conjunto estão os recursos de Inteligência Artificial, que auxiliam no reconhecimento de objetos, redução de ruídos e na melhora da definição de cores. 

Em suma, o Galaxy S24 Ultra se trata de um smartphone completo e versátil, capaz de oferecer uma excelente usabilidade para quem busca um aparelho para fotos e vídeos, para jogos, usos cotidianos ou no trabalho. 

  • Tela: Dynamic AMOLED 2X, 6.8’ – WQHD+, 120 Hz
  • Processador: Snapdragon 8 Gen3
  • RAM: 12 GB
  • Espaço interno: 256/512GB/1TB
  • Câmeras traseiras: 200 MP (wide), 12 MP (ultrawide), 12 MP (telefoto + retrato), 50 MP (teleobjetiva) 
  • Câmera frontal: 12 MP
  • Bateria: 5.000 mAh

iPhone 15 Pro Max

Imagem exemplificando o trecho de texto anterior

Se o top de linha mais recente da Samsung é o melhor aparelho Android para se comprar em 2024, o mesmo pode ser dito sobre a Apple como o melhor iOS entre os melhores celulares de 2024. A linha iPhone 15 marcou a mudança de conectividade das portas Lightning para USB-C, junto a algumas mudanças no acabamento do aparelho. Já ao falarmos do modelo Pro Max em específico, muitos o consideram o melhor iPhone já feito. Seu design traz a combinação de uma traseira de vidro, com um acabamento que contribui para o conforto ao segurar o celular por muito tempo em cores foscas. Suas laterais, apesar de também foscas, possuem acabamento em titânio. 

Seu desempenho se dá através dos 8GB de memória RAM com o chip A17 Pro. Essa combinação garante suavidade e fluidez na utilização dos apps de forma rotineira, com um uso multitarefa rápido e consistente, além de alcançar um ótimo desempenho em jogos pesados com a Apple GPU. Um outro diferencial desse processador é a sua fabricação em 3 nanômetros, que equilibra o gasto de energia e diminui o aquecimento. Jogos AAA da atualidade, como Resident Evil 4 Remake, rodam tranquilamente no hardware do iPhone 15 Pro Max. 

Sua tela OLED Super Retina XDR de 6.7 polegadas mantém boa parte das características básicas presentes em seu predecessor, como os 120Hz de taxa de atualização, HDR10 e cores DCI-P3, no entanto, o 15 Pro Max alcança picos de brilho ainda maiores, fazendo com que sua visibilidade não fique comprometida quando utilizado próximo a luz solar. Sua bateria de 4.441 mAh garante uma maior autonomia em relação ao 14 Pro Max por contar com uma maior capacidade e hardware melhor otimizado. 

O conjunto de câmeras faz jus ao que é esperado de um iPhone e entrega resultados de altíssima qualidade, apesar de não inovar tanto. “Numericamente” falando, o conjunto é o mesmo presente no iPhone 14 Pro Max, tendo uma lente principal de 48 MP, uma ultrawide/macro, telefoto e frontal com 12 MP. A diferença fica na menor perda de compressão em fotos tiradas na lente principal com resolução máxima com maiores capacidades de zoom, a lente telefoto que possui zoom óptico de até 5x. Além disso, todas as quatro câmeras gravam em resolução 4K a 60 fps. 

O iPhone 15 Pro Max permite uma maior customização de contatos e trouxe um novo modo stand-by que entra em ação quando o celular está carregando, passando exibir o relógio, o calendário e possíveis notificações. Basicamente, se trata da experiência definitiva para quem busca o melhor smartphone da Maçã atualmente.  

  • Tela: Super Retina XDR OLED, 6.7’ – QHD, 120 Hz
  • Processador: A17 Pro
  • RAM: 8 GB
  • Espaço interno: 256/512GB/1TB
  • Câmeras traseiras: 48 MP (wide), 12 MP (ultrawide + macro), 12 MP (telefoto) 
  • Câmera frontal: 12 MP
  • Bateria: 4.441 mAh

Xiaomi 13T Pro 

Imagem exemplificando o trecho de texto anterior

Apesar de ter se popularizado no Brasil por seus celulares intermediários com boa relação custo-benefício, os modelos premium – ou próximo ao segmento – da Xiaomi também são algumas das melhores opções de smartphones para se ter. E pensando nesse recorte, qual modelo que tende a ser o grande destaque da marca, escolhemos o Xiaomi 13T Pro como um dos melhores celulares Xiaomi para se adquirir em 2024. 

Geralmente, ao falar dos modelos da linha 13 da Xiaomi, destacamos o seu desempenho. O chipset Dimensity 9200 Plus de 4 nanômetros junto a 12 GB de memória RAM conta com potência de sobra para usos mais intensos e pesados, incluindo jogos que exigem mais do processamento, como Genshin Impact. E o que confirma ainda mais seu destaque no âmbito do desempenho, e o bom sistema de refrigeramento que ele possui. 

Com brilho de até 2.600 nits, sua tela é outro ponto alto do dispositivo, tanto para jogos quanto para o consumo de conteúdo multimídia. Seu painel AMOLED de 6.67 polegadas e resolução Quad HD, apresenta uma vivacidade de cores sem uma calibragem exagerada, junto a fluidez oferecida pelos 144 Hz, e o máximo de qualidade em filmes e séries tendo suporte a Dolby Vision, HDR10+ com um som estéreo de alta qualidade com Dolby Atmos. 

Mesmo com uma configuração robusta, o Xiaomi 13T Pro não faz feio no que diz respeito à autonomia, tendo uma bateria de 5.000 mAh com suporte a carregamento rápido de 120W. Ou seja, é o suficiente para mais de um dia de usos rotineiros, levando mais ou menos 30 minutos para carregá-lo completamente. Seu conjunto de câmeras não se difere tanto do presente no 13 Pro comum, apresentando imagens de boa qualidade em praticamente todas as lentes, com destaque para sua definição e calibração de cores bem equilibradas. 

  • Tela: AMOLED, 6.67’ – QHD 144 Hz
  • Processador: Dimensity 9200 Plus
  • RAM: 12/16 GB
  • Espaço interno: 256/512 GB/1 TB
  • Câmeras traseiras: 50 MP (wide), 50 MP (telefoto + retrato), 13 MP (ultrawide)
  • Câmera frontal: 20 MP
  • Bateria: 5.000 mAh

Motorola Edge 40 

Imagem exemplificando o trecho de texto anterior

A linha Edge da Motorola vem, ano após ano, se solidificando como uma das principais opções de smartphones premium que se destacam pelo visual refinado e um desempenho que não deixa a desejar quando comparado com suas rivais. E como o melhor celular da marca para comprar atualmente, o Edge 40 foi o escolhido. Tendo recursos como certificação IP68 e suporte a carregamento sem fio, seu design levemente curvado na traseira e na tela é capaz de manter a identidade visual da linha, ao mesmo tempo que se difere um pouco de seus modelos “irmãos”. 

Como também já é de praxe da linha, a tela do Edge 40 é um grande ponto positivo do aparelho, com um display pOLED de 6.55 polegadas, 144Hz e resolução Full HD+. É o tipo de tela que chama a atenção positivamente de quem curte telas com cores bem vivas e saturadas, além de também possuir suporte a HDR10+ e brilho de até 1.200 nits. Seu som estéreo é uma surpresa positiva, tendo boa qualidade e suporte a Dolby Atmos. 

Câmeras não costumam ser um grande chamativo em celulares Motorola, mas o Edge 40 se sobressai nesse quesito, majoritariamente por sua lente principal de 50 MP, que apresenta cores bem equilibradas e uma nitidez bastante característica, além de oferecer ótimos resultados no Modo Noturno e gravar vídeos em até 4K a 60 frames por segundo. 

Por fim, seu desempenho se posiciona de forma curiosa, se destacando em relação aos principais intermediários quase premium da atualidade, apesar de não ser tão “parrudo” quanto os três celulares citados anteriormente na lista. O conjunto formado pelo processador Dimensity 8020 com 8GB de memória RAM funciona tranquilamente no uso de aplicativos cotidianos, apresentando uma usabilidade leve e fluida, além de alternar facilmente entre processos. Já para aplicações mais complexas, como jogos pesados, ele apresenta um aumento considerável de temperatura na parte traseira. Ainda assim, um hardware mais do que capacitado para uso a longo prazo. 

  • Tela: pOLED, 6.55’ – FHD+ 144 Hz
  • Processador: Dimensity 8020
  • RAM: 8 GB
  • Espaço interno: 256 GB
  • Câmeras traseiras: 50 MP (wide), 13 MP (ultrawide + macro)
  • Câmera frontal: 32 MP
  • Bateria: 4.400 mAh

Galaxy Z Fold 5

Imagem exemplificando o trecho de texto anterior

Os celulares com tela dobrável ainda são considerados produtos para um nicho de consumidores devido ao preço elevado e tecnologia presente apenas em poucos aparelhos. Porém é fato que a cada nova geração os smartphones dobráveis aparentam estar melhor resolvidos. Em nossa seleção de melhores celulares, o melhor celular dobrável é o Galaxy Z Fold 5. O design não mudou muita coisa em relação ao seu antecessor, mas agora vem com uma nova dobradiça mais resistente que permite dobrar o celular em diferentes ângulos.

A tela continua a mesma, um display Dynamic AMOLED 2X de 7.6 polegadas de 120 Hz de taxa de atualização e um segundo display Dynamic AMOLED 2X de 6.2 polegadas quando está fechado. A performance é digna de um topo de linha com o processador Snapdragon 8 Gen 2, o mais avançado da Qualcomm até o momento, incríveis 12 GB de RAM e 1 TB de armazenamento interno. Em resumo, os usuários podem utilizar qualquer aplicativo ou jogo, independente do tamanho ou qualidade gráfica, sem nenhuma preocupação.

Agora, falando do conjunto fotográfico, o Z Fold 5 conta com uma lente principal de 50 MP, 12 MP na lente ultrawide, 10 MP na lente teleobjetiva com zoom óptico de 3 vezes.  A câmera frontal tem 4 MP escondida sob a tela e um segundo sensor de 10MP. Podem parecer números pequenos em relação a câmera, mas o processador faz muita diferença no processamento final das fotos e os resultados serão muito bons.

  • Tela: Dynamic AMOLED 2X, 7.6”, Full HD+, 120 Hz;
  • Processador: Snapdragon 8 Gen 2
  • RAM: 12 GB;
  • Espaço interno: 1 TB;
  • Câmeras traseiras: 50 MP (wide), 12 MP (ultrawide), 10 MP (teleobjetiva)
  • Câmera frontal: 10 MP; 04 MP,
  • Bateria: 4400 mAh.

POCO X5 Pro

Imagem exemplificando o trecho de texto anterior

Citamos anteriormente o fato da Xiaomi ter se popularizado principalmente por seus bons celulares custo-benefício, e aqui está um deles. O POCO X5 Pro segue sendo um dos, se não o melhor, custo benefício da marca e um dos melhores celulares para 2024. Seu design é simples e direto, mantendo-se fiel a algumas características básicas da linha POCO, o que resulta em um smartphone bonito, com laterais retas e que ganha ainda mais personalidade nas cores azul ou amarelo. 

Seu conjunto de câmeras não é lá essas coisas, mas se sai bem em locais com boa iluminação, utilizando a lente principal de 108 MP com o HDR ativado, permitindo vídeos em 4K a 30 fps. São registros competentes e de nível intermediário para quem não busca um celular que tem as câmeras como principal ponto forte. Por outro lado, sua lente frontal de 16 MP entrega resultados acima da média em fotografias, e grava vídeos em Full HD a 60 fps. 

Partindo para seus pontos fortes temos o desempenho, que fica a cargo do chipset Snapdragon 778G com 6 ou 8 GB de memória RAM. Logo, temos um hardware que funcionará tranquilamente no dia a dia, entre funções variadas e troca de apps, além de também ser uma boa configuração para jogos, chegando a rodar Call of Duty Mobile em uma média de 60 frames por segundo. 

E parte dessa boa experiência com jogos se dá pela sua tela de alta qualidade. Com 6.67 polegadas, resolução Full HD+ em um painel AMOLED, a tela do POCO X5 Pro proporciona imagens com boa nitidez, fluidez com 120 Hz de taxa de atualização, pico de brilho de 900 nits, além de suporte a Dolby Vision e HDR10+. A bateria fica dentro dos padrões atuais de 5.000 mAh, com o aparelho vindo acompanhado de um carregador de 67W.  

  • Tela: AMOLED, 6.67’ – FHD+ 120 Hz
  • Processador: Snapdragon 778G
  • RAM: 6/8 GB
  • Espaço interno: 128/256 GB
  • Câmeras traseiras: 108 MP (wide), 8 MP (ultrawide), 2 MP (macro)
  • Câmera frontal: 16 MP
  • Bateria: 5.000 mAh

iPhone 14 Pro

Imagem exemplificando o trecho de texto anterior

A Apple não apresentou muitas mudanças em metade de seus aparelhos de 2022, pois o iPhone 14 e 14 Max não inovaram quase nada em comparação a geração anterior, inclusive mantendo o mesmo processador da geração iPhone 13. Já o iPhone 14 Pro e Pro Max concentram as novidades do ano, evoluído em muitos aspectos, mas também mantendo o preço consideravelmente salgado. Entre as duas opções o iPhone 14 Pro oferece uma relação entre custo e especificações mais vantajosa que o iPhone 14 Pro Max.

Entre as mudanças em relação aos seus antecessores, a primeira delas é perceptível de cara e está o notch que agora é uma “ilha” na parte superior da tela e sem estar integrada à borda superior. Além do posicionamento diferente ao redor do Notch, que abriga a lente frontal e os sensores de reconhecimento facial, a região apresenta as principais notificações como de apps de mensagem e players de música.

Quanto ao desempenho, o aparelho é equipado com o A16 Bionic, processador de 4 nanômetros, sendo mais eficiente no consumo de energia e mais potente que o anterior A15 Bionic que ainda está entre os melhores processadores da atualidade. Logo, o desempenho que já era excelente, está ainda melhor no iPhone 14 Pro e não há com o que se preocupar quanto a possíveis dificuldades para rodar jogos ou manter muitos aplicativos rodando simultaneamente. 

Já o módulo de câmeras é composto por uma lente principal de 48 MP, sendo a primeira vez que um smartphone da Apple alcança tal marca e se os iPhones anteriores já tinha câmeras muito boas com apenas 12 MP, com um sensor maior aliando a capacidade de processamento do novo processador as fotos estão ainda melhores. Completam o conjunto de câmeras uma lente zoom de 12 MP com zoom óptico de 3x e uma ultrawide de 12 MP. Além da lente frontal de 12 megapixels e da gravação de imagens com ótima estabilização. 

Por fim, possivelmente, as principais novidades que o iPhone 14 Pro trouxe em seu lançamento são os recursos de segurança como o S.O.S de emergência via satélite em que o aparelho pode tentar enviar uma mensagem de texto aos serviços de emergência via satélite e que por enquanto está disponível apenas em alguns países e o Brasil não está incluso, e o detecção de acidente, função que é acionada caso o iPhone detecte um acidade grave no automóvel em que o aparelho estiver, ligado automaticamente para serviços de emergência, este sim já disponível por aqui. 

  • Tela: OLED, 6,1’ – Full HD+, 120 Hz
  • Processador: A16 Bionic
  • RAM: 6 GB
  • Espaço interno: 128/256/512 GB
  • Câmeras traseiras: 48 MP (wide), 12 MP (ultrawide – 120°), 12 MP (telephoto – 3x zoom)
  • Câmera frontal: 12 MP

Redmi Note 13 Pro 5G

Imagem exemplificando o trecho de texto anterior

Mais um aparelho com excelente custo-benefício da Amazon, o Redmi Note 13 Pro 5G desponta como um boa surpresa para quem quer um celular intermediário. O design do aparelho acompanha a identidade visual dos modelos premium da Redmi, com formato mais quadrado e cantos arredondados. A traseira é feita de vidro e a tela tem bordas super finas para maior imersão.

por falar nela, a tela é um painel AMOLED de 6,67 polegadas com taxa de atualização de 120 Hz. O painel é o típico simples que dá certo. Você vai conseguir assistir seus conteúdos preferidos ou jogar com cores nítidas, contraste equilibrado e brilho intenso, com 1800 nits de pico, o que permite boa visualização até mesmo em dias muito ensolarados. O Redmi Note 13 Pro 5G também conta com suporte ao Dolby Atmos e Dolby Vision para melhorias nos conteúdos audiovisuais.

Para o desempenho do aparelho, a Xiaomi apostou no processador Snapdragon 7s Gen 2, até 8 GB de RAM e 256GB de armazenamento interno. Esse conjunto é suficiente para curtir jogos com qualidade gráfica no alto e desfrutar de aplicativos rodando liso. Agora, falando sobre as câmeras, o sensor principal tem 200 MP, 8 MP na lente ultrawide e a famigerada câmera macro de 2 MP que não acrescenta muita coisa. Elas devem agradar a grande maioria dos usuários, já que conseguem fotos com bastante qualidade, poucos ruídos e boa fidelidade de cores.

  • Tela: AMOLED, 6.7’ – WQHD+, 120 Hz
  • Processador: Snapdragon 7 Gen2
  • RAM: 8 GB
  • Espaço interno: 256GB
  • Câmeras traseiras: 200 MP (wide), 8MP (ultrawide), 2 MP (macro) 
  • Câmera frontal: 16 MP
  • Bateria: 5.100 mAh

Zenfone 10

Imagem exemplificando o trecho de texto anterior

Nem só de celulares grandes vive a nossa lista. Apesar de ser uma tendência da atualidade, os celulares menores e compactos ainda tem o seu lugar, com modelos com configurações robustas e designs singulares. E no caso, entre os melhores celulares compactos da atualidade, o Zenfone 10 é a escolha ideal. Primeiramente, por sua tela, que apesar de não chamar atenção no quesito brilho, não deixa a desejar quando falamos de qualidade de imagem. 

O display Super AMOLED, de apenas 5.92 polegadas, resolução Full HD+ e 144Hz de taxa de atualização se destaca positivamente pela exibição de imagens com boa nitidez e cores vivas, ainda que equilibradas e bem ajustadas, muito pela presença do padrão DCI-P3. HDR10+ é um dos recursos extras que a tela suporta. Em paralelo, o design compacto traz uma pegada confortável, levemente áspera e com uma sensação de material texturizado. De características únicas, está o posicionamento da câmera frontal alinhada ao lado esquerdo ao invés de centralizado. 

E falando em câmeras, seu conjunto é um dos pontos altos do aparelho. Com uma lente principal de 50 MP e uma secundária que serve tanto como ultrawide ou como macro de 13 MP, as imagens obtidas pelo Zenfone 10 são dignas de destaque principalmente pelo nível de detalhe que é reproduzido, que fica ainda mais evidente no modo retrato, que conta com uma separação precisa entre o que está em destaque o fundo. Entretanto, sua exibição de cores pode não chamar tanto atenção por possuir uma abordagem mais neutra. 

Sendo um smartphone top de linha, não há de se esperar menos sobre seu desempenho. Com 8 ou 16GB de memória RAM, o Zenfone 10 é equipado com o Snapdragon 8 Gen2, alcançando uma pontuação em testes de benchmark equivalente a outros modelos premium como Galaxy S23 Ultra. Logo, falamos de um hardware extremamente competente para usos gerais, incluindo ter uma boa performance em jogos pesados. O Zenfone 10 é a opção para quem busca uma ficha técnica robusta em um aparelho compacto. 

  • Tela: Super AMOLED, 5.92’ – FHD+ 144 Hz
  • Processador: Snapdragon 8 Gen2 
  • RAM: 8/16 GB
  • Espaço interno: 128/256/512 GB
  • Câmeras traseiras: 50 MP (wide), 13 MP (ultrawide + macro)
  • Câmera frontal: 32 MP
  • Bateria: 4.300 mAh

Galaxy S23 Ultra

Imagem exemplificando o trecho de texto anterior

O Galaxy S23 Ultra permanece como um dos melhores celulares para se comprar em 2024, com a caneta S-pen e com compartimento para armazená-la, nos moldes dos anteriores Galaxy Note. Além do mais, a sensibilidade do acessório junto a tela é ainda maior, com tempo de resposta praticamente imediato e similaridade cada vez maior ao escrever no papel. Porém, a grande mudança está na nova câmera principal com sensor de 200 MP, que além de ser capaz de gerar arquivos em fotos e vídeos com muita informação, também comprime até 16 MP em 1, resultando em captação de imagens com muita nitidez e captação de luz. O aparelho ainda permanece gravando com resolução 8K ou 4K a 60 FPS

O modelo também conta com processador exclusivo, o Snapdragon 8 Gen 2 for Galaxy, uma versão otimizada para o smartphone da Samsung, além de 8 ou 12 GB de RAM e opções de armazenamento começando em 256 GB, com opção de 512GB e até 1 TB. Como é de se esperar em um smartphone com tais características, não há com que se preocupar com desempenho, pois o aparelho roda qualquer coisa com tranquilidade e fluidez. 

Já a tela do topo de linha da Samsung pode até não ter mudado tanto, mas as especificações seguem incríveis, com display Amoled Dinamico, taxa de atualização de 120 Hz e incríveis 1750 Nits de alcance de brilho, o suficiente para usar a tela do aparelho em um dia ensolarado sem deixar de visualizar o que está sendo exibido no display. 

  • Tela: Dynamic AMOLED 2X, 6.8”,120Hz, HDR10+
  • RAM: 8GB /12 GB;
  • Armazenamento: 256 GB/ 512 GB/ 1 TB
  • Processador: Snapdragon 8 Gen 2 for Galaxy;
  • Câmera principal: 200 MP (wide), 12 MP (ultrawide), 10 MP zoom 10x (telefoto), 10 MP zoom 3x (telefoto);
  • Câmera frontal: 12 MP;
  • Bateria: 5.000 mAh

iPhone 13

Imagem exemplificando o trecho de texto anterior

O iPhone 13 de 2021 não revolucionou o mercado em comparação ao iPhone 12, porém também está próximo do iPhone 14 de 2022, tanto que eles possuem o mesmo modelo de processador, o A15 Bionic, mas com o preço do iPhone 13 mais baixo, sendo o modelo mais equilibrado entre os aparelhos recentes da Apple, por isso continua entre os melhores celulares. 

Visualmente o modelo possui na traseira câmeras  posicionadas na diagonal e na tela ainda temos o notch conhecido como “bigode”. Os entusiastas em vídeo e produtores de conteúdo vão gostar do modo cinemático que alterna automaticamente o foco da imagem gerando um efeito de desfoque semelhante ao modo retrato, mas em vídeos. 

A autonomia e bateria segue melhorando a cada geração e no modelo de 2021 temos, segundo a Apple, 2 horas e meia a mais do que no iPhone 12. Outras especificações que não são novidades, mas sempre fazem diferença na usabilidade são a tela OLED que inegavelmente é superior a melhor tela IPS já usada em iPhones anteriores. 

  • Tela: Super Retina XDR OLED, 6,1”, 60 Hz;
  • Processador: A15 Bionic;
  • RAM: 6 GB;
  • Armazenamento: 128 / 256 / 512 GB;
  • Câmeras traseiras: 12 MP (wide), 12 MP (ultrawide);
  • Câmera frontal: 12 MP;
  • Bateria: não informado.

Galaxy A54

Imagem exemplificando o trecho de texto anterior

A escolha entre o Galaxy A54 e o M54 é feita nos detalhes, já que os aparelhos possuem muitas semelhanças entre eles. Mesmas especificações de hardware, com processador Exynos 1380 e 8 GB de RAM, telas praticamente iguais, com 120 Hz de taxa de atualização e tecnologia Super Amoled, porém sendo um pouco menor no Galaxy A54. 

Outro aspecto em que temos muitas semelhanças é no conjunto de câmeras, pois, apesar da lente principal do Galaxy A54 possuir sensor de 50 MP, a qualidade não deixa a desejar em comparação aos 108 MP do Galaxy M54, mas com o aparelho da linha galaxy A levando a melhor na lente ultrawide 

No quesito design o Galaxy A54 também se destaca entre os demais aparelhos da sua faixa e preço, já que possui construção em vidro, certificação IP67 contra poeira e água. Em resumo, quem prioriza um smartphone com aparência mais premium, quer câmeras melhores e uma tela um pouco melhor, pode encontrar no Galaxy A54 a melhor opção entre os modelos intermediários. 

  • Tela: Super AMOLED, 6,4”, 120Hz
  • RAM: 8GB
  • Armazenamento: 128/256 GB 
  • Processador: Exynos 1380
  • Câmera principal: 50 MP (wide), 13 MP (ultrawide), 05 MP (macro);
  • Câmera frontal: 32 MP;
  • Bateria: 5.000 mAh

Motorola Edge 30 Neo

Imagem exemplificando o trecho de texto anterior

O Motorola Edge 30 Neo se destaca como o melhor custo-benefício da Motorola em nossa lista de melhores celulares. Para quem não quer gastar muito, mas também não abre mão de algumas configurações, o modelo pode ser uma excelente opção de investimento. Para começar, a sua tela com tecnologia OLED de 6.3 polegadas, resolução Full HD+ e taxa de atualização de 120 Hz entrega excelente qualidade de imagem, com cores fortes, riqueza de detalhes e pretos intensos. O nível de contraste é bem equilibrado e o brilho forte, o que também garante boa visualização no sol.

Já em relação ao seu desempenho, o modelo conta com o processador Snapdragon 695, RAM de 8GB e armazenamento interno de 256 GB. Essas configurações são mais que suficientes para a grande maioria dos usuários e além disso ainda consegue rodar jogos com qualidade gráfica alta e vários aplicativos abertos em segundo plano sem que fiquem ocorrendo engasgos e travamentos.

O conjunto fotográfico é um pouco simples, sendo uma câmera principal de 64 MP, ultrawide de 13MP e frontal de 32MP. Os registros terão uma boa qualidade, principalmente com boas condições de luminosidade. O ponto negativo é sua bateria de 4020 mAh em tempos que os 5000mAh já viraram padrão para smartphones Android. Porém, ele vem com carregador turbo de 68 W que garante uma nova recarga em apenas alguns minutos.

  • Tela: OLED, 6.3”, Full HD+,120 Hz;
  • Processador: Snapdragon 695
  • RAM: 8 GB;
  • Espaço interno: 256 GB;
  • Câmeras traseiras: 64 MP (wide), 13 MP (ultrawide)
  • Câmera frontal: 32 MP;
  • Bateria: 4020 mAh

Galaxy M55

Imagem exemplificando o trecho de texto anterior

O Galaxy M55 está entre os melhores celulares para comprar em 2024 substituindo o seu antecessor M54 que já mantinha um alto padrão para a linha, com conjunto de câmeras de qualidade para a categoria, ótima tela e bom desempenho. Começando pelo seu display Super AMOLED Plus de 6.7 polegadas e 120 Hz de taxa de atualização que proporciona boas imagens.

Outro destaque da ficha técnica do aparelho da Samsung é seu conjunto de câmeras, formado pela principal de 50MP, ultrawide de 8MP e macro de 2MP. São câmeras simples, mas que fazem um bom trabalho e estão na média dos aparelhos intermediários. A frontal tem 50MP, muito acima do padrão do mercado, e que entrega selfies com bastante qualidade.

Um bom desempenho também está entre os destaques do aparelho, com processador Snapdragon 7 Gen 1, RAM de 8GB e armazenamento com opções de 128 ou 256GB. Essas configurações permitem uso fluido no multitarefa e jogos rodam sem problemas. O downgrade em relação ao seu antecessor é a bateria, que agora tem o padrão 5.000 mAh, perdendo o posto de melhor bateria que o M54 sustentava.

  • Tela: Super AMOLED Plus, 6.7’’, Full HD+, 120 Hz
  • Processador: Snapdragon 7 Gen1
  • RAM: 8 GB
  • Espaço interno: 128 / 256 GB
  • Câmeras traseiras: 50MP (Principal)  / 8 MP (Grande angular) / 2 MP (Macro)
  • Câmera frontal: 50 MP
  • Bateria: 5.000 mAh

Moto G84

Imagem exemplificando o trecho de texto anterior

Geralmente os aparelhos intermediários na faixa dos 1.500 reais costumam “economizar” em certos pontos para compensar em outros. E geralmente, esses celulares acabam tendo um visual mais simples. O que não é o caso do Moto G84, que apesar de ser um intermediário com um hardware não tão potente, ele é um dos melhores celulares para quem “mira” em um design que salta aos olhos junto a uma tela de alta qualidade. 

O design do Moto G84 une um visual premium, com cores fortes e vivas junto a um acabamento texturizado que contribui não só para sua identidade como um todo, como também para uma pegada confortável que também é incrementada pelo celular não ter um corpo tão grande. Tão chamativo quanto seu visual é a sua tela, de 6.55 polegadas, resolução Full HD+ em um display pOLED. Seus principais destaques estão na reprodução de cores, com muita vivacidade e definição diretamente ligado ao pacote de profundidade de 10-bit, além de seu alto brilho de até 1.300 nits. O consumo de séries e filmes é intensificado ao ser assistido nessa tela, junto ao seu áudio estéreo com suporte a Dolby Atmos. 

Seu hardware pode não ser o ponto alto do aparelho, mas o chipset Snapdragon 695 e os 8GB de memória RAM trabalham bem para oferecer uma boa experiência em tarefas comuns do dia a dia, não apresentando gargalos. O mesmo pode ser dito sobre suas câmeras, que apesar de não serem destaques, não são ruins. A lente principal de 50 MP não faz feio em captar registros simples em boas condições de iluminação. 

  • Tela: pOLED, 6.55’ – FHD+ 120 Hz
  • Processador: Snapdragon 695
  • RAM: 8/12 GB
  • Espaço interno: 256 GB
  • Câmeras traseiras: 50 MP (wide), 8 MP (ultrawide)
  • Câmera frontal: 16 MP
  • Bateria: 5.000 mAh

Redmi Note 12

Imagem exemplificando o trecho de texto anterior

O melhor Xiaomi barato na lista de melhores celulares da atualidade também é um dos mais vendidos. O Redmi Note 12 caiu na graça dos consumidores por uma soma de fatores, sendo elas a perpetuação da fama da linha Redmi da Xiaomi levemente citada anteriormente, como também por ser um aparelho altamente competente dentro de seu segmento. A grande força do modelo está em sua eficiência energética proporcionada pelo chipset Snapdragon 4 Gen1, que garante um bom desempenho a nível intermediário para tarefas diárias, possibilitando que sua bateria de 5.000 mAh possa durar até mais de um dia e meio. 

Junto a seu desempenho, outro ponto forte do Redmi Note 12 é a tela com um display AMOLED de 6.67 polegadas, resolução Full HD e 120Hz de taxa de atualização. Esse conjunto é uma boa “saída” para manter o equilíbrio de energia do aparelho, mas sem deixar de oferecer uma boa qualidade de imagem. Em suas três câmeras traseiras, apenas a principal de 48 MP realmente se destaca pela qualidade, que apesar de dependente do HDR, entrega um bom nível de detalhes e fidelidade de cores. Quanto à gravação de vídeos, ele suporta até 1080p a 30 frames por segundo.  

  • Tela: AMOLED, 6.67’ – FHD 120 Hz
  • Processador: Snapdragon 4 Gen1
  • RAM: 4/8 GB
  • Espaço interno: 128/256 GB
  • Câmeras traseiras: 48 MP (wide), 8 MP (ultrawide), 2 MP (macro)
  • Câmera frontal: 13 MP
  • Bateria: 5.000 mAh

Moto G54

Imagem exemplificando o trecho de texto anterior

A linha Moto G por muito tempo foi uma das grandes referências de celulares intermediários, sempre flertando entre os mais próximos do segmento top de linha e outros mais simples. Já tendo contemplado outros aparelhos da marca de outros segmentos na lista de melhores celulares, o Moto G54 aparece como o melhor Motorola barato, com uma ficha técnica mais simples para usos cotidianos gerais. 

Seu conjunto de câmeras é um de seus pontos positivos, sendo capaz de produzir imagens com bons níveis de contraste, nitidez e fidelidade de cores. Esse resultado pode ser visto utilizando tanto a lente principal de 50 MP quanto a frontal de 16. O processador presente no Moto G54 é o Dimensity 7020, e o aparelho pode ser adquirido nas versões de 4 ou 8GB de memória RAM. 

Como é de se esperar de um intermediário de entrada, não é um hardware para tarefas pesadas, mas que opera sem grandes empecilhos em aplicações comuns, como redes sociais e apps de mensagens. 

  • Tela: IPS, 6.5’ – FHD 120 Hz
  • Processador: Dimensity 7020
  • RAM: 4/8 GB
  • Espaço interno: 128/256 GB
  • Câmeras traseiras: 50 MP (wide), 2 MP (macro)
  • Câmera frontal: 16 MP
  • Bateria: 5.000 mAh

Galaxy A15 5G

Imagem exemplificando o trecho de texto anterior

O básico com bons atributos da Samsung não é uma opção de compra apenas pelo preço,  o Galaxy A15 fecha a lista de melhores celulares como a melhor opção de entrada. A tela do dispositivo conta com display Super AMOLED de 6.5 polegadas e com taxa de atualização de 90 Hz adaptável às necessidades de uso. O desempenho fica por conta do Dimensity 6100 Plus, um chip que entrega bom uso, combinados com 4GB de RAM e armazenamento de até 256GB. 

O aparelho oferece ainda uma boa câmera principal de 50 MP sendo a que será a mais usada, pois as outras lentes da traseira são uma ultrawide de 5 MP e uma macro de 2 MP. Já a bateria do Galaxy A15 é de 5.000 mAh e em um smartphone com potência reduzida a autonomia da bateria deve ficar ainda maior. 

  • Tela: Super AMOLED, 6.5”, Full HD, 90Hz
  • RAM: 4 GB
  • Armazenamento: 128/256 GB
  • Processador: Dimensity 6100 Plus
  • Câmeras traseiras: 50 MP (wide), 8 MP (ultrawide), 2 MP (macro)
  • Câmera frontal: 13 MP
  • Bateria: 5.000 mAh

Leia mais:


Agora que voce já sabe os melhores celulares 2024, confira também as melhores ofertas de TVs e pode economizar ainda mais com o cupom Casas Bahia.