top amazon primeday
Promobit Explica

Sensor de profundidade faz diferença em suas fotos mobile?

Saiba o que é o sensor de profundidade e porque ele é importante para as fotos do seu celular e se ele sempre faz diferença.

Avatar do membro Vinicio Rolim Lira

Vinicio Rolim Lira

11 de set de 2022

0 comentários

A disputa entre os celulares com as melhores câmeras fica mais acirrada a cada novo lançamento. Entre as muitas câmeras de um celular é comum encontrar a especificação de sensor de profundidade. Muitos celulares fazem uso do sensor de profundidade para proporcionar aperfeiçoar o modo retrato, aquele efeito em que o fundo da paisagem é desfocado, mas será que o sensor de profundidade faz diferença de fato? observamos as tecnologias atuais para entender. 

Caso esteja de olho em ofertas de smartphones, adicione o modelo que está de olho em sua lista de desejos aqui do Promobit, pois a Black Friday vem ai com as melhores promoções do ano.

O que é um sensor de profundidade? 

Imagem exemplificando o trecho de texto anterior
Sensor ou depth camera do Galaxy A73

O sensor de profundidade possui uma única função que é medir a distância entre objetos em uma cena e transmitir a informação para a câmera principal do aparelho que aplica o modo retrato ou efeito bokeh que nas câmeras de celular é feito através de software para manipular a profundidade de campo, destacando o objeto focado da imagem e deixando o fundo da foto borrado. 

O sensor de profundidade faz a leitura tridimensional do que está em cena e mede a distância entre cada elemento da cena e a lente da câmera, tendo como base o objeto em foco. Muitas vezes encontramos celulares com 3 ou 4 câmeras, mas com uma delas atuando exclusivamente como sensor de profundidade.

Se o sensor de profundidade é tão essencial, porque ele não está em todos os smartphones? 

Imagem exemplificando o trecho de texto anterior
Moto G60

O que desperta o questionamento sobre a necessidade da presença de um sensor desta naturaza para o modo retrato é que muitos aparelhos que são muito bons em fotos e vídeos não contam com um sensor de profundidade e de fato esse tipo de sensor não é essencial para que o efeito bokeh, ou modo retrato seja realizado com sucesso,  pois a capacidade dos processadores que equipam os smartphones já evoluiu consideravelmente. 

Um bom teste para avaliar a necessidade ou não deste tipo de câmera é fazer uma foto usando o sensor de profundidade e outra cobrindo o sensor. Alguns modelos de smartphone certamente vão entregar o mesmo resultado com o sensor coberto ou não, pois a maior parte do trabalho atualmente é feito através de inteligência artificial e capacidade do processador. 

Alguns fabricantes utilizam o artifício de acrescentar o sensor de profundidade para encorpar o módulo de câmeras, já que visualmente o smartphone fica com mais lentes na traseira, porém, não é em todos os casos que o sensor é de fato efetivo. Alguns modelos que é possível perceber a atuação dos sensores são Moto G60 e o Galaxy A73, que também contam com módulos de câmeras mais sofisticados e com lentes principais de 108 MP. 


Confira a qui no Promobit as melhores promoções de notebooks e economize ainda mais em suas compras com algum cupom de desconto.