Take a fresh look at your lifestyle.

Como escolher o melhor monitor para games

Frequência de atualização, input lag, resolução, proporção, tipo de painel, tecnologias e tamanho da tela. Saiba como escolher o melhor monitor gamer para você!

O crescimento dos eSports tem mostrado a jogadores o quão importante é contar com uma alta taxa de frames por segundo para ter uma experiência mais fluida e desempenho superior. Devido a isso, a procura por monitores com frequência maior, diferentes tecnologias e funcionalidades que visem melhorar a performance do jogador tem crescido cada vez mais.

Reunimos em um artigo as principais informações que você precisa ter para escolher um monitor gamer que atenda as suas necessidades e lhe proporcione uma boa experiência visual. Para cada tópico nomeamos três ou quatro monitores à venda no Brasil que se diferenciam naquele quesito, assim você pode manter no seu radar apenas aqueles que estão de acordo com as suas preferências.

60, 75, 100, 144 Hz e mais

Um dos pontos mais importantes a se discutir quando falamos de monitores gamer é a frequência (ou taxa) de atualização. Ela refere-se à quantidade de quadros por segundo (frames per second) que seu monitor exibe para você.

Hoje os mais comuns são os monitores de 60 Hz que, como a denominação indica, exibem no máximo 60 frames por segundo. Isso significa que mesmo que o seu PC consiga atingir 200 fps em determinado jogo, o máximo que você verá com o monitor que possui serão 60. E como ver mais frames? Adquirindo um monitor com frequência mais alta.

Monitores de 100 Hz e 144 Hz vêm se tornando padrão entre gamers que desejam mais fluidez em suas partidas – isso afeta diretamente o desempenho geral do jogador. Assim como os de 60Hz, monitores de 75 Hz podem exibir até 75fps e 144 Hz até 144fps, desde que o seu hardware consiga atingir tal número.

É preciso saber que tipo de jogador você é. É do tipo casual, que joga algumas horas para relaxar? Então monitores 60 Hz são o suficiente para você aproveitar seu game. Quer jogar mais sério, subir de patente e entrar de cabeça no cenário competitivo? Então recomendamos monitores 100 Hz ou 144 Hz.

Tempo de resposta

Assim como a frequência de atualização, o tempo de resposta do monitor é outro fator importante para ter um bom desempenho. O valor é medido em milissegundos (ms) e refere-se ao tempo de transição entre uma escala de cinza e outra (daí o termo gray-to-gray).

Quanto menor o tempo de resposta, melhores e mais nítidas são as imagens mostradas e, consequentemente, melhor o desempenho. Monitores com tempo de resposta de 2 ou 1ms são os mais visados hoje por gamers que querem levar suas jogatinas a sério. Para jogadores comuns, modelos com tempo de resposta de 5 ou 6 milissegundos serão suficientes, sendo que a diferença sequer será notada por estes jogadores.

tempo de resposta

Embora monitores de 1ms não sejam difíceis de se encontrar, é necessário verificar se estes oferecem o tempo de resposta informado na mesma taxa de frequência que você deseja jogar. Algumas fabricantes informam que seus monitores 144 Hz têm 1ms de tempo de resposta, mas tal velocidade só é alcançada em 60 Hz (na frequência mais alta o tempo geralmente sobe para os 5ms).

Resolução

A resolução refere-se à quantidade de pixels exibida na tela. Nesse caso a recomendação é simples e direta: mire num monitor Full-HD (1920×1080 pixels) ou Quad HD (2560×1440 pixels). Mesmo monitores HD (1280×720 pixels) sendo mais acessíveis e monitores 4K (3840×2160 pixels) sendo um sonho de consumo, o meio termo é sempre o mais recomendado.

Monitores FHD ou QHD oferecem boa qualidade de imagem, podem ser usados para outras tarefas que não sejam jogos e não exigem poder gráfico tão pesado quando os de 4K. Os monitores recomendados também contam com preços acessíveis e tem boa vida útil, uma ótima opção para quem não deseja fazer um upgrade de tela nos próximos anos.

Widescreen ou Ultrawide

Monitores Ultrawide (proporção 21:9) são um coringa, ótimos para alguns usuários e péssimos para outros – quando o foco são games, a segunda opção é a mais provável. Apesar de oferecer mais espaço horizontal e possibilitar a realização de várias tarefas como edição de imagens e vídeos de forma mais ágil, monitores ultrawide ainda sofrem com a incompatibilidade de alguns jogos, obrigando você a jogar com faixas pretas na lateral, o que não é uma experiência muito agradável.

Widescreen (16:9) é a proporção padrão atual, sendo suportadas por todos os jogos lançados hoje. Optando por um monitor comum você terá a certeza de total compatibilidade e não precisará se preocupar com jogos mal adaptados ou falta de suporte, o que é muito mais comum em monitores ultrawide.

Diferença de proporção widescreen para ultrawide
Diferença de proporção widescreen para ultrawide

No entanto, se você joga apenas jogos específicos, pode consultar listas para saber se o game oferece suporte nativo à proporção 21:9. A experiência nesses casos é superior e muito prazerosa. Há um curador no Steam que lista os jogos da plataforma que suportam o ultrawide; já o WSGF lista jogos que suportam widescreen, ultrawide e até múltiplos monitores.

Caso esteja interessado em um monitor ultrawide, recomendamos testar em uma loja, feira, exposição ou utilizar o de um amigo ao invés de pular de cabeça em um modelo do tipo. É uma experiência diferente, que poderá ou não te agradar. A decisão correta só poderá ser tomada após testar um pessoalmente.

Tamanho da tela

O tamanho da tela também é importante, já que você provavelmente ficará várias horas na frente dela e não deve ficar muito próximo, se esforçando para enxergar detalhes que poderiam ser vistos facilmente numa maior. O tamanho “padrão” atual para monitores gamers está entre 23 e 27 polegadas, mas muitos jogadores já estão optando por modelos de 30 ou mais.

A regra do autoconhecimento também se plica ao tamanho da tela: você tem espaço para uma e tem preferência/gosta de telas grandes? Se a resposta for sim, opte por aquela que te oferecer maior conforto. Se a resposta for não, escolha entre modelos de 23 ou 27 polegadas, você não perderá em nada e ainda economizará algum dinheiro.

Tipo de painel

Ao falar do tipo de painel, começamos a falar também sobre qualidade de imagem, apesar de ainda continuarmos dentro do tema “performance”. Entre os painéis que você poderá se deparar no momento de escolher um monitor estão Twisted Nematic (TN)Vertical Alignment (VA)In-Plane Switching (IPS). Todos possuem seus prós e contras e nenhum é unanimidade quando falamos de games.

Painéis TN são os mais baratos que você encontrará e oferecem tempo de resposta e frequência de atualização melhores que os demais, porém pecam no quesito contraste e saturação, além de perder muito da qualidade quando visto de um ângulo que não seja o frontal.

Painéis VA, por sua vez, oferecem contraste melhor, cores mais vivas e preto profundo, mas além de possuírem a mesma desvantagem do ângulo de visão dos painéis TN, ainda apresentam ghosting com mais frequência, podendo prejudicar a performance nos games.

AOC Agon AG352QCX
AOC Agon AG352QCX – Um dos melhores monitores com painel VA

Os painéis IPS são conhecidos pelo seu ótimo ângulo de visão, exibindo boa qualidade de imagem quando visto de frente ou por outros ângulos. As imagens, porém, possuem preto claro (que chega a parecer cinza em alguns modelos) e além de ghosting, podem apresentar motion blur mais agressivo.

Mais uma vez recomendamos que você escolha o meio termo, aquele painel que atenda suas expectativas e apresente pontos fracos menos críticos do que outros. Vale lembrar que há tecnologias que amenizam alguns dos efeitos negativos que esses painéis apresentam, falaremos deles a seguir.

G-Sync e FreeSync

Um dos principais fatores que você deve observar em um monitor gamer caso esteja investindo um bom dinheiro é a presença de módulos com a tecnologia G-Sync da Nvidia ou FreeSync da AMD. Tratam-se de tecnologias de sincronização que previnem o aparecimento de tearing ao mesmo tempo que reduzem o stuttering e input lag (tempo de resposta) proporcionados pelo VSync.

Basicamente, as tecnologias possibilitam que seu monitor trabalhe com frequência de atualização adaptativa, mostrando sempre a mesma taxa de frames proporcionada pela sua placa de vídeo. Assim, artefatos como os citados acima não aparecem, já que o monitor não reduz ou limita os quadros por segundo que você vê.

É claro que ambos possuem seus prós e contras. O FreeSync, assim como qualquer coisa da AMD comparada com algo da Nvidia, possui preço de implementação bem menor, por isso os monitores com a tecnologia tendem a ser mais baratos do que os com G-Sync. É preciso ficar atento à taxa de atualização mínima do monitor, pois ele poderá aplicar frames adicionais caso sua placa de vídeo não atinja aquele número, oferecendo experiência mais suave em alguns casos e tearing em outros. A tecnologia também tende a apresentar ghosting.

Alienware AW2518HF
Alienware AW2518HF com FreeSync

O G-Sync oferece experiência mais consistente devido ao controle de qualidade restrito da Nvidia sobre as fabricantes de monitores, o que com certeza aumenta o preço dos monitores com a tecnologia, que podem custar até duas vezes mais do que os com FreeSync. O G-Sync previne ghosting e possui opções mais avançadas para uma “experiência extrema em games” como o Ultra Low Motion Blur, para frequências de atualização muito altas.

É bom frisar que, se você possui uma placa de vídeo GeForce, deverá mirar em um monitor com G-Sync e se possui uma Radeon, deve adquirir um com FreeSync. A tecnologia não funcionará com um modelo concorrente. Lembre-se também de se certificar que ambos possuem DisplayPort 1.2 ou HDMI 2.0.

Como escolhemos os melhores monitores de cada categoria?

Selecionamos os principais modelos que apareceram recentemente no Promobit ou que estão à venda no Brasil e são muito procurados. Como são apenas três por característica, escolhemos um monitor de baixo custo, médio e um considerado top de linha. Nem todos os citados são necessariamente gamers ou os melhores disponíveis, apenas se destacam na categoria citada.

Caso ache que o monitor que você possui deveria ter sido recomendado em alguma categoria, dê seu feedback nos comentários e inicie uma discussão sobre os prós e contras do modelo!

Como escolher o melhor monitor gamer?

Para escolher o melhor monitor gamer para você, tenha em mente as suas preferências e o tipo de jogador que você é. A partir daí, veja quais modelos atendem as suas expectativas e que apresentam pontos fracos que não irão te incomodar ou atrapalhar sua performance.

Nenhum modelo é decisão unânime e monitores baratos não são necessariamente ruins, assim como monitores caros não vão fazer você se tornar um jogador melhor (a sua habilidade também conta!). Saiba que tipo de gamer você é e a escolha será simples!

Está em dúvida sobre um modelo e outro? Conte-nos que monitores pretende comprar! Os membros da comunidade estão sempre presentes para sanar dúvidas e dar opiniões e você sempre pode utilizar o nosso fórum para trocar ideias com a comunidade.

O que você achou desse post?
+1
0
+1
0
+1
0
+1
0
+1
0
+1
0
+1
0
Veja também
Comentários

Novo comentário
cancelar
Responder comentário:

Quer receber alertas de novas postagens?

Receba notificações em seu navegador!