Campanha Amazon APP Day
Promobit
Promobit Explica

Snapdragon 8 Gen 2 for Galaxy: o que muda no chip exclusivo do novo Galaxy S23?

Será que um chipset exclusivo de uma marca pode ser bom? Entenda mais sobre o Snapdragon 8 Gen 2 for Galaxy, presente no recém lançado Galaxy S23

Avatar do membro Bruno Braga

Bruno Braga

11 de fev de 2023

0 comentários

Compartilhe:

Uma das principais novidades do recém lançado Galaxy S23 foi o seu novo chipset: o Snapdragon 8 Gen 2 for Galaxy. Além de ser uma nova versão do processador da Qualcomm, também se trata de um chip exclusivo para o celulares da Samsung, como seu nome indica. Como já vimos no texto comparativo do Galaxy S23 com o S22, em que concluímos que as evoluções de um para o outro são poucas, será que o mesmo pode ser dito em relação ao processamento? E o fato deste chipset ser “para Galaxy”, o que muda em relação a versão padrão presente em outros smartphones e como ele pode influenciar nos futuros lançamentos da Qualcomm? Vamos entender mais sobre o Snapdragon 8 Gen 2 for Galaxy. 

O que muda no Snapdragon 8 Gen 2 For Galaxy em termos técnicos?

Imagem exemplificando o trecho de texto anterior

A versão For Galaxy do Snapdragon 8 Gen 2 apresenta algumas mudanças em relação a sua versão padrão presente em outros smartphones. A principal delas é no seu clock, que teve um aumento de 3,2 GHz para 3,36. Ou seja, o chipset exclusivo da Samsung possui uma pequena superioridade em relação ao desempenho. 

Para usuários que exigem mais do hardware do smartphone, o Snapdragon 8 Gen 2 padrão possui uma GPU 40% mais potente em relação ao processador da geração passada, e a versão For Galaxy tendo suporte a ray tracing e a API Vulkan, que juntas formam uma bela dupla para oferecer um dos melhores gráficos que jogos mobile podem ter, tendo suporte (também) à Unreal Engine 5 Metahumans Framework, que permite a visualização de personagens humanos fotorrealistas, sendo a cereja do bolo nas questões gráficas.

Ou seja, dentre os smartphones top de linha, a “família” Galaxy S23 desponta como uma boa opção de celular para jogos mais pesados. Ainda mais considerando que, tanto o modelo base, quanto o Plus e Ultra, todos possuem o mesmo chipset. 

Na prática, a diferença entre os dois chipsets é notável?

Em termos de desempenho para usos rotineiros, como envio de mensagens e o uso de redes sociais, é bem difícil notar uma diferença real entre o Snapdragon 8 Gen 2 padrão para o For Galaxy. Considerando que essa diferença de clock é pequena, e na maioria das vezes, os smartphones por padrão evitam alcançar a capacidade máxima de processamento para economizar bateria, a diferença de desempenho no dia a dia é quase inotável. 

Mas em termos numéricos e em testes de benchmark, a versão For Galaxy tende a se mostrar superior justamente por esses pequenos pontos a mais. Em suma, a diferença entre chipsets é similar a diferença do Galaxy S22 para o S23, melhor em praticamente tudo, mas apenas ligeiramente melhor. 

Onde o Snapdragon 8 Gen 2 for Galaxy realmente impacta? 

Imagem exemplificando o trecho de texto anterior

Além desse diferencial nos jogos, com mais poder de processamento e com capacidade de reproduzir gráficos em maior qualidade, o grande diferencial do Snapdragon 8 Gen 2 for Galaxy se faz presente em um recurso importante para os mais variados tipos de usuários: nas câmeras. Apesar de, tecnicamente, a evolução das câmeras do S23 em relação ao S22 tenha sido pequena, o chipset é o que acaba fazendo a real diferença para conseguir boas imagens. 

Assim como na questão gráfica, há uma combinação de um recurso presente no chipset padrão, com um recurso extra da versão for Galaxy – pelo menos, por ora. O Snapdragon 8 Gen 2 possui uma inteligência artificial aprimorada para identificar elementos na imagem. Ou seja, ao tirar uma foto com dois ou mais elementos em evidência, a IA é capaz de reconhecer cada elemento, ajustando automaticamente a área desses elementos, entregando uma imagem de alta qualidade em pouco tempo. 

A diferença se dá não só no resultado final da imagem, como também em sua pré-visualização, graças ao ISP cognitivo que permite segmentação semântica em tempo real, capaz de fazer essa distinção de elementos antes da foto ser tirada. O ISP também permite vídeos em 4K, a 60 frames por segundo com super HDR, tanto na câmera traseira quanto na frontal. 

Todos esses elementos se mostram otimizados principalmente na lente principal do S23 Ultra, com seus 200MP, mas também funcionam nas versões base e plus do aparelho.  

E como isso afeta a Qualcomm? 

Uma das principais questões envolvendo o Snapdragon 8 Gen 2 for Galaxy é como ele impactará os futuros lançamentos da Qualcomm, afinal de contas, a empresa costuma lançar versões com pequenos upgrades de seus chipsets, como o Snapdragon 8+ Gen 1, lançado em maio de 2022, evolução do Snapadragon 8 Gen 1. 

O principal questionamento seria se essa versão For Galaxy não seria simplesmente a versão Plus que deve ser lançada futuramente para os demais smartphones, só que com outro nome. Porém, considerando que as mudanças presentes no chipset exclusivo da Samsung são poucas, existe a possibilidade da versão Plus ser ainda melhor que a For Galaxy, trazendo maiores evoluções. Ou que a Qualcomm simplesmente opte por não lançar uma versão extra. 

De qualquer forma, ambos os novos modelos dos chipsets da Qualcomm são de alta qualidade, e devem ganhar cada vez mais força com os novos smartphones topo de linha lançados em 2023. Marcas como ASUS, Motorola e Xiaomi terão o Snapdragon 8 Gen 2 como o chipset de seus próximos celulares premium.


Com os descontos do Promobit mais os cupons Amazon, você tem um combo de economia para adquirir seu novo tablet. Aproveite!