Promobit
Promobit
Imagem do usuário Rodrigo
19
Conversas livres

Amazon vai começar a vender eletrônicos no Brasil

por Rodrigo (@rodrigo_almeida)

16 de outubro de 2017 às 17:29

0

0

8

Há poucos dias o @Rafinho publicou no Blog do Promobit a notícia de que nessa semana a Amazon começa a vender eletrônicos no Brasil.


Esta notícia tem gerado grandes expectativas entre os consumidores e abalando o mercado do e-commerce brasileiro. Principalmente porque a Amazon vai iniciar a venda dos produtos eletrônicos com o modelo de marketplace (modelo em que a loja cede espaço dentro do seu site, para que outros lojistas vendam seus produtos), um modelo que tem crescido muito mundialmente e que nos Estados Unidos já é responsável por grande parte das vendas da Amazon americana.


Apesar de muitos e-commerces no Brasil já trabalharem com o modelo de marketplace, parece que eles estão com dificuldades de acertar a mão, existem muitas reclamações referentes a comunicação entre o consumidor e os lojistas de marketplace, quando ocorre algum problema na compra, as lojas que cedem o espaço afirmam que fazem a ponte entre o consumidor e o lojista, mas segundo os consumidores não é bem assim que acontece, o que acaba gerando uma certa desconfiança nos consumidores que desejam comprar um produto que é oferecido por um marketplace.


A Amazon com toda sua experiência nesse mercado, afirma que pretende adotar um sistema de avaliação periódico, para saber se ainda vale a pena manter aquele parceiro vendendo em seu espaço ou não, levando em conta as avaliações dos próprios clientes.


Eu particularmente estou animado com essa notícia, principalmente porque pela proximidade com a data da Black Friday, acredito que vai ter excelentes promoções da Amazon como a gente vê lá fora. Por toda a experiência que a Amazon tem no e-commerce, pode até ser que ela demore um pouco para acertar o seu modelo de negócios aqui no Brasil, mas quando acertar vai fazer outros varejistas gigantes se mover, e elevar o nível do e-commerce brasileiro. 


Bom, eu criei esse tópico para saber quais são as expectativas dos membros da comunidade sobre essa notícia, então se você também está animado ou nem tanto, deixe sua opinião para debatermos o futuro do e-commerce daqui pra frente!!


Compartilhe: