Take a fresh look at your lifestyle.

As vantagens do e-book (livro digital)

Quando os e-readers surgiram, muita gente achou que seria o fim do livro de papel. Não é o caso.

3

O livro, esse de papel mesmo, é um dos suportes de conhecimento mais difundidos e provados de que a humanidade dispõe. Há séculos, escritores, pesquisadores, filósofos, poetas, cozinheiros… todo mundo que precisa eternizar ideias no papel tem, no livro, um suporte confiável. Há alguns anos, o primeiro equivalente digital ao papel surgiu com a promessa de rivalizar com o tradicional. Conseguiu?

No Brasil, o Kindle, maior plataforma de livros digitais do planeta, existe há quatro anos. Outras plataformas como o Kobo, trazido para cá em parceria com a Livraria Cultura, e o Lev, da Saraiva, disputam os adeptos dos e-readers, nome que se dá aos dispositivos que tem por função quase exclusiva servirem de leitores desses e-books, os livros no formato digital.

A grande sacada do e-reader está em uma tecnologia chamada e-ink. Diferentemente de telas comuns — as de TVs*, smartphones e notebooks —, o e-ink não emite luz. Graças a essa característica, ele agride menos os olhos e tem um impacto mínimo no consumo energético. É por isso que a autonomia das baterias dos e-readers é mensurada em semanas, não em horas.

*Confira: Promoções de TVs

Os e-readers fazem um bom uso do acesso à Internet e das características do digital. Conectados, eles dão acesso a qualquer dos livros disponíveis no acervo da loja que o disponibiliza com apenas um clique. Com alguns toques na tela, o leitor consegue criar marcações e fazer anotações que ajudam muito a recuperar ideias importantes e trechos que chamam a atenção. A organização da leitura como um todo é facilitada. O mesmo é possível com papel, mas depende de post-its, rabiscos nas bordas e uma boa memória para se lembrar se aquela anotação desejada foi feita na borda ou em um pedacinho de papel solto.

Kindle Paperwhite

As vantagens do papel

Se o digital dá aos e-readers super poderes, o analógico, ou seja, o livro de papel confere ao papel, aquele centenário, características insuperáveis. E nem é o “cheirinho” de livro que os mais puristas gostam de exaltar. O e-reader padroniza a experiência da leitura — todos os livros, de repente, passam a ter o mesmo formato, a mesma tipografia e o mesmo suporte. Mesmo quando não é o caso de edições especiais, a sensação tátil e a liberdade dos diagramadores na apresentação do texto confere personalidade ao livro.

Talvez a maior vantagem do livro de papel, porém, seja o direito de dispor que o dono de um tem. Quando você compra um e-book, está, tecnicamente, comprando uma licença de uso, ou o direito de lê-lo em seus dispositivos. Após lê-lo, você não poderá doá-lo, trocá-lo ou vendê-lo a outra pessoa; ele morre contigo. O livro de papel não tem esse tipo de amarra por ser um bem físico. Após comprá-lo, você pode fazer o que quiser — até rasgá-lo, embora não recomendamos tal atitude. É sempre chato quando, numa mudança, temos que lidar com aquelas caixas pesadas de livros, mas o poder de dar o fim que quisermos a ele compensa, para muita gente, esse e outros transtornos.

O mais legal dessa história toda é que e-books e livros físicos podem coexistir. Muita gente diversifica seus hábitos de leitura, passeando entre os livros físicos e os digitais pelos mais variados motivos — preços/promoções, tamanho físico e peso, oportunidade etc. Aliás, a maioria dos livros vendidos no mundo, mesmo em países desenvolvidos, ainda é de papel. O futuro talvez não seja totalmente digital. Que bom que será assim!


No Promobit você encontra de tudo, promoções de livros, promoções de eBooks e promoções de eReaders. Aproveite para adicionar estes itens na sua lista de desejos e não perder nenhuma oferta da Black Friday!

Veja também
Comentários

Novo comentário
cancelar
Responder comentário:

Quer receber alertas de novas postagens?

Receba notificações em seu navegador!