Take a fresh look at your lifestyle.

Volta às aulas: dicas e cuidados com o peso da mochila escolar

A mochila escolar muito pesada pode gerar vários problemas para as crianças, saiba como evitá-los.

A mochila infantil é um item muito importante da lista de material escolar, pois é nela que boa parte dos outros materiais será transportado. Para evitar que os pequenos sintam dores ou até que ocorra alguma lesão, é importante ficar atento ao peso da mochila que as crianças levam para a escola. Conheça algumas dicas para que a mochila infantil fique no peso certo e não prejudique nem a saúde nem o desempenho dos pequenos na escola. 

Leia mais:

Os riscos de uma mochila pesada

Uma mochila muito pesada pode desencadear uma série de problemas para a saúde das crianças em fase escolar. Ao colocar nas costas uma mochila acima do peso recomendado, a criança projeta o pescoço para frente e pressiona os ligamentos da região, resultando em dores. Os ombros também sentem a consequência do excesso de peso e longos períodos com a mochila pesada nas costas prejudicam músculos e articulações. 

Não são apenas as partes do corpo que entram em contato direto com a mochila que sentem o impacto, a alteração na postura gerada pela mochila muda a forma de andar e sobrecarrega joelhos e tornozelos. Embora a coisa seja séria e até certo ponto assustadora, não há motivos para desespero, pois existem dicas e orientações para que a mochila da criança fique com no peso adequado. 

O peso ideal da mochila escolar

O peso da mochila escolar já com os materiais dentro dela não deve ser superior a 10% do peso total da criança. Logo, uma criança que pesa 30 quilos não deve levar para a escola uma mochila com mais de 3 quilos. Conheça algumas dicas para manter o peso da mochila dentro da margem de segurança.

Opte por uma mochila leve 

Embora o conselho seja óbvio, existem mochilas que quando vazias já possuem um peso considerável, desta forma, fica difícil deixá-la com peso adequado com os materiais escolares dentro dela. A troca por modelos que não são específicos para crianças pode até ser mais econômico, mas não é uma boa ideia. As mochilas infantis costumam ser feitas com materiais mais leves e o resultado é um peso total menor. Na dúvida, compare o peso de diferentes modelos de mochilas infantis e opte pelo mais leve. 

Não é necessário que todo o material caiba na mochila

A mochila não deve ser o local onde os materiais ficam guardados. O ideal é levar apenas os materiais que serão usados em cada dia. Caso a criança use fichário, só é preciso levar a quantidade de folhas necessárias para aquele dia. Outra opção é usar cadernos individuais por matérias ou com no máximo duas matérias por caderno, assim o aluno só leva os cadernos das matérias que terá no dia. 

Materiais e itens que podem ser levados fora da mochila, como lancheiras, também ajudam a reduzir o peso da mochila. Outra atitude simples é deixar para encher a garrafa de água na escola e assim transportá-la vazia.

Distribua corretamente os materiais pela mochila

Não basta apenas selecionar os materiais do dia e colocá-los de qualquer forma dentro da mochila. Embora o peso seja o mesmo independente da forma como o material é colocado, distribuí-lo corretamente pode ser a diferença entre uma postura correta ou uma dor nas costas. 

Os materiais mais pesados devem ser acomodados no centro da mochila e próximo às costas, enquanto itens menores ou mais leves espalhados entre outros bolsos. A quantidade de bolsos também pode ser uma armadilha, pois quanto mais bolsos, maior a tentação de preenchê-los com itens desnecessários. 

Mochila com rodinhas pode ajudar, mas nem sempre

A mochila com rodinha é bastante útil para transportar peso, pois com ela o esforço para empurrar é menor e feito pelo braço. Em texto aqui no blog sobre como escolher a mochila infantil,  explicamos que a altura da alça da mochila de rodinhas deve ser a mesma do quadril da criança. 

Apesar da facilidade que as rodinhas proporcionam para puxar a mochila, a indicação de até 10% do peso da criança para o peso total da mochila continua válido. Também é importante verificar se a escola possui boa distribuição de rampas de acesso ao invés de escadas, para que justifique-se o uso de uma mochila com rodinhas. 

Converse com a escola 

Caso a mochila continue acima do peso mesmo após seguir as orientações desta lista, vale consultar a escola para saber o que pode ser feito. Implementar armários para deixar alguns materiais na escola? Distribuir o uso dos materiais mais pesados ao longo do ano para que não sejam levados para a escola ao mesmo tempo? Consulte a escola, converse com os pais de outros alunos sobre assunto. A solução para o excesso de peso da mochila pode aparecer graças a troca de ideias entre os envolvidos.


Uma dica importante para economizar no período de volta às aulas é conferir as promoções de material escolar do Promobit. utilizando o cupom Amazon a lista de materiais fica menos pesada para o bolso.

 

O que você achou desse post?
+1
0
+1
0
+1
0
+1
0
+1
0
+1
0
+1
0
Veja também
Comentários

Novo comentário
cancelar
Responder comentário:

Quer receber alertas de novas postagens?

Receba notificações em seu navegador!