Take a fresh look at your lifestyle.

Travesseiro Nasa: tecnologia espacial ou apenas marketing?

Popular entre os consumidores, descubra se o travesseiro Nasa possui relação com agência espacial americana e quais os diferencias da tecnologia utilizada nele.

0

Dizem que um bom travesseiro nos faz sentir como se dormíssemos nas nuvens. Se estivermos falando do modelo da Nasa, podemos dizer que a analogia está mais perto do sentido literal do que figurado.

Todo mundo já ouviu falar ou viu uma propagando desse produto, que promete trazer a tecnologia da agência espacial americana para dentro de casa. Porém, o quanto isso é verdade e o quanto é apenas marketing e mais importante: realmente vale a pena comprar um travesseiro da Nasa?

Leia também:

Tecnologia Nasa

Por mais surpreendente (pelo menos para mim), o material utilizado na fabricação realmente foi desenvolvido pela agência espacial americana. No entanto, seu uso não era melhorar a qualidade do sono e sim aumentar o conforto e a segurança do estofamento das naves.

A tecnologia, que ganhou o nome de espuma viscoelástica, foi criada pelos cientistas Chiharu Kubokawa e Charles Yost. No entanto, apesar dos pontos positivos, o material foi reprovado e nunca saiu da estratosfera (o sentido da analogia realmente é mais figurado do que literal). O viscoelástico não foi aceito, entre muitos motivos, porque o material possuía um cheiro forte que poderia atrapalhar os astronautas durante a missão.

travesseiro-Nasa

Da nave até o travesseiro

Após ser reprovado nos testes de qualidade da agência espacial americana, Charles Yost criou uma empresa em parceria com a Nasa para comercializar o material para uso em outros campos. Tudo isso aconteceu ainda nos anos 1960, mas demorou mais duas décadas para ser usado em produtos mais populares e finalmente podermos ter em nossas casas o travesseiro da Nasa.

Antes de ser usado para produção do travesseiro da Nasa, o viscoelástico foi utilizado no campo da medicina e até em estofamento para capacetes de futebol americano. Com o tempo, o material ficou mais barato e seu odor diminuiu consideravelmente, o que permitiu que pudesse ser utilizado em aplicações domésticas.

Diferenciais do travesseiro da Nasa

O travesseiro da Nasa é um dos mais indicados para quem procura por um modelo ideal para uma boa noite de sono. Seu principal diferencial é a capacidade de se acomodar ao formato e peso do corpo, mantendo todo o toque macio e conforto além de se adaptar sempre que a pressão é exercida em outro ponto, como quando a pessoa se vira ou rola na cama.

Essa característica é possível porque o viscoelástico é capaz de absorver praticamente toda a força exercida sobre ele sem provocar pressão contrária. Além de garantir um toque macio, essa propriedade faz com que o travesseiro da Nasa ajude na circulação do sangue.

Cuidado ao comprar travesseiro Nasa

Na hora de escolher o modelo desejado, é preciso ficar atento à composição, material e densidade. Algumas marcas, apesar de propagandear que comercializam o travesseiro da Nasa, vendem produtos que não possuem viscoelástico como material e sim espuma compacta. Por consequência, eles não possuem nenhuma das vantagens de contar com o produto.

Outro problema que pode acontecer é o modelo possuir viscoelástico apenas em sua camada exterior e ser maioritariamente fabricado com espuma compacta. Além disso, é preciso ficar atento à densidade do produto, que se for muito baixa, não será capaz de manter suas propriedades. Infelizmente essa informação não está tão clara, sendo necessário fazer as contas para chegar no valor, que deve ser entre 29 e 34.


Você já teve um travesseiro Nasa? Conta a sua experiência para nós aqui nos comentários.

Comentários

Novo comentário
cancelar
Responder comentário:

Quer receber alertas de novas postagens?

Receba notificações em seu navegador!