Take a fresh look at your lifestyle.

Vai ter um bebê? Guia definitivo com tudo que precisa saber para escolher e economizar nas compras nessa fase

Montamos um guia definitivo para ajudar você a comprar tudo para a chegada do bebê e ainda economizar em todas as etapas.

A chegada de um bebê traz muitas etapas: fazer exames, juntar algum dinheiro, pensar no enxoval, montar um quarto novo (ou pelo menos parte dele), lidar com a família e, claro, conseguir comprar tudo que precisa, dando preferência a produtos de qualidade e pelo menor preço possível. 

A boa notícia é que em relação ao último item, você pode contar com o Promobit! Além de reunirmos as melhores promoções da principais lojas do Brasil, nós preparamos um guia definitivo com tudo que precisa saber na hora de escolher todos os itens essenciais para comprar antes da chegada do novo bebê à casa ou apartamento e como ter certeza que está pagando o mínimo possível por eles. Dividimos o material por categorias para facilitar a sua busca. 

Montar o quarto do bebê: móveis e itens indispensáveis, decoração e espaço

A montagem do quarto do bebê envolve a escolha de móveis duráveis, com bom custo-benefício e que possam ser usados pela criança mesmo depois de ela crescer um pouco. Para que haja praticidade e conforto, o quarto vai precisar conter, pelo menos, um berço; móveis para guardar as roupas, brinquedos, mantas, fraldas e outros produtos; uma cadeira de amamentação; e um toque especial na decoração. Vamos especificar a melhor maneira de escolher cada item desses e ainda como pagar barato por cada um. É importante pensar em itens versáteis, mesmo que eles custem mais no começo e a peça se torne um investimento depois. 

Berço

O berço é um dos móveis mais importantes do quarto do bebê. Primeiro de tudo, você precisa conferir se ele possui o selo do Inmetro. É este selo que vai garantir que, por exemplo, o espaço entre as barras do berço está correto para não causar acidentes e se as medidas do produto são realmente as prometidas.  

Existem dois padrões de berço, que definem a medida interna dele: o nacional (1,30m x 60cm) e o americano (1,30m x 70 cm). O padrão americano é o mais escolhido entre as famílias, pois a variedade de colchões e jogos de cama encontrada para ele é maior. Mas, não se esqueça de considerar o espaço total do móvel para saber se ele vai caber no quarto e conseguir planejar a disposição das outras peças que vão compor o espaço do bebê. 

Atenção para a dica: Se você precisa otimizar espaço no quarto do bebê, aposte em móveis versáteis que possam cumprir outras funções, como um berço que se transforma em mini-cama ou uma cômoda que venha com trocador. 

Nossa indicação é apostar em um berço mini cama com trocador

O móvel tem uma estrutura de berço comum, mas que fica suspensa à outra estrutura de cama de solteiro. Ao lado do berço, você consegue contar ainda com um trocador e gavetas. Quando você perceber que seu filho já pode dormir na cama, poderá transformar a gaveta em um móvel de cabeceira, comprar um colchão maior e ainda utilizar a cama. 

Com toda essa estrutura, este tipo de berço pode parecer ser caro demais, mas, além de ser um investimento para uma economia futura, se você baixar o app do Promobit e aproveitar nossas promoções, vai conseguir economizar. Para te mostrar isso, calculei o preço médio do Berço Multifuncional Selena Amadeirado Carolina Baby Branco, que chegou a R$585,88. Porém, aqui no Promobit, a peça já apareceu por R$531,99. Não parece muito, mas somando com todos os seus gastos, vai fazer uma grande diferença. 

Foto: Tricae
Quer receber avisos sempre que aparecer Berço Mini-Cama em promoção?

Já se você preferir um berço que se transforme em mini-cama, mas que não tenha gavetas ou trocador, sugerimos o modelo Multifuncional 3 em 1 Bbi-51 Branco D’italia, cujo preço médio é R$216,33, mas que já apareceu no Promobit custando R$159,99

Foto: Tricae
Quer receber avisos sempre que aparecer Berço Multifuncional em promoção?

Colchão para o berço do bebê

Se você já deu uma olhada em alguns berços para comprar, deve ter reparado que alguns modelos trazem também um colchão, mas nós não recomendamos que ele seja utilizado. O ideal, para a saúde do bebê é comprar um colchão separado que esteja de acordo com as características da criança. 

Para escolhê-lo, é importante pensar na densidade da peça. Ela dita o quão “mole” ou “duro” o colchão será e, como as crianças não têm estrutura óssea fortificada ainda, não é bom que elas afundem quando estiverem deitadas. Para bebês com menos de três anos, ele deve ter densidade 18 (código D18) e depois vai corresponder ao peso a à altura da criança conforme ela for crescendo. 

Os bebês têm necessidade de sustentação, por isso, não é recomendado que fiquem em colchões de mola. Dê prioridade para os feitos de espuma, pois são mais firmes. Colchões antialérgicos e antiácaros podem ser um diferencial para a saúde da criança. Também existem os colchões anti-refluxo (mais altos em uma das extremidades, onde deve ficar a cabeça do bebê, para garantir que ele não engasgue), mas eles são para casos específicos. Se for necessário, pode-se comprar apenas um travesseiro para esse fim e colocá-lo no berço.

Por fim, antes de comprar um colchão novo para o bebê, verifique se ele é impermeável ou não. Esses modelos facilitam a limpeza caso o bebê vomite ou faça xixi – o que é bastante comum), mas não são muito recomendados por causarem calor e, por conta disso, desconforto ao pequeno. Pode ser mais interessante comprar uma capa protetora para colchão feita de pano e apenas lavá-la quando isso acontecer.

Para qualquer caso, não se esqueça de verificar se o colchão também possui o selo do Inmetro, garantia de que ele segue mesmo as especificações da embalagem. Outra recomendação é não comprar colchões usados, pois eles podem chegar à sua casa com a espuma gasta (já que foi utilizado por outro bebê), com manchas e sem a qualidade ideal. 

Para encontrar colchões de qualidade e baratos, acesse o Promobit e baixe o app para aproveitar nossas promoções. 

Poltrona de amamentação

Outro item indispensável para montar o quarto do bebê é uma poltrona de amamentação, já que este é um dos momentos de maior vínculo entre mãe e filho e, por isso, deve ser sentido da maneira mais confortável possível para ambos. É importante adquirir uma poltrona do tipo, porque ela garante um local exclusivo para o aleitamento materno e ajuda a embalar a criança antes, durante e depois da amamentação, já que um bebê mama muitas vezes por dia e em horários desregulados. Além disso, proporciona um espaço calmo e silencioso para mãe e bebê ficarem concentrados na tarefa. 

Atenção para a dica: Mesmo que você compre sua poltrona de amamentação online, recomendamos ir até lojas físicas experimentar diversos modelos, para escolher o mais confortável e poder sentar em cada um para provar a maciez e outros pontos importantes que vamos destacar. 

Para escolher a melhor poltrona, é necessário testar várias posições ali para ver se a mãe vai ficar confortável. Sabe-se que a poltrona de amamentação é a correta quando apoia todo o comprimento das costas da mãe e o encosto, que deve ter apoios nas laterais, termina na altura da cabeça. Os pés devem tocar o chão mesmo com as costas encostadas no encosto, pois isso dará apoio para a mãe se ajustar e segurar a criança enquanto amamenta e garantirá toda a ergonomia necessária. 

Outra dica é verificar o tecido da cadeira para escolher aquele que trará mais praticidade para a rotina dos pais. O enchimento das poltronas na maioria das vezes é feito por espuma, mas ela pode ser revestida por poliéster ou também por espuma. 

Para garantir conforto na hora de amamentar, a recomendação é adquirir cadeiras com pés de balanço e puff para a mãe poder apoiar os pés quando estiver muito cansada (os puffs também ajudam as mães mais baixas e as que têm problema de circulação, pois fazem com que os pés fiquem para cima). O balanço também serve para ninar o bebê quando ele estiver pegando no sono, mesmo sem querer mamar, e a arrotar, depois de mamar. Por último, é necessário verificar se é possível apoiar os braços confortavelmente na poltrona, por conta do peso do bebê. 

Nossa indicação é a Poltrona Amamentação Balanço e Giratória com Puff Luxo Ariella, cujo preço médio é R$1099,00, mas que já apareceu no Promobit por R$999,00

Foto: Carrefour
Quer receber avisos sempre que aparecer Poltrona de Amamentação em promoção?

Já uma versão sem ser de balanço e sem encosto lateral para a cabeça, chamada Poltrona de Amamentação com Puff Siena Móveis Corino Branco, cujo preço médio é R$499,00, já apareceu por R$299,90

Foto: Amazon
Quer receber avisos sempre que aparecer Poltrona de Amamentação com Puff em promoção?

Para aproveitar promoções de poltrona de amamentação e de outros itens necessários para o quarto do bebê, baixe o app do Promobit e aproveite nossas ofertas.

 Gaveteiro

Um outro móvel que deve compor o quarto do bebê é o gaveteiro, para guardar as roupas, cobertores e mantas, que ocupa menos espaço e dá mais liberdade para a criança brincar. Como a vestimenta do bebê é bem pequena, um guarda-roupa inteiro vai ser demais para tudo, além de haver perda de espaço útil, por conta do cabideiro. A sugestão é começar a pensar em comprar um guarda-roupa para a criança no momento em que ela estiver perto de completar três ou quatro anos. 

Nossa sugestão é um modelo com seis gavetas e uma porta, que pode ser a Cômoda Provence 6 Gavetas Branca Acetinado Planet Baby, cujo preço médio é R$669,12, mas que já apareceu no Promobit por R$619

Foto: Americanas
Quer receber avisos sempre que aparecer Cômoda 6 Gavetas em promoção?

Se você preferir uma cômoda de seis gavetas, mas sem porta, recomendamos a Cômoda Pão de Mel 6 Gavetas – Henn, cujo preço médio é R$354,82, mas também já apareceu no site por R$275,41

Foto: Magazine Luiza
Quer receber avisos sempre que aparecer Cômoda Infantil em promoção?

Itens de decoração

Na hora da decoração você tem liberdade para criar, mas uma dica é pensar em itens que deem a sensação de calmaria, como utilizar cores ou papéis de parede neutros e mais claros nas paredes, e itens que promovam a autonomia da criança. Não precisa carregar o cômodo com muitos objetos, almofadas decorativas e outros itens não tão essenciais, até porque nos primeiros meses de vida o bebê não identifica cores. 

Para escolher possíveis quadros e bichos de pelúcia, é possível pensar em um tema único de afinidade da família, como viagem, natureza, jogos, animais ou outros. Assim, fica mais fácil combinar os itens entre si. 

Outra dica é adquirir um cesto de organização para guardar os brinquedos (a recomendação é adquirir brinquedos de encaixe, brinquedo aramado, blocos de montar, massinha de modelar, uma lousa de parede e brinquedos de faz de conta no geral – aqueles que fazem a criança imitar papéis da vida real, como mamãe, papai, médico, caixa de supermercado, professor, etc). Assim, também fica mais fácil de a criança, quando estiver mais crescida, entender onde deve guardá-los e pegá-los.  

Tanto caixa organizadora quanto os brinquedos você pode encontrar por ótimo preço em uma das promoções que aparecem no Promobit. Baixe o App agora mesmo e aproveite! 

Por falar em autonomia para pegar e guardar brinquedos, se houver a vontade de estimular a autonomia da criança desde o princípio, pode-se optar por montar o quarto no estilo montessoriano, ideia concebida por meio da teoria de Marta Montessori, educadora, médica e pedagoga. Esse tipo de quarto preza pela liberdade dos bebês e os estimula a serem independentes, além de fugir totalmente das ideias tradicionais. 

Um elemento presente no quarto montessoriano que é necessário em qualquer tipo de quarto de bebê é o tapete sensorial, que pode ser usado pelas crianças desde o início das brincadeiras até mais ou menos os cinco anos. Ele nada mais é do que um tecido grosso que deve ser colocado no chão para a criança explorar diversas sensações. Isso porque esse tipo de material deve ter espaço para botões, velcro, algodão, palitos de sorvete, espuma… diversos materiais para ajudar o bebê a se desenvolver. 

É necessário atenção para não colocar objetos que podem machucar o bebê (como conchas de praia) e prendê-los bem, para que o bebê não engula nada sem querer. Para obter o melhor resultado, o ideal mesmo é mandar fazer em lugares especializados. Se não for possível comprar um tapete sensorial, adquira pelo menos um pedaço grande de EVA, que servirá como um tapete, e será um espaço para a criança brincar e explorar. 

Agora, um item que não precisa estar no quarto da criança é o kit protetor de berço, seja ele montessoriano ou não. O uso desse kit é contra indicado pela Sociedade Americana de Pediatria e pela Sociedade Brasileira de Pediatria, porque alguns dos itens presentes nele podem causar asfixia, sufocamento e morte súbita nos pequenos enquanto eles dormem. Além disso, corre-se o risco de, quando estiver um pouco maior, a criança escalar os protetores laterais e as pelúcias e, sem querer, cair do berço. 

Bebê a bordo: escolher bebê-conforto, carrinho para passear e mais

Além de pensar no quarto do bebê e tudo o que ele envolve, a família também precisa ficar atenta ao transporte da criança e como fazer isso de forma segura. Por isso, destacamos o uso do bebê-conforto, logo após o nascimento, e do carrinho, para transporte em passeios e em visitas a amigos ou familiares. 

Bebê-conforto

Assim como o quarto do bebê deve ser montado antes de ele nascer, você também deve adquirir um bebê-conforto com antecedência, porque o bebê deve ser transportado em um assim que sair da maternidade. Às vezes, pode acontecer de o bebê nascer antes do previsto e você não pode estar despreparado ou levar a criança no colo. Por isso, não deixe para adquirir o bebê-conforto de última hora e já dê uma pesquisada nos preços por agora. Se tiver dúvidas, você pode utilizar o fórum do Promobit para conversar com a comunidade. 

De acordo com regras estabelecidas pelo Conselho Nacional de Trânsito (CONTRAN), é obrigatório o uso do equipamento por crianças que tenham até um ano. Para escolhê-lo, você deve observar se ele tem o selo do Inmetro; se tem sistema de segurança de cinco pontos (em que as tiras passam pelos ombros, pernas e abdômen) e não só três (em que as tiras só passam pelos ombros e abdômen); se é bem acolchoado, pois isso ajuda a diminuir impacto; e se tem protetores laterais de cabeça, para ajudar a acomodar melhor a criança. 

Alguns dos modelos que indicamos são o Tutti Baby Nino, uma opção com balanço (para ninar o bebê mesmo fora do carro), cujo preço médio é R$203,91, mas que já apareceu no Promobit por R$199,90

Foto: Americanas
Quer receber avisos sempre que aparecer Bebê-conforto em promoção?

Sugerimos também o Cybex Aton 5, cujo preço médio é R$1017,72, mas que já pipocou por R$567,54 e é um modelo completo.  

Foto: Fast Shop
Quer receber avisos sempre que aparecer Cybex Aton 5 em promoção?

E o Maxi Cosi Citi, que tem base e pode ser usado em aviões. O preço médio desse último é R$930,20 e ele já apareceu no site por R$417,99. Para ter acesso à essas e outras promoções para bebês e crianças, não se esqueça de baixar nosso app de promoções

Foto: Amazon
Quer receber avisos sempre que aparecer Maxi Cosi Citi em promoção?

Quando o bebê crescer e atingir um ano e um mês, ele deve começar a utilizar um outro tipo de equipamento para andar em automóveis e isso ainda vai mudar mais algumas vezes conforme a criança for crescendo, mas não é necessário se preocupar agora, porque não vai ser utilizado pelo bebê de imediato.

O descumprimento das regras de utilização do bebê-conforto ou de qualquer outro equipamento para automóvel é considerado infração gravíssima, conforme prevê o Código de Trânsito Brasileiro (CTB) e está sujeito à multa e pontos na Carteira Nacional de Habilitação. 

Carrinho

Por fim, outro item muito utilizado pelo bebê, mas que dependendo da rotina da família, poderá ser comprado depois do nascimento, é o carrinho. É importante reparar nas diferenças entre eles, pois existem carrinhos de quatro rodas; carrinhos de três rodas e até aqueles que permitem que o bebê fique na posição completamente deitada. 

O carrinho de três rodas é mais robusto se comparado ao de quatro. Ele tem um sistema melhor para absorver choque, o que é ótimo se o terreno for muito irregular ou acidentado, como as ruas, ou se você quiser correr com o bebê, tomando cuidado. As rodas dele são maiores, o que o torna mais estável. Ele também é mais pesado e mais largo, por isso, a recomendação é medir todos os espaços que ele vai entrar antes de comprá-lo, como o elevador, a porta de casa etc. 

Há também os carrinhos que são reclináveis a ponto de deixar a criança totalmente deitada. Esses modelos possuem sombreiro para proteger do sol e compartimentos para colocar bolsa ou outros itens do bebê, o que já é visto em outros carrinhos comuns. A diferença é que o uso do carrinho de bebê que reclina totalmente é indicado somente para bebês que tenham de seis meses em diante ou até 15 quilos de peso. 

Se houver dúvida sobre qual o melhor carrinho para escolher, nossas recomendações são:  

O Cosco Reverse Travel System, cujo preço médio é R$549,62, mas que já apareceu no Promobit por R$367,99.

Foto: Amazon
Quer receber avisos sempre que aparecer Carrinho Travel System em promoção?

O Cosco Travel System Nexus, um bom custo-benefício, porque vem com bebê-conforto (o preço médio do modelo é R$815,43, mas já pipocou no Promobit por R$484,50).  

Foto: Casas Bahia
Quer receber avisos sempre que aparecer Cosco Travel System Nexus em promoção?

O Galzerano Cross 1430, uma opção com três rodas, que não tem histórico no Promobit, apesar de o menor valor dos últimos seis meses ter sido R$399,79. 

Foto: Americanas
Quer receber avisos sempre que aparecer Galzerano Cross 1430 em promoção?

E o Safety 1st Mobi, o mais completo, cujo preço médio é R$1639,22, mas que já apareceu por aqui por R$1394,99

Foto: Submarino
Quer receber avisos sempre que aparecer Safety 1st Mobi em promoção?

Se a mãe estiver grávida de gêmeos, recomendamos comprar o Chicco Echo Twin, cujo menor preço nos últimos seis meses foi R$1079,10, apesar de não ter histórico no Promobit (e quando uma promoção do tipo aparecer novamente, ela vai estar).

Foto: Magazine Luiza
Quer receber avisos sempre que aparecer Chicco Echo Twin em promoção?

Atenção para a dica: vale a pena adquirir um carrinho que venha junto com um bebê conforto. Apesar de eles serem mais caros que os carrinhos comuns, são mais completos. Além disso, também não há a preocupação de acordar o seu bebê na hora que for tirá-lo do carro, já que você vai apenas pegar o bebê-conforto no carro e encaixá-lo no carrinho. 

Fraldas: como aproveitar uma promoção e quais escolher

Você sabia que é possível calcular a quantidade de fraldas que um bebê vai utilizar antes mesmo de ele nascer? Apesar do número não ser exato,  é importante para você conseguir adequar melhor seu planejamento financeiro e aproveitar promoções de fraldas de um tamanho e marca que ele se adapte, até porque ele vai utilizar muitas, aproximadamente 4230 fraldas até sair delas, se forem todas descartáveis. 

Pelos nossos cálculos, que você pode conferir no texto que ensinamos como calcular a quantidade de fraldas que um bebê precisa, em média, um bebê pode utilizar: 

  • 200 fraldas RN; 
  • 1200 fraldas P; 
  • 1080 fraldas M; 
  • 1350 fraldas G; 
  • 400 fraldas XG e XXG. 

Porém, é importante observar o crescimento do bebê a cada ultrassom, para descobrir, nos últimos exames, com mais ou menos quantos quilos ele vai nascer, pois alguns bebês nem chegam a usar a fralda RN. É necessário também verificar as especificações nos pacotes de fraldas, porque cada marca tem uma padronagem diferente e o tamanho P de uma pode ser diferente do tamanho P de outra. 

Baixe o App do Promobit e acompanhe as promoções de fralda para economizar ao máximo. 

Por isso e também porque o bebê pode ser alérgico a algum componente ou marca, não é recomendado fazer estoque de fraldas de apenas um tamanho ou marca. O ideal, se você for inclusive pedi-las no chá de bebê, é pedir de marcas e tamanhos muito variados. 

Como aproveitar uma promoção de fralda?

Depois de descobrir que seu bebê vai utilizar tantas fraldas, você pode ter ficado assustado com o custo que isso significa. Mas, não se preocupe, você vai ver como aproveitar uma boa promoção de fraldas: o primeiro passo, como destacamos, é baixar o app do Promobit, que reúne as melhores promoções de fraldas, de marcas diferentes e seguras para o seu bebê. O segundo é calcular o preço da fralda por unidade dentro do pacote. 

Para exemplificar, peguei como exemplo dois pacotes de Fralda Huggies Supreme Care Hiper, tamanho M, com quantidades diferentes, que apareceram aqui no Promobit. O primeiro, tinha 80 unidades e custava R$27,90, o que significa um custo de R$0,34 por fralda. O outro tinha 240 unidades e custava R$105,21, o que dá um custo de R$0,43 por fralda. 

Isso quer dizer que, mesmo que você tenha que comprar mais pacotes por vez, neste caso ainda era mais interessante comprar montes de 80 unidades. Esse tipo de conta você pode fazer sempre que for comprar fralda, estiver no supermercado, ou for presentear alguém. 

Foto: Carrefour
Quer receber avisos sempre que aparecer Fralda em promoção?

Quais marcas de fraldas escolher?

As melhores fraldas que particularmente indicamos são Huggies Supreme Care, a que utilizei como exemplo para fazer o cálculo unitário da fralda; Huggies Little Swimmers, específica para usar na piscina, cujo pacote com 12 fraldas do tamanho P já apareceu por aqui custando R$20,80, o que daria um custo de R$1,73; Babysec Pants, que tem como personagem a Galinha Pintadinha (um kit com 48 unidades do tamanho XG/XXG já pipocou por aqui por R$50,70, o que daria um custo de R$1,05 por fralda).

Também recomendamos a Pompom Protek, cujo pacote de fralda de tamanho M com 30 unidades já apareceu por R$16,55 (o que daria um custo de R$0,55 por fralda) e outro pacote também do tamanho M, mas com 50 unidades, apareceu por R$29,03 (o que somaria um custo de R$0,58 por fralda, se tornando mais vantajosa a compra de pacotes com menos unidades) e Mamypoko, cujo pacote de Fralda-Calça para o dia e para a noite, com 34 unidades, já apareceu no Promobit por R$26,90 (o que daria um custo de R$0,79 por fralda) e outro pacote nas mesmas especificações, mas com 68 fraldas, custando R$85,90, o que somaria um custo de R$1,26 por fralda e tornaria a compra do outro pacote mais vantajosa.  Se quiser aproveitar promoções de fraldas como essas e até por preços mais baixos, não se esqueça de baixar o app de promoções do Promobit

Foto: Amazon
Quer receber avisos sempre que aparecer Fralda MamyPoko em promoção?

Também é possível optar pelas fraldas ecológicas da marca Herbia Baby, por exemplo, feitas a partir da batata e do milho, matérias-primas vegetais renováveis, ou então fraldas de pano, feitas de algodão ou algodão misturadas com forro plástico, que podem ser lavadas e utilizadas novamente pela criança, sem precisar jogar fora. Apesar de serem mais caras, acabam sendo um investimento, devido ao cálculo de uso de fraldas descartáveis acima e a alta produção de lixo.  

Outras vantagens são o risco de menos assaduras, pois a pele do bebê ficará em contato apenas com um tecido natural, o algodão, dependendo do modelo escolhido; o fato de uma mesma fralda de pano poder ser usada 300 vezes diferentes; e a pele do bebê ventilar melhor em comparação de quando uma fralda descartável é usada. 

Para se adequar a esse tipo de fralda é utilizá-las quando a mãe, o pai ou quem for cuidar da criança estiver em casa, assim haverá mais tempo hábil para lavá-la. Quando estiver na rua ou em algum compromisso, utilizar a fralda descartável. 

Enxoval: como se preparar para a vinda da criança 

Agora, se a preocupação é descobrir como preparar o enxoval da criança, perceba que ele compõe tudo aquilo que o bebê vai precisar para viver bem nos próximos meses, seja para se vestir, tomar banho, dormir ou comer (e é basicamente isso que os bebês fazem nos primeiros meses, além de chorar bastante). Mas, vamos por partes, porque você também deve considerar o que a família e o bebê vai precisar para a hora do nascimento. 

Enxoval

O grande pulo do gato da lista de enxoval de bebê é descobrir quais são os itens realmente indispensáveis e quais são aqueles que não precisamos nos preocupar, além dos outros que podemos adquirir quando o bebê for maior, como uma escova de dentes (que deve ser usada somente quando os dentinhos começarem a nascer, geralmente a partir dos seis meses de idade, se o bebê não tomar nenhum tipo de leite ou fortificante industrializado). 

O que é muito necessário ter em mente é mais ou menos em que mês o bebê vai nascer, para conseguir priorizar que tipo de roupa comprar primeiro, ainda mais se o orçamento for apertado. Não esqueça que o Promobit é uma comunidade que reúne promoções, então, baixe o app para pagar mais barato em produtos para bebês. 

Pois bem, um segundo pensamento muito necessário é saber que os bebês crescem muito rápido. A não ser que ele seja um bebê prematuro, não é recomendada a compra de produtos RN (para recém-nascidos), porque muito provavelmente a maioria deles não vai ser usada. Roupas muito apertadas também limitam os movimentos da criança, o que não é legal, porque ela precisa explorar tudo com o corpo e conhecer o mundo. 

Além disso, será necessário comprar muitas, muitas peças, já que qualquer ação do bebê pode sujar a roupa: alguma brincadeira, ao arrotar, ao trocar a fralda, etc. Aliás, para facilitar a troca das roupas e o banho, é interessante priorizar peças com botões, principalmente em macacões, vestidos, mijões e bodies. 

Para facilitar o dia a dia da lavagem das roupas (e aqui estão incluídas as mantas, fraldas de pano e babadores), é recomendado deixar os enfeites, babados, rendas e brilhos de lado, pois essas características dificultam a ida das roupas para a máquina de lavar. A recomendação é utilizar peças simples e neutras que poderão ser usadas novamente com rapidez. 

Mas, se a pergunta mesmo for “depois de tudo isso, o que você considera essencial comprar para o enxoval do bebê?”, a resposta é: 

  • Optar pela toalha comum ao invés da toalha feita para bebês, porque elas são maiores e envolvem melhor o bebê; 
  • Deixar de lado os produtos caros que não representam um bom custo benefício; 
  • Comprar fraldas de pano para a hora da comida, porque são mais eficientes que babadores (são maiores e por isso cobrem mais a roupa do bebê, que se suja bastante, porque está explorando, e isso é normal); 
  • Adquirir uma tesourinha, para cortar as unhas, já que às vezes os bebês já saem da barriga da mãe com elas grandes e podem se machucar acidentalmente; 
  • Uma pomada para assaduras, utilizada troca de fraldas. 

É possível acrescentar brinquedos simples para o banho, para quando ele for maior, como as peças chuveirinho que imitam animais; mamadeiras de tamanhos diferentes (é importante ter mais de uma para levar água, suco de frutas e leite para o mesmo passeio); escova e pente; algodão, para usar na higienização em geral; e uma banheira, essencial para limpar a criança. 

Enxoval para o nascimento do bebê

 

O enxoval da mãe, do pai e do bebê para o nascimento vai ser usado todos precisarem ir finalmente para o hospital. Mães e pais, escolham peças confortáveis, como um moletom ou calça de malha e uma camiseta mais larguinha. Lembrem-se de lavar as roupas antes de arrumar a bolsa, com sabão neutro, e passá-las, pois o bebê estará muito suscetível a pegar bactérias e o melhor é se livrar delas o máximo possível. Além disso, não misturem as roupas dos adultos com as do bebê, pois essa dinâmica facilitará a organização do hospital. Alguns, inclusive, têm suas próprias sugestões do que levar na bolsa maternidade. 

Para a mãe, a sugestão é separar conjuntos de peças íntimas e sutiãs de amamentação; camisola ou pijama com abertura frontal, pois facilita a amamentação; roupão para o banho e para andar pelo quarto; chinelo confortável, que não escorregue, para não cair sem querer; produtos de higiene pessoal, como xampu, condicionador, sabonete e hidratante; (muitos) absorventes higiênicos, pois é normal a mulher sangrar depois de parir, seja parto normal ou cesárea; documentos de identidade, carteirinha do convênio médico ou do SUS, exames (ultrassonografias e de pré-natal) e comprovante de residência. 

Para o pai, é recomendado que leve roupas confortáveis para passar o dia e dormir no hospital; documentos; alimentação, que deve conter também o necessário para a mãe. 

E para o bebê são necessários macacões adequados à estação; cobertor; mantas de algodão; (muitas) fraldas descartáveis de tamanho P; meias; bodies e mijões; luvas (opcional); touca (opcional); produtos de higiene (xampu e sabonete) pente, para caso o bebê nasça cabeludo; algodões e pomada para assaduras, para quando for trocar o bebê; e fraldas de boca.  


Agora que você já sabe como comprar tudo para a chegada do bebê e economizar, aproveite ainda algum cupom Americanas ou cupom Submarino para pagar menos!

O que você achou desse post?
+1
1
+1
0
+1
0
+1
0
+1
0
+1
0
+1
0


Prepare sua lista de desejos para Black Friday

Para não perder nenhum promoção de TV, celular, eletrodomésticos ou qualquer item que está de olho para essa Black Friday, prepare sua Lista de Desejos agora mesmo e receba alertas assim que aparecer uma promoção no Promobit.

Veja também
Comentários

Novo comentário
cancelar
Responder comentário:

Quer receber alertas de novas postagens?

Receba notificações em seu navegador!