Bar aberrto_TopBanner
Guias de Compra

Smartphones que decepcionaram em 2022

Confira quais foram os aparelhos que frustraram as expectativas dos consumidores ou que não fizeram tanto sentido em seus lançamentos

Avatar do membro Vinicio Rolim Lira

Vinicio Rolim Lira

17 de dez de 2022

0 comentários

Compartilhe:

Muitos smartphones foram lançados em 2022, alguns deles muito bons, outros nem tantos e tem também aqueles aparelhos que não são necessariamente ruins, mas que devido à expectativa criada, seja pela qualidade do aparelho anterior da linha em que pertence, ou pelas ações de marketing dos fabricantes, decepcionam os consumidores. Tendo em mente que um aparelho decepcionante pode ser também uma boa opção de compra a depender das suas necessidades e que não trata-se de um ranking, confira quais foram os smartphones que decepcionaram em 2022. 

Moto E22

Imagem exemplificando o trecho de texto anterior

Não há nada de errado em aparelhos de entrada, afinal existem consumidores para todas as necessidades e com diferentes orçamentos. A decepção com o Moto E22 está no fato do valor estar próximo a de outro aparelho básico da Motorola, o Moto E32, mas com uma ficha técnica ainda mais básica. 

Com apenas 4GB de RAM e 64 GB de espaço interno será inevitável desinstalar alguns APPs para instalar novos Aplicativos ou para poder fazer fotos e vídeos. O aparelho não é de todo ruim, possui um visual interessante e tela com taxa de atualização de 90Hz, porém pelo valor médio atual de R$800 vale pagar um pouco a mais e optar pelo Moto E32 que possui processador um pouco melhor e bateria mais duradoura. 

Galaxy A73

Imagem exemplificando o trecho de texto anterior

Aqui temos um aparelho que sofreu devido a própria expectativa que a fabricante criou em gerações anteriores do aparelho. Desde o Galaxy A70 o aparelho intermediário premium da marca é uma das melhores opções para quem quer um celular cada vez mais p´roximo dos topos de linha, porém a falta de novidades do Galaxy A73 em relação ao anterior Galaxy A72 torna a compra vantajosa apenas para quem possui um outro smartphone com especificações inferiores e deixando desnecessário o upgrade para quem já conta com o Galaxy A72. 

Do design à tela, passando pela bateria, não houve mudanças consideráveis e as atualização ficaram restritas ao processador que foi atualizado, assim como a taxa de atualização que subiu de 90 Hz para 120 Hz, além da entrada para fones de ouvido ter sido removida no aparelho de 2022. 

A principal mudança ocorreu na lente principal que passa a ter 120 MP, porém não é a mesma qualidade de imagens de lentes de 120 MP de aparelhos topo de linha como o Galaxy S22. A escolha de uma lente principal maior obrigou a Samsung a trocar uma câmera teleobjetiva com zoom de 3x por uma lente macro de 5 MP, certamente um downgrade,  já que poucos intermediários contam com câmera zoom..  

O Galaxy A73 é um bom celular, mas a falta de evolução em relação ao ano anterior não deixa de ser frustrante. O preço médio atual é de R$2.300, mas aqui no Promobit o Galaxy A73 já esteve disponível por R$1.599 

iPhone 14 

Imagem exemplificando o trecho de texto anterior

Mais uma vez temos um aparelho que é vítima da expectativa, pois é impossível não ficar curiosos com o que está por vir em cada nova geração de iPhones e na geração iPhone 14 as novidades vieram, mas apenas nos aparelhos Pro e Pro Max. Câmera de 48 MP, processador A16 Bionic, Dynamic Island que combina a câmera frontal com os sensores e aproveita a área para acrescentar modificações sem que o elemento fique colado na lateral da tela, todas as novidades ficam nos iPhones 14 Pro e 14 Pro Max. 

Já o iPhone 14 possui praticamente a mesma ficha técnica que o iPhone 13, inclusive o mesmo processador e as mesmas especificações de tela. Algumas mudanças pontuais como um sensores das câmeras que estão um pouco maiores, mas nada que justifique o investimento em detrimento do iPhone 13 que ainda possui um custo-benefício melhor.

Moto G42

Imagem exemplificando o trecho de texto anterior

A Motorola renovou a linha Moto G em 2022 com muitos aparelhos interessantes em especificações, mas que quando comparados torna difícil a escolha do consumidor, já que são bastante semelhantes. No caso do Moto G42, o aparelho possui 4 GB de RAM, 128 GB de espaço interno e processador Snapdragon 680, um típico chip intermediário. Tal especificação é a mesma encontrada no Moto  G52 e praticamente a mesma do Moto G62, com exceção do processador que no G62 é o Snapdragon 480 Plus que apesar do número menor em sua nomenclatura, é mais potente e com suporte ao 5G. 

Ainda entre as semelhanças, a tela do Moto G42 é OLED com e com resolução Full HD+, assim como no G52, porém o aparelho mais básico possui taxa de atualização de 60 Hz, contra 90 Hz do Moto G52. No mais, temos as mesmas especificações de câmeras e bateria. O ponto em que torna tudo decepcionante é a diferença de preço entre os aparelhos. Atualmente o Moto G42 está na faixa dos R$1.200, enquanto o Moto G52 custa em média R$1.250. 

Por uma diferença de preço tão pequena entre o Moto G42 e o Moto G52, fica difícil encontrar argumentos para comprar o modelo com tela de 60 Hz, a não ser durante as promoções do modelo, como aqui no Promobit em que o Moto G42 já esteve disponível por apenas R$1.080. 


As melhores promoções de smartphones você encontra aqui no Promobit e você pode economizar ainda mais em suas compras com o cupom Americanas ou cupom Submarino.