avatar de mf
ADMIN

Direct LED, DLED, EDGE LED e Local Dimming: entenda as diferenças

08 de Janeiro de 2020 ás 14:35
Artigos
3
2

E aí galera, tudo bem com vocês? Recentemente apareceram promoções de TVs DLED da marca Cobia e Haier e algumas pessoas acharam que era uma tecnologia nova, então resolvi criar o tópico para debatermos o assunto e ainda acrescentar o FALD, utilizado pela LG, e o local dimming que é influenciado diretamente por essas tecnologias.

O QUE É DIRECT LED, DLED E FALD?

A TV tem alguns LEDs para iluminar o painel, o que chamamos de backlight. Entre os vários tipos de iluminação, o Direct LED (ou DLED) se diferencia por utilizar vários LEDs espalhados pelo painel, que podem acender ou apagar áreas específicas de forma independente. Com isso, a tecnologia entrega melhor qualidade de imagem, pois é possível obter um nível de preto melhor, favorecendo o contraste.
Já FALD é o acrônimo para Full Array Local Dimming e nada mais é que uma matriz com mais LEDs, o que torna possível entregar muitas nuances de iluminação. É uma jogada de marketing, por assim dizer, da LG, mas a Sony e Samsung o adota também.
Quanto maior as zonas de LEDs, maior o efeito de local dimming e maior o preço também.

Acredito eu que fica mais fácil o entendimento com ilustração:



Nesta imagem é possível verificar a densidade dos LEDs entre um painel com Direct LED e um Full Array.

A principal vantagem do Direct LED é oferecer melhor contraste pelo controle de zonas. Já suas desvantagens ficam pela espessura e preço mais elevado. Especificamente falando das FALDs, há ainda um contraste e brilho bem superior, maior homogeneidade e redução de backlight bleed, mas também são ainda mais caras e gastam mais energia.

E O EDGE LED?

Neste tipo de iluminação, os LEDs são posicionados nas laterais, conforme imagem acima e abaixo. É possível encontrar televisores com iluminação nas bordas laterais, nas bordas inferior e superior ou nas quatro bordas.
As vantagens são conseguir um aparelho mais fino e barato, consumir menos energia e suas desvantagens são a falta de controle por zonas e menos homogeneidade.



O QUE É LOCAL DIMMING?

Resumindo o que já foi escrito, é uma tecnologia que tenta aperfeiçoar a imagem para se chegar próximo ao preto perfeito provido pelas TVs OLEDs. Está presente nas TVs mais caras, como as Nanocell (LG), QLED (Samsung) e Triluminos (Sony).
Para conseguir o objetivo, há vários LEDs no painel e um conjunto deles forma zonas. Em cenas escuras, as zonas são apagadas, o que deixa o preto mais próximo do real/ideal.

Fonte: Tab-TV, The Appliance Reviews e TV & Hi-Fi Pro.

@pablo_silva_1190278

É melhor comprar uma TV com tecnologia HDR, ou uma com esse DLed? Meu uso com a TV será pra jogar

responder
Reportar

pablo_silva_1190278 as tecnologias não são exludentes, amigo. O melhor é direct com hdr. Se tiver local dimming melhor ainda.

responder
Reportar
Novo comentário
cancelar
Responder comentário:

Adicionar Resposta

Avalie o Promobit

Qual a probabilidade de você recomendar o Promobit para um amigo ou parente?