Take a fresh look at your lifestyle.

Montando um PC Gamer: quais são as prioridades?

Processador, Placa de vídeo, SSD... o que você deve priorizar na hora de montar um PC Gamer?

0

Montar um computador nunca foi uma tarefa realmente fácil, muito mais pela falta de informação sobre quais peças realmente valem a pena do que no ato físico de encaixar peça por peça no seu PC. E se você está montando o seu PC Gamer pela primeira vez e não tem orçamento o suficiente para gastar em tudo, hoje trazemos um texto essencial para você: quais peças priorizar?

A resposta depende muito de quanto dinheiro você tem para investir, é claro. Se você está montando um PC do zero, infelizmente não há como não comprar certas peças e, se esse for o caso, a primeira peça em que você não deve fazer uma “economia burra” é na fonte do computador.

Apesar da fonte de computador ser uma peça silenciosa, daquelas que a gente nunca dá muita bola, ela é simplesmente essencial para o bom funcionamento do aparelho. Eu já perdi uma placa de vídeo graças a uma fonte que não deu conta do recado, então, mesmo que você não vá montar o PC parrudão da vida hoje, pense no amanhã, e compre uma fonte de alguma marca confiável, como Coolermaster, Corsair, EVGA, ou Thermaltake. E quantos watts adquirir? Isso depende, se você pretende ter um Core i7 com uma Geforce topo de linha (1060, 1070 ou 1080), você deve mirar na casa dos 550 a 750 watts. Se você mira num PC mais modesto, na faixa do Core i5 e uma Geforce 1050ti, uma fonte de 450 watts já dá conta do recado com alguma sobra.

montar pc placa mãe e placa de vídeo

Depois de definida a fonte do seu computador, o próximo passo é realmente pensar na potência e eis que pode surgir a pergunta: processador ou placa de vídeo? A resposta sempre vai ser placa de vídeo. Na atualidade, a maioria dos jogos se vira bem com um Core i3, exigindo no máximo um Core i5 para não apresentar gargalos de desempenho, ou seja, um Core i7, ainda que seja um processador muito superior aos irmãos menores, raramente é necessário de verdade. Entre um PC com um Core i3 e uma Geforce 1070 e um Core i7 com uma Geforce 1050, por exemplo (ou seja, combinações com um orçamento mais ou menos na mesma faixa de custo), o PC com Core i3 e a Geforce 1070 vai ter um desempenho consideravelmente melhor do que o da configuração de processador maior.

Quer receber avisos sempre que aparecer Placa de Vídeo?

Para completar, uma peça que muita gente negligencia por achar “perfumaria” e que realmente transforma a performance de um computador é um SSD. Eu nunca achei o meu PC lento, mas ele virou uma verdadeira máquina desde que eu instalei um SSD nele. Hoje em dia, usar um computador sem SSD parece uma tortura, ainda mais quando eu preciso usar o meu notebook, que é mais antigo. Se você tem pouco dinheiro e quer fazer alguma melhoria para fazer o seu PC no geral (não apenas para jogos) rodar melhor, a primeira solução para isso é comprar um SSD e instalar o Windows nele. Você vai notar a diferença em instantes de uso, seja no tempo em que ele leva para bootar, seja no tempo em que ele leva para abrir programas, seja nos engasgos que volta e meia acontecem no sistema operacional por causa da falta de velocidade do HD dele.

Quanto a placas mãe, há uma espécie de mau entendimento do funcionamento delas. A placa mãe raramente poda o desempenho das peças dos computadores, e se você nunca pensa em investir num SLI ou Crossfire, não há necessidade nenhuma de pagar 200~300 reais a mais para ter uma placa mãe com entrada para duas placas de vídeo. É desperdício de dinheiro. No meu PC (um Core i7 com uma GeForce 770 e 16 gigabytes de ram montado em 2014, ou seja, um PC topo de linha pra época e ainda muito bom atualmente) eu gastei cerca de 350 reais na placa mãe, pois sabia que eu nunca iria comprar outra placa de vídeo igual à que ele tem para melhorar o desempenho. Vale muito mais a pena gastar numa placa de vídeo nova, de uma geração nova, do que combinar duas placas iguais para se ter um desempenho melhorado.

pc gamer teclado

Quer receber avisos sempre que aparecer SSD?

Para completar, as memórias RAM são importantes sim no funcionamento do computador, mas ele não vai ser fatalmente impactado caso você prefira comprar memórias RAM “value” ao invés de versões super ultra turbo black edition.

No fim das contas, a ordem de prioridades de peças para você montar um PC deve ser a seguinte:

  • Fonte
  • Placa de Vídeo
  • Processador
  • SSD
  • Memória Ram
  • Placa Mãe
  • HD
  • Gabinete
  • Teclado
  • Mouse
  • Monitor
Veja também
Comentários

Novo comentário
cancelar
Responder comentário:

Quer receber alertas de novas postagens?

Receba notificações em seu navegador!