Aliexpress_ megasaldãojunho
Guias de Compra

Motorola Edge 30 é bom? Conheça o intermediário premium

Aparelho mais espesso do mercado, segundo a Motorola, também vem com carregador de 33W incluso na caixa.

Avatar do membro Vinicio Rolim Lira

Vinicio Rolim Lira

28 de jun de 2022

0 comentários

Compartilhe:

A Motorola trouxe, em março, ao mercado o modelo topo de linha da família Motorola Edge, no caso o Motorola Edge 30 Pro. Passados alguns meses, a fabricante apresenta um modelo que encontra-se em um degrau abaixo, o intermediário premium Motorola Edge 30, mas que também possui algumas especificações muito boas, como tela de 144 Hz e desempenho para qualquer tipo de uso. Para saber se o conjunto da obra resulta em uma boa opção, confira se o Motorola Edge 30 é bom em nossa análise da ficha técnica do smartphone. 

Design 

Imagem exemplificando o trecho de texto anterior

O Motorola Edge 30 não é um aparelho fino apenas em termos de elegância, mas literalmente fino, já que, segundo a Motorola, o Edge 30 é o aparelho com menor espessura do mundo. O fato é que o aparelho possui apenas 74 milímetros de espessura e sua construção é sim premium, feito com tampa traseira em que abriga o módulo de câmeras com o mesmo design no Motorola Edge 30 Pro, a logo da Motorola centralizada na tampa e o nome da marca mais abaixo. 

Já na parte inferior temos a gaveta para chips, a entrada USB-C é uma das saídas de áudio, enquanto na lateral direita estão o botão de volume e botão de energia. Já a parte frontal possui bordas mínimas e câmera para selfies em um pequeno furo centralizado na parte superior. 

No Motorola Edge 30 a marca segue com alguns erros e acertos, como a entrada para fones de ouvido e com o acessório incluso na caixa, porém o aparelho é mais um da Motorola a não contar com nenhuma certificação que ofereça resistência à água. 

Tela

Imagem exemplificando o trecho de texto anterior

Assim como 30 Pro, o Motorola Edge 30  conta com o que há de melhor em qualidade de display da Motorola, uma tela OLED com taxa de atualização de 144 Hz, suporte ao HDR10+ em sua tela e a mais de 1 bilhão de cores. O leitor de digitais também está presente sob a tela, o que já demonstra que o aparelho localiza-se entre os modelos intermediários premium.

O ângulo de visão também é amplo e aliado a qualidade de imagem, resolução alta e taxa de atualização, o display vai bem em qualquer tipo de uso de tela, seja para usabilidade do aparelho, jogos mobile e consumo multimídia. É possível ajustar a frequência de imagens em 60 Hz para economizar bateria, travada em 144 Hz para imagens fluidas a todo instante ou com atualização automática para alternar a frequência de acordo com o tipo de uso. 

Desempenho

Em termos de desempenho podemos afirmar que o processador que equipa o Motorola Edge 30 não está entre os mais poderosos da atualidade, entretanto o Snapdragon 750G+ está longe de ser um chip fraco e condiz com a proposta para um smartphone intermediário premium. O fato é que o processador é capaz de rodar qualquer coisa, dos jogos mais exigentes ao uso multitarefa, pois, além da capacidade do chip, o modelo conta com 8 GB de RAM e capacidade de usar até 8 GB de seu espaço de armazenamento para reforçar a memória RAM. 

Outro recurso que acrescenta ainda mais possibilidades ao aparelho é o Ready For, que permite conectar seu aparelho em telas maiores como a TV ou monitor, adaptando a plataforma para jogar, usar em modo desktop para trabalhar e até realizar chamadas de vídeo.

Câmeras 

Imagem exemplificando o trecho de texto anterior

O Motorola Edge 30 conta com um par de lentes poderoso, cada uma com 50 MP, sendo uma delas Wide, enquanto a outra câmera é coringa, funcionando como câmera Ultra Wide e Lente principal. Ainda há um sensor de 2 MP apenas para fazer o desfoque de fundo em modo retrato e claramente é a menos relevante do conjunto.

Já a câmera frontal apresenta resultados bastante nítidos e naturais, não dando aspecto de pele artificial. O desfoque de fundo também é competente na lente frontal, assim como a qualidade de vídeos que pode chegar a 4K a 30 FPS, inferior aos 60 quadros por segundo que outros aparelhos da mesma faixa de preço conseguem atingir, mas não deixa de ser um bom conjunto para vídeos casuais. 

Bateria 

Por aqui temos uma bateria abaixo da média, 4020 mAh, enquanto boa parte dos concorrentes contam com 5.000 mAh. Entretanto, o Motorola Edge 30 possui suporte a carregamento rápido de 33W com carregador incluso na caixa. Tal arranjo permite que o aparelho seja carregado totalmente em pouco mais de 1 horas, segundo a Motorola. 

Quanto à autonomia de bateria, os 4020 mAh podem dar conta ou não a depender da intensidade de uso e função ativas, como a tela rápida de 144 Hz que certamente demandam mais consumo energético. 

O Motorola Edge 30 é bom?

Imagem exemplificando o trecho de texto anterior

O preço médio atual do Motorola Edge 30 é de R$3.300, embora aqui no Promobit o aparelho já tenha figurado por R$3.099. Ainda sim o valor é maior do que o encontrado em seu principal concorrente, o Galaxy A73 que possui câmeras melhores e mais bateria por um preço atual de R$2.500. 

No Motorola Edge 30 encontramos uma excelente tela, desempenho de sobra para jogos e para as tarefas do dia a dia e a presença do carregador rápido incluso na caixa, um diferencial em 2022. O Motorola Edge 30 é bom, competente entre os smartphones intermediários premium, mas o aparelho só é competitivo caso o preço fique mais próximo do concorrente da Samsung, fator que certamente irá acontecer ao longo de 2022.


Aqui no Promobit você encontra as melhores promoções de smartphones e de economizar ainda mais em suas compras com o cupom Americanas ou cupom Casas Bahia.