Take a fresh look at your lifestyle.

O básico para não passar raiva: quais as configurações mínimas para um celular em 2021?

Apresentamos quais são as configurações mínimas necessárias em um smartphone para usá-lo sem ter dor de cabeça.

Hoje em dia comprar um smartphone pode ser mais complicado do que parece, já que aquele aparelho que algum conhecido sugeriu para você pode ter sido uma boa compra há dois anos, mas hoje uma furada completa. Para ajudar o consumidor a não comprar um aparelho e decepcionar-se poucos meses depois, apresentamos as configurações mínimas para um celular em 2021 para não te fazer passar raiva. 

As configurações que indicamos como requisitos iniciais são aquelas especificações mínimas para que o smartphone seja bem utilizado no dia a dia. Não abordaremos configurações para uso multitarefa avançado, jogos pesados ou para fotos profissionais, mas as configurações iniciais para que seu aparelho demore mais tempo para ficar lento, que ocasionalmente rode jogos menos exigentes, seja capaz de fazer bons registros fotográficos do seu cotidiano entre outros aspectos. 

Leia mais:

Portas e conectividade

Começando as configurações mínimas para um celular pela conectividade, seja ela com ou sem fio, um smartphone em 2021 precisa ser dual band, com suporte a redes wi-fi 2.0 ou 5.1 para que seu novo smartphone não deixe de conectar-se a redes sem fio independentemente da opção. Já quanto a portas de conectividade, infelizmente a entrada P2 para fone de ouvido está sumindo dos aparelhos recentes, mas caso o modelo possua é um ponto positivo. Para carregamento da bateria, a entrada USB-C é recomendada para garantir o suporte ao carregamento rápido.  

Quer receber avisos sempre que aparecer smartphone em promoção?

Configurações de hardware

Processador: existem muitas opções de processador, mas como parâmetro, podemos usar os processadores da Qualcomm, com a linha 600 de processadores Snapdragon sendo o mínimo para que seu aparelho seja capaz de rodar a maioria dos aplicativos e alguns jogos mobile, embora não na qualidade gráfica máxima. 

Usando o mesmo parâmetro, processadores da Mediatek a partir da linha Helio P20 já são capazes de proporcionar o básico da usabilidade. Quanto aos processadores da Samsung, chips a partir do Exynos 850 já oferecem bom desempenho, como no caso do Galaxy A21s. 

RAM: a capacidade de RAM é uma das maiores armadilhas para usuários leigos, pois a atualização do Sistema Android e dos principais aplicativos, mesmo quando não estão abertos, funcionam em segundo plano, como Whatsapp e Facebook, fazendo com que a memória RAM fique defasada. Até bem pouco tempo, 3 GB de RAM eram suficientes, mas em aparelhos de 2021 o mínimo recomendado já está em 4 GB. 

Armazenamento: A mesma lógica da memória RAM pode ser aplicada à capacidade de armazenamento. Embora alguns smartphones topo de linha possuam espaço interno superior ao de muito notebook, 128 GB já é mais do que suficiente para maioria dos usuários. Com 64 GB de espaço interno já é possível ter os principais aplicativos do dia a dia e armazenamento para suas fotos e vídeo, mas de vez em quando ter que fazer uma limpeza em seus arquivos que não são mais necessários, mas sem ser surpreendido com a mensagem de armazenamento esgotado. 

Tela

A tela dos smartphones evoluiu muito nas últimas gerações e atualmente as telas OLED e Super Amoled deixaram de ser exclusividade dos modelos topo de linha, assim com a taxa de atualização superior aos 60 hz. Entretanto, o mínimo que uma tela precisa ter para proporcionar uma boa experiência ao usuário não precisa ir tão longe. As telas IPS são capazes de oferecer ótima visibilidade e reprodução de imagens, assim como a taxa de atualização de 60 hz.

Em 2021, uma tela de smartphone com resolução Full HD+ já pode ser considerada algo comum. Embora existam boas telas HD em smartphones, as telas Full HD já estão bastante disseminadas, inclusive em modelos básicos. 

Bateria

Aumenta a capacidade de desempenho e funções dos smartphones, aumenta a exigência energética. Não por acaso as baterias aumentaram consideravelmente em 2021. Em um cenário com aparelhos de 6.000 mAh e até 7.000 mAh de bateria, não é preciso tanto para garantir um dia completo de uso e apenas carregar o dispositivo no início da noite. As configurações mínimas para um celular em relação a bateria atualmente fica na casa dos 4.000 mAh, tamanho suficiente para não passar aperto com pouca bateria ao longo do dia. 

Câmeras

Definir o que é básico em conjuntos de câmeras é algo complexo, pois o interesse em fotografia para smartphones varia de usuário para usuário, mas alguns requisitos podem ser usados como parâmetro. Embora a quantidade de megapixels não seja sinônimo de qualidade, a câmera principal com pelo menos 12 MP já proporciona boas fotos. Inclusive nós temos um texto aqui no blog que explica por que as câmeras do iPhone são de 12 MP

Os aparelhos mais simples atualmente possuem conjunto de câmeras composto além da câmera principal, câmera ultrawide e câmera macro. A câmera ultrawide costuma variar entre 8 MP e 12 MP, mas as duas opções são capazes de proporcionar boas fotos. Já com a câmera macro, apesar de muitos aparelhos contarem com lente macro de 2 MP, o mínimo para ter boa qualidade com uma câmera macro é de 5 MP.


Confira aqui no Promobit as melhores promoções de smartphone e pague mais barato na compra do seu novo aparelho. para economizar ainda mais aproveite o cupom Americanas e o cupom Submarino.

Não conhece o Promobit?

O Promobit foi criado em 2014 para ajudar o consumidor a encontrar as melhores promoções da Black Friday. Hoje somos a maior Comunidade de Ofertas da internet, reunindo as melhores promoções de TV, Celular, Fraldas, Geladeira, Notebook Gamer e muito mais, além dos mais variados cupons de desconto.

Veja também
Comentários

Novo comentário
cancelar
Responder comentário:

Quer receber alertas de novas postagens?

Receba notificações em seu navegador!