Promobit
Promobit
Promobit Explica

Mito ou Verdade: baterias de celular viciam?

Neste artigo, explicamos um pouco sobre as baterias, se elas viciam ou não e porque atualmente os celulares ficam descarregados tão rapidamente.

Mito ou Verdade: baterias de celular viciam?

19 de dez de 2018

0 comentários

Compartilhe:

“Tenho que trocar meu celular, porque a bateria está viciada”. Há um tempo atrás era muito comum ouvir essa frase por aí, mas será que ela ainda se aplica? Neste artigo, explicamos se as baterias de celular de hoje viciam ou não, contamos um pouco sobre elas e explicamos o porquê de atualmente os celulares ficam descarregados tão rapidamente.

As baterias que viciam

Antigamente, existiam mesmo baterias que “viciavam”, ou seja, tinham um efeito memória que reduzia a durabilidade diária do celular. Por conta da matéria-prima, que primeiro era níquel-hidreto metálico e depois passou a ser níquel cádmio, elas não podiam ser carregadas novamente se ainda estivessem com um pouco de carga disponível, porque passavam a “memorizar” o valor da carga restante como o valor mínimo para precisarem ser carregadas novamente. 

Na prática, se você tivesse uma bateria de celular com carga máxima de 3,6 volts e a colocasse para carregar com um volt disponível para uso, ela passava a determinar que esse um volt era o mínimo para necessitar de outra carga e passava a carregar só 2,6 volts por vez. O carregamento era assim cada vez que a bateria não estivesse completamente vazia, constantemente diminuindo a capacidade dela.

Quando isso acontecia e se tornava inviável utilizar o celular com aquela bateria, as pessoas eram obrigadas a substituí-las por outras novas. O processo era mais fácil do que agora, pois os aparelhos não costumavam ter bateria interna como atualmente.

Isso não acontece mais

Atualmente, as baterias de tablets e celulares são feitas de íon-lítio e já corrigem essa característica das baterias antigas, ou seja, em nenhuma circunstância elas ficam viciadas, por conta da nova matéria-prima que se usa. Logo, a frase do início do artigo é falsa. Não é  mais necessário esperar a bateria do celular acabar para deixá-lo no carregador.

Da mesma forma, os conceitos antigos de que usar o celular enquanto a bateria está carregando ou de que deixá-lo carregando além do tempo necessário prejudicam o desempenho do aparelho e da bateria também se tornam inverdades. O único fator no qual você deve ficar atento é que carregar o celular a mais do que o preciso faz com que energia elétrica seja consumida desnecessariamente.

Por que então carregamos a bateria do celular com frequência?

iphone

Basicamente, isso acontece porque cada vez mais surgem jogos e aplicativos que exigem alto desempenho do aparelho e, logicamente, quanto mais os utilizamos, mais a bateria será gasta e precisará ser carregada novamente. Então, se a sua bateria estiver com baixa duração, verifique de que forma você usa seu celular e tente reduzir essa frequência. Mesmo assim, se isso persistir, pode haver algum defeito de fabricação nela e então é necessário verificar o problema. Baterias paralelas (não originais) tendem a ter menor qualidade e apresentar mais problemas.


Agora que você já sabe que as baterias de celulares não viciam, que tal aproveitar as promoções de smartphones do Promobit e também nossos cupons de desconto para garantir os melhores preços?