Promobit
Promobit
Notícias

WWDC 2017: As novidades de hardware da Apple

A Apple aproveitou seu tradicional evento para desenvolvedores para anunciar novos produtos e atualizações de algumas linhas.

WWDC 2017: As novidades de hardware da Apple

6 de jun de 2017

0 comentários

Compartilhe:

WWDC é o nome do evento da Apple para desenvolvedores, mas há anos também se torna palco de anúncios de hardware, novos produtos ou atualizações de linhas já existentes. Confira as novidades.

iPad Pro

A Apple também anunciou atualizações na sua linha de tablets profissionais: o iPad Pro de 10,5 polegadas e o iPad Pro de 12,9 polegadas, ambos equipados com tela Retina com ProMotion, que garante taxa de atualização de até 120Hz, e chip de 64 bits A10X Fusion.

Segundo a Apple, o AX10 Fusion ajuda o usuário a enfrentar as tarefas complexas, como edição de fotos e vídeo 4K, renderização de imagens 3D, ou mesmo na hora de jogar. Uma CPU de seis núcleos e GPU de 12 núcleos entregam um desempenho de CPU 30% mais rápido e 40% mais performance do que o chip A9X. Outros destaques são a bateria, desenhada para durar o dia todo, iOS 11, que traz também o novo aplicativo Arquivos, a Dock customizável, melhorias no multitarefa e uma integração mais profunda com o Apple Pen.

Além disso, os iPads Pro vem com câmeras como as do iPhone 7, incluindo uma câmera de 12 megapixels com estabilização de imagem óptica na traseira e uma de 7 megapixel para o usuário fazer FaceTime HD. iPad Pro também possui um sistema de áudio de quatro alto-falante, espaço para chip SIM, suporte para WiFi 802.11ac, LTE Avançada e ID Touch.

O iPad Pro de 10.5 polegadas será vendido em prata, cinza espacial, ouro e ouro rosa e começa em US$ 649 com 64GB e Wi-Fi, e US$ 779 para o modelo de 64GB Wi-Fi + Celular. O iPad Pro de A 12,9 polegadas está disponível em prata, cinza espacial e ouro e começa em US$ 799 para o modelo de 64GB Wi-Fi, e US$ 929 para o modelo de 64GB Wi-Fi + Celular. Os novos Pro modelos de iPad já estão disponíveis para encomenda nos Estados Unidos e em outros 37 outros países e regiões. Brasil, México, Coréia do Sul e outros países e territórios recebem o projeto em julho.

iMac Pro

A Apple sabe que é a preferida entre 99% dos profissionais que trabalham com imagens e por isso lançou um iMac Pro de respeito, mas que só chega em setembro. Com tela Retina de 27 polegadas 5K, o computador de trabalho é equipado com processadores Xeon de até 18 núcleos. Com uma arquitetura tudo-em-flash e novo design térmico, iMac Pro tem até 80% mais de capacidade de arrefecimento no mesmo desenho fino e sem costura do iMac — e que agora vem na cor cinza espacial que está se tornando marca registrada da Apple.

iMac Pro vem ainda com a nova Radeon Pro Vega GPU, isso quer dizer que com seus até 16 GB de memória de alta largura de banda on-pacote (HBM2), o iMac Pro oferece até 11 teraflops de poder de computação precisão simples para renderização 3D em tempo real e alta taxa de quadros para a realidade virtual. E para a computação de precisão, que envolve aprendizagem de máquina, iMac Pro oferece até 22 Teraflops de performance.

iMac Pro também suporta até 4TB de SSD e até 128 GB de memória ECC, vem quatro Thunderbolt 3 portas pode se conectar em até dois arrays RAID de alto desempenho e em duas telas 5K ao mesmo tempo. Pela primeira vez, o iMac Pro possui Ethernet 10Gb.

O iMac Pro está programado para ser lançado em dezembro a partir de US$ 4,999.

HomePod

Ele só chega em dezembro, mas foi anunciado na WWDC também. Em linhas gerais, o HomePod é o concorrente da Apple para o Google Home e para o Amazon Echo. A diferença principal é que ele foi apresentando como um dispositivo inteligente com foco em música, mas é basicamente um alto-falante que responde a comandos de voz e ajuda o usuário a gerenciar outros equipamentos conectados da casa.

No que se trata de música, o HomePod é vinculado ao Apple Music, como já era de se esperar. Com ajuda da Siri, você pode ir dando ao serviço mais informações sobre os seus gostos musicais dizendo “ei, Siri, gosto dessa canção”, ou ainda fazer perguntas do tipo “ei, Siri, quem é o baterista?”. O equipamento de sete polegadas de altura é equipado com seis microfones para melhor ouvir seus donos. Outro recurso interessante é que ele faz uso de uma inteligência especial para perceber onde o usuário se encontra no espaço, se perto ou se longe, para então ajustar o volume da música.

No coração do equipamento está um chip A8. O HomePod estará disponível por US$ 349 nas cores branco ou cinza espacial a partir de dezembro, inicialmente nos EUA, Austrália e Reino Unido. Ele é compatível com o iPhone 5s e posterior que estejam rodando OS 11.

Atualizações em iMac, MacBook e MacBook Pro

A Apple também atualizou a linha iMac com placas gráficas mais potentes, processadores mais rápidos, Thunderbolt 3, opções de armazenamento mais rápidos e telas Retina mais brilhantes, além de uma opção com 4K no iMac de 21,5 polegadas por US$ 1.299.

O iMac agora possui a linha Kaby Lake, processadores de última geração da Intel com até 4.2 GHz com Turbo Boost até 4,5 GHz que suporta até duas vezes mais memória que a geração anterior. O armazenamento Fusão Drive agora padrão em todas as configurações de 27 polegadas e no iMac de 21,5 polegadas. Gráficos no iMac também ficaram mais poderosos com a nova Radeon Pro 500 com até 8 GB de VRAM.

A Apple também atualizou seus MacBook e MacBook Pro com processadores mais rápidos, acrescentou SSDs mais rápidos e introduziu um novo MacBook Pro de 13 polegadas por US$ 1.299. O MacBook também vem com Kaby Lake, processadores com até 1.3 GHz Core i7 com Turbo Boost até 3,6 GHz.

O MacBook Pro de 13 polegadas apresenta Kaby Lake processadores até 3,5 GHz Core i7 com Turbo Boost até 4,0 GHz, e o de 15 polegadas MacBook Pro vai até 3.1 GHz Core i7 com Turbo Boost até 4,1 GHz. A Apple também atualizou MacBook Air de 13 polegadas com um processador de 1,8 GHz.

Veja também