Campanha Choice Aliexpress - Abril 2024
Promobit
Guia de compras

Placa de vídeo para Diablo 4: 5 GPUs que dão conta do game

O recém lançado RPG vem levantando muitas dúvidas sobre suas configurações. Conheça qual placa de vídeo para Diablo 4 é recomendada para aproveitar o game

Avatar do membro Bruno Braga

Bruno Braga

8 de jun de 2023

0 comentários

Compartilhe:

Quando um jogo muito esperado está para ser lançado, uma pergunta surge na mente dos PC Gamers: “esse jogo vai rodar no meu computador?”. Considerando os níveis de gráficos e efeitos visuais dos principais jogos da atualidade, todos preferem jogá-lo em suas configurações máximas para aproveitá-lo da melhor forma possível. Visando equilibrar gráficos e performance em um dos grandes lançamentos de 2023, separamos 5 modelos de placa de vídeo para Diablo 4, a nova versão de uma das principais franquias de RPG do ocidente.  

Quais são as configurações recomendadas para rodar Diablo 4? 

Curiosamente, Diablo 4 não é um jogo tão pesado para ser executado com suas configurações médias, tidas como recomendadas pela produtora do game. Com 16GB de memória RAM, SSD com 90GB  de espaço disponível, um Intel Core i5-4670K ou AMD R3-1300X como processador, e uma GeForce GTX 970 ou uma Radeon RX 470 como placa de vídeo, esses componentes são informados como suficientes para rodar o jogo a 1080p, 60 fps e gráficos no médio. 

Apesar do Diablo 4 estar bem otimizado atualmente, se tratando de um jogo ainda recente, problemas relacionados a performance ainda aparecem e estão sendo corrigidos com patches de atualização. Portanto, é melhor não ficar tão “à risca” dessas configurações recomendadas para evitar maiores problemas durante a gameplay. 

PC fraco roda Diablo 4? 

Depende da sua definição de “PC fraco”. Durante a sua fase Beta, onde o jogo ainda não estava totalmente finalizado e otimizado, ele alcançava uma média de 30 fps em computadores com um Ryzen 5 5600g de processador e uma placa de vídeo integrada, a RX Vega 7, com as configurações gráficas todas no mínimo. Considerando que esta placa de vídeo é equivalente a uma RX 550, tendo poder de fogo similar – ainda que levemente mais fraca – que uma RX 470 que é citada como uma das placas de vídeo recomendadas pela própria Blizzard para rodar o jogo com as configurações gráficas médias, podemos considerar que essa opção de “PC fraco” ainda deve aguentar o jogo em resolução mínimas e pouca performance para quem só pode jogá-lo em um hardware mais limitado. 

Similar ao que citamos em nosso texto sobre as melhores placas de vídeo baratas, caso a GPU não seja tão potente, o desempenho dependerá mais do processador e da memória RAM. 

Quais placas de vídeo são boas para rodar o game? 

RX Vega 64

Imagem exemplificando o trecho de texto anterior

Apesar de ser um modelo mais simples em comparação às outras aqui citadas e mais dependente do processador e da memória RAM para manter o desempenho, ainda assim é provavelmente a placa de vídeo mais barata capaz de rodar o game com os gráficos em alta resolução e alcançar mais de 55 fps. A RX Vega 64 possui 8GB de memória com tecnologia HBM2, com boost clock de 1560 MHz e conectividade de 3 DisplayPorts e 1 HDMI. 

Os 16GB de memória RAM são mais do que necessários, e o processador sendo algo entre um i5/Ryzen 5 das atuais gerações ou um i9/Ryzen 9 intermediário para que um bom desempenho possa ser alcançado. Este modelo é encontrado por menos de R$1.200 por meio de compra internacional, e é um modelo que pode ser uma boa solução para quem não pode investir em GPUs mais atuais e potentes. 

RX 5600 XT

Imagem exemplificando o trecho de texto anterior

Se mantendo em opções custo benefício que com uma boa combinação de peças no gabinete pode resultar em um bom desempenho, a 5600 XT com os mesmos componentes citados no modelo anterior é capaz de alcançar os 80/85 fps em 1080p e 70/75 fps em 1440p, sendo também uma das melhores opções mais baratas de placas de vídeo para Diablo 4. 

Este modelo possui 6GB de memória GDDR6, com boost clock de 1560 MHz, fabricação de 7 nanômetros, com 3 DisplayPorts e uma entrada HDMI 2.0. A RX 5600 XT é amplamente conhecida como uma das melhores GPUs com preço não tão alto, que somada a um hardware robusto, tem poder de fogo para alguns dos principais jogos da atualidade. Em lojas nacionais ela é encontrada na faixa dos 1.500 reais, já para quem prefere importar, ela é facilmente encontrada por 600 reais. 

RTX 2080 Ti

Imagem exemplificando o trecho de texto anterior

Partindo para modelos um pouco mais caros, mas que não dependem tanto do resto do hardware para conseguir um bom desempenho e ainda assim são consideradas boas placas de vídeo para Diablo 4, temos a RTX 2080 Ti da NVIDIA, que juntamente a um i7/Ryzen 7 de décima geração já é plenamente capaz de alcançar e até passar os 100 fps com as configurações gráficos em nível alto. 

Ela possui 11GB de memória GDDR6, com OpenGL 4.5, boost clock de até 1620 MHz, suporte a RayTracing e conectividade de 3 DisplayPorts 1.4, 1 HDMI 2.0 e 1 USB-C. Originalmente lançada como uma GPU high-end, hoje em dia ainda se mantém como uma ótima opção de alto desempenho em jogos pesados sem comprometer a sua longevidade. Atualmente ela é encontrada por aproximadamente 2.000 reais em lojas nacionais, ou por menos de 1.500 ao comprar de forma internacional. 

RTX 3080

Imagem exemplificando o trecho de texto anterior

É possível rodar Diablo 4 em um Ryzen 5600x a mais de 60 fps? Bom, com a RTX 3080 sim. Com os gráficos na configuração “alta”, a média dos 120 fps é alcançada com facilidade na resolução de 1080p. Já nos 1440p, o desempenho pode demonstrar uma queda no framerate um pouco maior, mas ainda assim se mantém com uma média similar. Com esta combinação, é possível até uma média de 60/65 fps na resolução 4K com os gráficos em alta qualidade. 

A RTX 3080 conta com um boost clock de até 1710 MHz, tendo 10GB de memória GDDR6X, OpenGL 4.6, com conectividade de 3 DisplayPorts 1.4 e um HDMI 2.1. Já se trata de uma GPU mais recente que conta com um poder de fogo elevado para as mais variadas formas de uso. A sua construção também permite um resfriamento mais prático e eficiente, ajudando a evitar problemas relacionados ao aquecimento. 

Este modelo já esteve disponível aqui no Promobit por R$ 3.899,00. 

RTX 4070

Imagem exemplificando o trecho de texto anterior

Aqui estamos falando da elite. O modelo em questão é a RTX 4070 da NVIDIA, mas ela está aqui representando toda a série 40 que se trata da principal linha da marca em 2023. Com 12GB de memória GDDR6X, boost clock de até 2475 MHz, fabricação de 5 nanômetros e OpenGL 4.6, se trata de uma das melhores placas de vídeo para Diablo 4 por alcançar uma média de 140 fps na resolução 1440p ou até 100 fps no 4K com os gráficos no máximo, tendo um Ryzen 5600 como processador e os 16GB de memória RAM recomendados. 

E essa performance só tende a crescer com os modelos ainda mais potentes da linha, como a RTX 4090 que chega a quase 300 fps. A 4070 possui uma entrada HDMI 2.1 junto de 3 DisplayPorts 1.4, já esteve disponível aqui no Promobit por R$ 4.499,00 em compra nacional, e é um modelo de alta capacidade não só para o Diablo 4, mas também para praticamente qualquer jogo atual. 

Diablo 4 está queimando placas de vídeo?

Durante o período Beta do Diablo 4, alguns jogadores relataram que o game “queimou” a sua placa de vídeo, no caso o modelo RTX 3080 Ti da NVIDIA. De forma geral, os relatos diziam que as ventoinhas da placa começavam a rodar em sua velocidade máxima até eventualmente pararem de funcionar, resultando em uma tela preta e um travamento no computador, que após ser reinicializado continuava sem resposta por parte da GPU. 

Não é a primeira vez que esse tipo de relato acontece, sendo o último caso mais famoso estando relacionado ao jogo New World ter queimado placas RTX 3090 fabricadas pela EVGA. E por mais que jogos em fase Beta ou Alfa possam de fato causar algum problema ao hardware, é bem difícil que isso seja de fato “culpa” do game. Neste caso do New World, a própria EVGA teve alguns problemas de solda nas placas de um lote específico, fazendo com que quando essas peças trabalhavam no seu potencial máximo elas acabassem pifando. 

No caso do Diablo, pouco tempo após esses casos virem a público, a NVIDIA lançou uma atualização para os drivers de suas placas, deixando-as aptas e melhor otimizadas para o game. Mas além disso, muitos desses problemas estão relacionados à forma de uso da placa e não propriamente do game. Tentar levar a GPU ao seu “limite” para um ganho absurdo de performance, realizando overclocks sem utilizar a trava de quadros e/ou configurando o jogo para rodar em uma frequência maior do que o seu monitor permite, são alguns dos principais motivos que levam uma placa de vídeo a “brickar”.


Para resfriar o seu computador, aproveite as promoções de Coolers do Promobit, e gaste ainda menos utilizando os cupons de desconto da TerabyteShop