Campanha Antecipa Black Friday Ponto
Promobit
Promobit
Imagem do usuário Luiz Augusto Marques
20
Artigos e Matérias

Cervejas Artesanais - Post Semanal (Segundas-Feiras)

por Luiz Augusto Marques (@luiz_augusto_marques)

6 de fevereiro de 2017 às 18:18

9

1

32

No tópico dessa semana vamos dar ênfase as cervejas artesanais, um segmento que vem crescendo no Brasil e são bem-vindas para diversificar nossos paladares.



Podemos definir grosseiramente como cervejas quase que produzidas de "forma caseira". Se preocupando desde os ingredientes básicos da cerveja, passando pela receita de preparo e chegando até aos conservantes finais, que devem ser naturais e não químicos. Claro que alguma cervejarias estão num processo mais avançado com equipamentos mais modernos e processos mais avançados na fabricação, mas resumindo é isso.



O mercado de cerveja artesanais hoje corresponde a cerca de 0,5% do mercado de cervejas no Brasil, em 10 anos a previsão é que essa porcentagem atinja 2%.



O interessante é que, normalmente, os produtores de cerveja artesanais começam com um hobby e depois profissionalizam o negócio, e na sequência expandem a escala de fabricação.



Mas engana-se quem acha que pode criar uma receita e na sequência comercializar. Eu mesmo já tentei comercializar, mas fui impedido porque tem algumas normas e regras a serem seguidas, por exemplo, deve ser fiscalizado por um órgão regulador conferindo os produtos, se o lugar onde está sendo feita a cerveja é adequado, o que está correto.



Quando falamos de cervejas artesanais, algumas marcas se tornaram expoentes no segmento como: Baden Baden, Eisenbahn, Devassa, Wäls ou Colorado. Algumas marcas que hoje estão consolidadas e que foram adquiridas por grupos maiores, outro fator em comum foram as curtas trajetórias de crescimento e do alto prestígio, e o fato de todas já terem sido compradas.



Outro exemplo que gosto de usar, é a da cerveja Cacildis e Biritis. A cerveja que foi uma homenagem ao integrante do programa “Os Trapalhões”, e que caiu no gosto dos consumidores. Mas além do sabor, eles usaram um personagem folclórico para aumentar atração ao produto.  




De olho nesse mercado e com medo de perder espaço, as empresas grandes no mercado como Ambev e Brasil Kirin compraram essas marcas citadas acima, por exemplo (exceção a Cacildes). E vão abocanhar outras que se destacarem.



Não vejo com bons olhos a aquisição de grandes grupos adquirindo marcas menores de cervejarias artesanais, pois ao serem incorporadas perdem a essência que é ser um produto com uma elaboração maior e com uma experiência melhor ao consumidor, e passam a ser produzidas em alta escala.


Algumas das Artesanais Nacionais que eu mais gosto:



Colorado Appia (sabor de mel)








Baden Baden Golden (sabor de canela)


 



Cerveja Madalena Lager





Cerveja Bohemia Bela Rosa (levemente adocicada)






Deixe seu comentário, suas dúvidas e conhecimentos para interagir com a galera!



No Promobit temos uma página de categorias voltadas somente para cervejas:

https://www.promobit.com.br/promocoes/cerveja/s/



Compartilhe: