avatar de andreyamamoto
0

Comprar PC montado ou comprar por peças?

22 de Janeiro de 2021 ás 14:31

Quero comprar um desktop novo, quero que ele rode alguns jogos com bons gráficos mas não tenho uma fortuna para gastar.
É melhor ir comprando peça por peça ou comprar um inteiro? Caso compre peça por peça eu consigo montá-lo sendo leigo?

João Vitor Especialista em Tecnologia Especialista em Tecnologia
@jvsilvictor

Então... Temos um certo dilema em questão.


MÁQUINA PRONTA

PCs montados costumam surgir numa configuração bacana e valores interessante. Porém, na grande maioria dos casos, pecam nos detalhes.
Por exemplo, é comum ver uma configuração com um baita CPU e GPU mas com placas-mãe de entrada que não dão suporte a alguns recursos ou que a construção impede que o CPU atinja toda sua performance.
É comum também aparecerem com RAMs com clocks baixos se comparado com o porte dos outros componentes.
Ou mesmo, a utilização de fontes com pouca margem de segurança e marcas e/ou modelos duvidosos.
Ah! Sem contar que não é difícil ver PCs de 6, 7, 8 mil reais que nem com um SSD contam. Pelo menos seria um ponto simples de ser resolvido, adquirindo um separadamente.

Exemplo 1:
i7-10700K
RTX 3060Ti
H410
2 x 8GB 2666 MHz
Fonte 500W "Bomba"
HDD 1TB

Exemplo 2:
R7 3700X
RTX 3070
A520
2 x 8GB 2400MHz
Fonte 500 "Bomba"
SSD SATA III 120GB
HDD 1TB


São configurações que funcionam, claro. Pra um usuário comum que não extrai tanto do hardware e não faz questão de alguns recursos ou funcionalidades (como ajustes de clock, de tensão...) seria algo "irrelevante". Porém, por baixo dos panos temos alguns probleminhas.
Nos exemplo, tem-se possíveis limitações de algum futuro upgrade; Pode ser que a fonte seja de qualidade duvidosa e não seja capaz de entregar com qualidade a potência demandada, degradando aos poucos o hardware; Alguns componentes podem estar superaquecendo e limitando a performance para evitar mais aquecimento; As RAMs com "clock baixo" de certa forma limitam desempenho; Pra um usuário um pouco mais avançado ou um entusiasta de fato, não pode alterar parâmetros dos hardwares...

É muito difícil achar um PC já montado que tenha um bom equilíbrio geral. Ao meu ver, os lojistas tentam economizar em alguns componentes pra trazer um preço mais atrativo ou simplesmente aumentar a margem de lucro. Triste realidade.

Por outro lado, há a comodidade de já receber uma máquina montada (ou praticamente montada) que vai ser só ligar e usar. E num único frete. Além de não ter que ficar esperando item por item, entrega por entrega... os ansiosos podem sofrer nessa etapa kk

O processo de garantia também seria algo mais simples já que, uma vez apresentado o problema, você não precisa se dar o trabalho de descobrir a causa já que terá que enviar o PC inteiro para a análise.Já se fosse tudo separado, teria que identificar o causador do problema e enviar apenas este item para a loja/fabricante responsável.


ITEM POR ITEM

Muita coisa foi dita acima que já se relaciona (de forma inversa) com esse método de aquisição, então não irei repetir aqui.

Comprando "peça por peça", mesmo considerando diferentes fretes, ainda há a possibilidade de montar uma máquina de desempenho igual ou até superior à uma máquina pronta com a vantagem de saber exatamente o que você está adquirindo e evitar passar pelos desequilíbrios mencionados anteriormente.

Aproveitar promoções pontuais também ajuda bastante na redução do custo final, mas entra em jogo o fator SORTE.

Geralmente nessa metodologia, se o intuito é ir de promoção em promoção, o tempo para concluir todo o processo é bem mais demorado e custoso.


MONTAGEM

Um leigo monta um PC? Sim. Não há mistério algum nisso. Os componentes e seus devidos sockets/slots são bem intuitivos e forma a diminuir drasticamente a probabilidade de algo ser encaixado no lugar errado ou mesmo na posição incorreta.
Há formatos diferentes, cores diferentes, indicações (setas, traços...)... para evitar problemas desse tipo.
É muito importante o cuidado ao manusear alguns componentes. Principalmente CPU, para evitar danificar os picos (seja do CPU do do socket) e evitar entrar em contato com os picos e circuitos que ficam expostos, como nas placas-mãe, GPUs, RAMs...

Uma opção é conferir alguns vídeo tutorais sobre o assunto. Se for a primeira vez ou for alguém inseguro, a dica é assistir ao menos uma vez o vídeo inteiro antes de começar a montagem, para ter uma noção do passo a passo e já ficar por dentro de alguns detalhes para então voltar o vídeo e ir fazendo a montagem junto com o autor do vídeo.

responder
Reportar
Novo comentário
cancelar
Responder comentário:

Adicionar Resposta

Avalie o Promobit

Qual a probabilidade de você recomendar o Promobit para um amigo ou parente?