Take a fresh look at your lifestyle.

Que diferença faz a quantidade de bits na gravação de um vídeo?

Saiba como a quantidade de bits na gravação de um vídeo afeta o resultado final e o que os principais serviços de streaming fizeram para evitar sobrecargas.

Às vezes, ao assistir um filme na Netflix em uma televisão maior, a qualidade ficará menor e isso acontece não por que a resolução foi diminuída, mas porque a imagem em si possui menos dados. Em telas menores, como a de um notebook, a diferença pode ser imperceptível. Mas isso tem uma explicação.

Com o crescimento de acessos em serviços de streaming desde o início da pandemia, em 2020, algumas medidas precisaram ser adotadas para evitar que os servidores entrassem em colapso devido a sobrecarga de acessos.

Leia mais:

Quer receber avisos sempre que aparecer Smart TV em promoção?

O que é bitrate?

Um vídeo, seja filme, série ou desenho, é composto por milhares de quadros que são reproduzidos, em modelos de TV, monitores e notebooks mais básicos, a uma taxa de 30 quadros por segundo (30 FPS). Assim, as imagens são reproduzidas 30 vezes no tempo de 1 segundo. Cada quadro contém uma determinada quantidade de dados, assim, esses 30 quadros reproduzidos em 1 segundo formam a taxa de bitrate, que varia de acordo com cada conteúdo.

Com isso, o bitrate é equivalente ao volume de dados que são transmitidos por segundo. No início da pandemia, a Netflix, por exemplo, reduziu seu bitrate para que seus servidores fossem capazes de enviar menos informações aos usuários. Com isso, a qualidade de imagem também é reduzida, afinal, são menos dados transmitidos.

O que é taxa de transmissão e taxa de transferência?

A velocidade com que as informações são processadas é chamadas de taxa de transmissão, ou seja, quanto mais alta essa taxa, mais rápidos os arquivos são baixados. Essa taxa é medida em bit por segundo, ou Kbps, e é de extrema importância para serviços de streaming, como a Netflix. Afinal, a taxa de transmissão afeta diretamente a qualidade dos conteúdos. Quando a taxa é baixa, é comum que a imagem fique bem ruim e toda pixelada.

Para saber o volume total dos dados a serem transmitidos, existe a taxa de transferência, que é responsável por quantificar esses dados que são transmitidos por segundo. Nesse caso, a medição é feita por Kilobytes, ou KBps.

Assim como a taxa de transmissão, a taxa de transferência afeta na qualidade final do conteúdo. Se a quantidade de dados transmitidos por segudo for alta, a qualidade será boa; se for baixa, será ruim.

Que diferença faz a quantidade de bits na gravação de um vídeo?

quantidade de bits na gravação

Assim, a quantidade de bits na gravação de um vídeo pode deixá-lo mais “pesado”. Ainda que a qualidade final do produto seja maior, ele corre o risco de não ser reproduzido na resolução na qual foi gravado por conta das medidas adotadas pelos serviços de streaming.

Quando o bitrate é reduzir, isso ajuda a aliviar a capacidade dos servidores que, quando sobrecarregados, ocasionam falhas de conexão e podem até cair. No caso do YouTube, a plataforma reduziu a qualidade padrão dos vídeos, mas ainda é possível aumentá-la manualmente. No entanto, essa medida é eficiente para que menos informação seja transmitida dos servidores para os usuários e, consequentemente, menos falhas por sobrecarga ocorram.


Aproveite as melhores ofertas de TV no Promobit e tenha uma economia ainda maior em suas compras utilizando algum cupom Submarino ou cupom Magazine Luiza.

Veja também
Comentários

Novo comentário
cancelar
Responder comentário:
Alertas Webpush

Quer receber alertas de novas postagens?

Receba notificações em seu navegador!