Take a fresh look at your lifestyle.

Review do jogo Outlast 2

1

A Red Barrels conquistou sua fama mundial ao espantar o mundo com o excelente Outlast. Será que a companhia consegue fazer o mesmo com a sequência do jogo?

Em Outlast 2, controle Blake Langermann, um jornalista investigativo e câmera man que está atrás da própria esposa, desaparecida enquanto investigava o brutal assassinato de uma jovem sem nome. A esposa de Blake, Lynn, desapareceu na região de Supai, que é conhecida por ter um culto apocalíptico bizarro. Agora, ele deve encontrá-la e enquanto tenta sobreviver a um terror que provavelmente vai fazer você pensar duas vezes em muitos dos momentos do jogo se quer mesmo avançar ou não.

Como a ideia do jogo é ser uma espécie de Walking Simulator, ou seja, tudo o que você pode fazer é correr ou morrer para os inimigos, o jogo justifica essa decisão com o seguinte: você está lá apenas para documentar tudo e encontrar a sua mulher, e não para explodir tudo e a todos. Outlast 2 trabalha essa premissa de uma forma bem interessante, e usa isso ao seu próprio favor para te aterrorizar e causar repulsa em diversos momentos do jogo.

Uma regra de Outlast que quase nunca falha é: se você vê algo repulsivo, nojento, macabro ou sangrento, você provavelmente vai ter que passar por esse lugar nos próximos 10 ou 15 minutos. O jogo repete essa técnica várias vezes durante a aventura, e mesmo assim consegue manter as experiências num patamar não repetitivo, sempre criando um clima de tensão que faz o jogador nunca se sentir 100% confortável com o jogo.

Outlast 2 terror

Dentro do jogo, a Red Barrels não poupou nem um pouco a narrativa e o fato do jogo ter ganho um rating para adultos. Você vai encontrar abuso doméstico, violência sexual, tortura, aproveitamento religioso, líderes corruptos, alusões a cultos suicidas americanos e assim por diante. O jogo realmente é bastante pesado nesse sentido e, por isso eu reafirmo: se você não tem um estômago forte para essas coisas, esse jogo realmente não é pra você, e um dos pontos mais enfatizados dentro do jogo é o terror que as mulheres passam dentro desse culto, afinal de contas, estamos falando de fanáticos religiosos. Meninas e mulheres apanham e são forçadas a fazerem o que não querem. E você vai acompanhar esse sofrimento de perto.

O único grande problema da história de Outlast 2 é que ela fica muito tempo nesse tópico e entra de cabeça no culto, mas nunca evolui para além disso. Não há nenhuma grande revelação e você meio que fica pensando “er… cadê o resto do enredo?”. Talvez a Red Barrels devesse ter trabalhado melhor nele.

Outlast 2 review

Mas e o jogo vale a pena? Outlast 2 é um jogo pesadíssimo. Se você tem um estômago fraco, se você perde o sono fácil e assim por diante, esse não é um jogo para você, pois ele vai te deixar mal de verdade com o pior lado possível do ser humano e, por mais que o jogo não seja baseado em fatos reais, ele é inspirado em alguns deles. Se você não tem problemas com isso, e é masoquista com o terror, esse é um jogo para você. Lembre-se, você não tem nenhum tipo de defesa além de correr e se esconder, e isso é algo que me agonia profundamente em jogos.

Confira promoções de games no Promobit e adquira Outlast 2 por um super preço!

8.5
Muito bom!
  • Nota 8.5/10
Veja também
Comentários

Novo comentário
cancelar
Responder comentário:

Quer receber alertas de novas postagens?

Receba notificações em seu navegador!