Take a fresh look at your lifestyle.

As novidades da Apple em software no WWDC 2017

MacOS, iOS: assim como seus produtos, anúncios de software da Apple também causam sensação. Veja as novidades da edição deste ano.

A Apple realizou nos Estados Unidos recentemente o WWDC, seu maior evento destinado à comunidade de desenvolvedores, em que mostra em primeira mão as futuras versões de seus softwares, seja para dispositivos móveis (smartwatch, smartphone e tablet), seja para seus computadores.

Em 2017, a empresa chegou a surpreender, anunciando produtos durante a conferência, como foi o caso do novo iMac Pro e do HomePod, caixa de som inteligente e controlável via voz. Entretanto, como não poderia deixar de ser, as aplicações foram o grande atrativo do WWDC.

tvOS e WatchOS

O tvOS acaba sendo o menos badalado dos softwares da companhia, mas para a base de usuários da Apple TV, a empresa de Cupertino também reservou novidades. O principal deles foi a chegada do app do Amazon Prime Video, concorrente do Netflix (e da própria Apple) no segmento de vídeo em streaming, à plataforma. A empresa também prometeu novidades até o final do ano, mostrando que não está se esquecendo da tvOS.

Já a watchOS receberá uma interface renovada, contando inclusive com a inteligência da assistente pessoal Siri. O watchOS 4 permitirá acessar conteúdos instantaneamente com o balançar do pulso, dando em tempo real informações como lembretes, estado do trânsito, notícias, entre outros recursos. Além disso, o sistema de inteligência de detecção biométrica durante exercícios também será turbinado para quem usa o relógio para monitorar seus exercícios: isso incluirá, por exemplo, a sincronização com equipamentos de ginástica em academias, caso eles tenham este tipo de conectividade, é claro.

MacOS 10.13 High Sierra

O MacOS 10.13, que rodará nos iMacs e Macbooks, terá como foco a performance, segundo destacou a Apple. Chamado de High Sierra, o sistema será disponibilizado através de um novo formato de dados chamado Apple File System (APFS), o que otimizará o processamento em sistemas com discos em Flash/SSD, inclusive otimizando o armazenamento em áreas como espaço em disco, criptografia de dados e melhor tratamento dos metadados. Além disso, o sistema operacional conta com uma nova ferramenta gráfica, a Metal 2, que trará suporte e drivers otimizados para gráficos de realidade virtual como para Steam VR e Unit.

iOS 11

Apesar de todos os anúncios, o carro-chefe não poderia ser outro. O iOS 11, próxima versão do sistema operacional móvel para os iPhones e iPads prometem grandes aperfeiçoamentos.

O primeiro deles é o Apple Pay Cash, que usará a carteira digital da Apple para permitir a transferência de dinheiro de usuário para usuário – anteriormente o Apple Pay só era usado para pagamentos de usuário para lojas – no novo sistema, basta autenticar a transação usando a Touch ID e enviar uma mensagem (ou dinheiro) via o iMessage (integrado com o Apple Pay). Agora ele pode ser usado para que você cobre aquele seu amigo que está lhe devendo.

O novo sistema operacional mobile também contará com um melhor gerenciamento de fotos. O novo Photos será otimizado para um melhor uso de memória para preservar a qualidade das fotos, usando formatos de compressão como HEVC e HEIF. Além disso, o app incorporará recursos do inteligência artificial para organizar fotos automaticamente e identificar eventos, lugares ou pessoas via reconhecimento de imagem, tipo o que o Google Photos já faz, né?

A App Stores também será renovada, com recursos como o Today Tap, que disponibilizará informações de games, atualizações e apps, assim como acesso rápido aos conteúdos. O Apple Music receberá o MusicKit, ferramenta que aumenta as capacidades sociais do serviço de streaming de música. A ferramenta será aberta a desenvolvedores para que o Apple Music seja integrado mais facilmente a apps de terceiros.

Veja também
Comentários

Novo comentário
cancelar
Responder comentário:
Alertas Webpush

Quer receber alertas de novas postagens?

Receba notificações em seu navegador!