Take a fresh look at your lifestyle.

Conheça mais sobre a origem da Black Friday

Criada nos Estados Unidos, a Black Friday se espalhou para o mundo. Mas você sabe como tudo começou?

Se você está esperando uma mega promoção para comprar um game ou um eletrodoméstico novo, você já deve saber: a BlackFriday é a data certa para fazer essa compra.

Hoje em dia, a data é muito esperada pelos consumidores do Brasil e também de outros lugares do mundo – mas ela já causou muita polêmica. Com foco no comércio online, é possível encontrar uma infinidade de produtos com desconto, para a alegria de qualquer consumidor.

Mas você sabe qual é a origem dessa data agora tão famosa no Brasil e no mundo?

A real origem da Black Friday é desconhecida, mas existem diversos fatos que são aceitos para explicar o fortalecimento do termo.

Em 1869, nos Estados Unidos, Jay Gould e James Fisk tentaram roubar a Bolsa de Valores de Nova York, o que fez com que o governo tivesse que intervir na economia, causando a queda dos preços e a perda de dinheiro para diversos investidores. O acontecimento foi apelidado de Black Friday, por ter se passado em uma sexta-feira.

Em 1960, o termo retornou, dessa vez na Filadélfia, e se referiu pela primeira vez ao dia seguinte a data de Ação de Graças nos Estados Unidos, que é na última quinta-feira de novembro. Devido ao feriado, era comum que a sexta-feira apresentasse muito trânsito nas ruas, o que originou o uso da expressão para a sexta-feira seguinte ao feriado.

Foi apenas nos anos 1990 que os varejistas americanos passaram a adotar o termo para se referir à prática de comércio que se seguia ao feriado de Ação de Graças, que as pessoas aproveitavam para antecipar as compras do Natal, gerando uma boa quantidade de lucro para os vendedores, que utilizavam de promoções e descontos para atrair mais clientes. Curiosamente, muitos lojistas tentaram mudar o nome do evento para Big Friday (ou “Grande Sexta”), por acreditar que o termo “black” poderia afastar os consumidores, mas o novo nome não fez sucesso e o Black Friday foi mantido.

Mas foi apenas nos anos 2000 que a data realmente se consolidou nos Estados Unidos e passou a se espalhar para outros países, como Canadá, México e, eventualmente, países da Europa.

No Brasil, a data foi celebrada pela primeira vez em 2010, entre varejistas de e-commerce, com mais de 50 lojas participando, entre elas Walmart, Americanas, Compra Fácil e Shop Time, em que foi prometido até 70% de desconto em eletrônicos, eletrodomésticos, informática, celulares, CDs e DVDs, livros, games, vestuários, perfumarias e muitas outras categorias.

As primeiras edições da data, no entanto, receberam um grande número de queixas dos consumidores, que chegaram a apelidar o evento de “Black Fraude” devido aos descontos falsos e má-fé da parte dos vendedores. Em 2012, o Procon começou a fiscalizar o evento de perto, publicando dicas de compra para os consumidores e listas de empresas para serem evitadas. Atualmente, alguns varejistas falam em trocar a data da Black Friday para setembro ou outubro, a mais nova polêmica brasileira envolvendo o evento.

compras na internetMas apesar das críticas, a data tem tido um crescimento bastante considerável no Brasil. Em 2012, foram R$ 217 milhões vendidos. Em 2015, o valor aumentou para R$ 1,53 bilhão.

A estimativa para a Black Friday 2017 é que ela deve movimentar R$ 2,2 bilhões em vendas online no Brasil.  com 68% dos consumidores se preparando para comprar algum produto. Com promoções de diversas lojas participantes, a Black Friday deste ano deve causar a alegria de muitos compradores.

No Promobit você pode acompanhar as melhores promoções da Black Friday, com a segurança de aproveitar ofertas reais e de lojas confiáveis. Aproveite e faça sua Lista de Desejos para não perder nenhuma promoção!

Veja também
Comentários

Novo comentário
cancelar
Responder comentário:
Alertas Webpush

Quer receber alertas de novas postagens?

Receba notificações em seu navegador!