Campanha Antecipa Black Friday Ponto
Promobit
Promobit
Promobit Explica

Tendências para os smartphones em 2021

O que esperar do mercado de smartphones para o próximo ano de acordo com os últimos movimentos dos principais fabricantes.

Tendências para os smartphones em 2021

4 de jan de 2021

0 comentários

Compartilhe:

Alguns movimentos de mercados de smartphones ao longo do ano torna possível visualizar as tendências para o setor em 2021. Se em 2020 nós vimos os aparelhos ganharem baterias duradouras, câmeras macro e telas com taxa de atualização acima dos 60Hz, o que esperar para o próximo ano? Confira o que pode ser tendência para os smartphones em 2021.

Quer receber avisos sempre que aparecer smartphone em promoção?

Aparelhos grandes, possível volta dos pequenos e menos vidro

Baseando-se nos vazamentos do futuro Galaxy S21 e no já lançado Galaxy Note 20, podemos dizer que pelo menos na Samsung, é possível que apenas os aparelhos mais avançados mantenham a traseira em vidro. Dos dois aparelhos da linha Note 20 lançados no segundo semestre, apenas o Note Galaxy Note 20 Ultra conta com a traseira em vidro, enquanto o Note 20 tradicional é feito em plástico. Ao que tudo indica a mesma lógica será aplicada aos futuros modelos da linha Galaxy S para 2021. 

Os aparelhos devem continuar em grandes, com suas telas cada vez mais próximas das 7 polegadas e desafiando o conceito de portabilidade, porém, como o que a Apple faz também costuma virar tendência, em 2020 a maça trouxe o iphone 12 Mini, a versão reduzida do aparelho que pode motivar outros fabricantes a lançar versões menores de smartphones Android, como já aconteceu com o Galaxy S10e em um passado recente. 

Leia mais:
  • 20 melhores celulares para comprar em 2020
  • 10 melhores celulares Xiaomi para comprar em 2020
  • 10 Melhores celulares Samsung para comprar em 2020

Aparelhos mais acessíveis com 5G

Motorola Edge foi o primeiro aparelho do Brasil com suporte ao 5G

Entre os muitos aparelhos que a Samsung lançou no Brasil e no mundo em 2020, um em especial chamou a atenção embora possua configurações relativamente modestas. O Galaxy A42 que chegou à Europa em outubro tem o mesmo padrão de muitos aparelhos da marca, 4GB de RAM, 128GB de armazenamento, tela apenas HD, porém o novo processador é o destaque. O Snapdragon 690 é até o momento o chip mais acessível com suporte às redes 5G e a proposta do Galaxy A42 é ser um smartphone com preço mais baixo, mas já com a nova geração de internet móvel. 

O modelo não possui previsão de chegada ao Brasil e a rede 5G ainda engatinha por aqui, mas como já existem alguns aparelhos premium e até intermediários premium como o Moto G 5G, espera-se que em 2021 opções menos caras comecem a chegar também por aqui. 

Telas Super amoled ainda mais populares e taxa de atualização maiores também nos intermediários

Galaxy S20 com tela de 120 Hz

2020 foi o ano em que presenciamos também aparelhos menos potentes com telas Super Amoled ou Amoled, como o Galaxy A30s que já havia chegado nos últimos momentos de 2019. Para 2021 não é de se surpreender que modelos ainda mais simples passem a contar com tal tecnologia de display. O fim das telas com resolução HD também seria uma boa, mas nesse caso trata-se mais de um desejo do que uma perspectiva. 

Outra inovação que deve continuar a ganhar força no ano que virá são as telas com taxa de atualização superior a 60Hz e que devem ser mais frequentes em modelos intermediários e não apenas nos topos de linha. 

Câmeras: 8K com melhor estabilização?

Já há alguns anos o destino dos conjuntos ópticos dos smartphones parece apontar para modelos com cada vez mais lentes. Vide o Xiaomi Mi 10, aparelho com cinco câmeras, sendo duas lentes zoom. Falando em lentes zoom, em 2020 percebemos que a capacidade de aproximação de imagem híbrida em óptico e digital ainda é um gargalo dos conjuntos de câmeras dos smartphones. Zoom de até 10x, ok, mas 100x ou 50x definitivamente não funcionou. 

2020 também foi o ano em que muitos lançamentos topo de linha superaram o 4K como resolução máxima para captação de imagem. O Motorola Edge Plus chegou ao 6K, enquanto a linha S20 e Note 20 registram imagens em 8K. Para 2021 fica a expectativa de estabilização de imagem aperfeiçoada também com a resolução 8K e com mais quadros por segundo.

Bateria: o grande destaque de 2020 e que deve gerar mais polêmica em 2021 

Note 10 Plus
2021 será o ano do carregamento sem fio?

No último ano vimos a capacidade de bateria dos smartphones crescer e atingir números nunca antes alcançados. Se no início de 2020, a média era de 4.000 mAh de bateria, chegamos ao final do ano considerando tal capacidade insuficiente para determinados estilos de uso. O primeiro a chegar chutando a porta foi o Galaxy M31 com seus 6.000 mAh de bateria, mas ainda em 2020 o Galaxy M51 chegou a 7.000 mAh. Terminamos 2020 com aparelhos de 5.000 mAh com uma boa capacidade de bateria, mas que não garante dois dois longe da tomada. 

Falando em tomada, o iPhone 12 chamou atenção não apenas por ter tela Amoled em todos os modelos ou pelo seu novo processador, mas também devido ao anúncio da Apple que os novos iPhones não possuem carregador incluso na caixa, sob o argumento de menor impacto ao meio ambiente. A decisão parece ter influenciado a Samsung, já que documentos de homologação dos novos aparelhos da família Galaxy S21 junto a Anatel indicam que os modelos não possuem fones de ouvido nem carregadores na caixa. 

Em 2020 ainda conseguimos encontrar fones de ouvido inclusos em alguns aparelhos, mas tal movimento do mercado não pode ser descartado para 2021. 


No Promobit você encontra as melhores promoções de smartphones. Use um cupom Americanas ou cupom Submarino para economizar ainda mais!