avatar de manoelv
9

Análise rápida do Xiaomi Mi A1

27 de Janeiro de 2018 ás 16:26
Reviews
0
10

O Xiaomi Mi A1 vem recebendo uma considerável atenção porque é um intermediário com bom hardware, tem câmera dupla e roda uma versão do Android pouco modificada. Nesse hands on, vou abordar os pontos mais importantes do aparelho, além de apontar o seu principal público alvo.

Design e tela

À primeira vista, o smartphone lembra muito um iPhone 7 Plus, principalmente pela sua traseira. O posicionamento das câmeras, as linhas para recepção de sinal, as bordas… Esses são alguns dos elementos que fazem parte da semelhança. Mas ignorando isso, considero um aparelho bem acabado e bonito, apesar de achar um pouco grande (culpa das enormes bordas de cima e de baixo).



O corpo é formado principalmente por alumínio com uma pintura fosca. Isso ajuda a camuflar as marcas de uso, mas em certas situações, elas podem ficar bem evidentes. O material proporciona uma pegada relativamente boa e seu peso junto com sua espessura de 7.3 mm casam bem com as demais dimensões, deixando o aparelho com medidas bem distribuídas.



O Mi A1 possui um display de 5.5 polegadas com resolução Full HD e painel LTPS (uma variante do LCD, presente nos iPhones). Essa é a melhor tela que já vi em um smartphone dessa faixa de preço: o preto é bom, tem brilho e ângulos de visão satisfatório, além de entregar bom equilíbrio nas cores.

Câmera

Esse componente é o principal chamariz do aparelho segundo a Xiaomi, mas não impressiona. A câmera frontal tem 5MP e abertura de f/2.0. Já a câmera principal é composta por um sensor de 12MP com abertura f/2.2 e grava em 4K. Ela entrega bons resultados em condições decentes de iluminação. Às vezes o modo automático não entrega um contraste satisfatório, mas isso pode ser contornado usando o modo manual que é bem completo quando comparado a outros modelos intermediários da marca.

A segunda câmera possui um sensor de 12MP também, com distância focal de 50mm e abertura f/2.6. Essa lente entrega um zoom de 2x quando comparada à primeira câmera, e no geral, as fotos saem um pouco lavadas, mas mantém o mesmo nível de detalhes.



Vale ressaltar que por conta da diferença de abertura, utilizar a segunda lente em condições de iluminação pouco favoráveis vai comprometer a foto. Por conta disso, há um truque de software que quando é detectado um ambiente escuro e o usuário ativa o zoom de 2x no modo automático, a primeira lente faz um zoom digital de 2x, já que ela é mais aberta, recebendo mais luz. Mas mesmo assim, é possível “forçar” o uso da segunda lente no modo manual.

As duas lentes podem trabalhar em conjunto para fornecer o famoso modo retrato. Ele funciona por causa da diferenciação de planos na foto, destacando o objeto em primeiro plano através de um desfoque feito por software com auxílio de inteligência artificial. Por conta disso, não é sempre que você irá conseguir um desfoque perfeito, mas na maioria das vezes o resultado é satisfatório, e isso tende a evoluir mais ainda graças ao aprendizado de máquina presente no aplicativo.




Software e desempenho

Outra coisa que chamou muita atenção nesse aparelho foi a parceria entre a Xiaomi e o Google. O Mi A1 traz o Android One, que é basicamente um projeto pouco modificado do Android Stock (digo pouco porque o aplicativo de câmera e feedback são da Xiaomi). Neste momento, a versão do Android é a 8.0.0.

Eu particularmente prefiro usar smartphones como o Android mais próximo do original, e ter essa possibilidade de forma oficial neste aparelho me agradou muito. Como é de se esperar, a fluidez corre solta por aqui: os 4GB de RAM juntamente com o Snapdragon 625 (octa-core de 2.0Ghz) entregam uma experiência bem satisfatória em tarefas básicas e medianas. O multitarefa funciona bem e pequenos travamentos são pouco recorrentes.

Se tratando de jogos, os que testei rodaram na qualidade alta, e somente um tinha quedas eventuais de FPS. Esse hardware não garante uma experiência satisfatória e duradoura com jogos pesados, mas com os demais, sim.

Por fim, a bateria de 3080 mAh entrega uma boa autonomia de uso. Uso muito o Wi Fi com consumo de mídia, leitura e navegação na web. Não faço uso intenso do aparelho, por isso ele consegue aguentar mais de 7 horas de tela ligada, beirando 30 horas de uso por carga. Não é a melhor bateria do mercado, mas para o uso mediano, não vai te deixar na mão.

Conclusão

O Mi A1 é um aparelho bem interessante. Minha experiência de uso é bem satisfatória e felizmente não tenho nenhuma grandes ressalvas ao aparelho. Por ser um intermediário, ele irá atender aquele usuário que procura uma câmera mediana, mas com desempenho satisfatório nas tarefas do dia a dia. Ouso dizer que esse smartphone vai entregar um bom desempenho mesmo não recebendo mais updates de forma oficial, ou seja, se você estiver atrás de um aparelho barato e com tendência a durar, considere o Xiaomi Mi A1.

Esse aparelho foi comprado na Gearbest, mas no momento em que eu escrevo essa rápida análise, não tem nenhuma promoção do aparelho aqui no Promobit. Por isso, vou deixar o link do aparelho direto da loja, e quando tiver promoção, eu tento avisar.

Versão preta (o mesmo da análise): https://www.gearbest.com/cell-...html?wid=4
Versão dourada: https://www.gearbest.com/cell-...html?wid=4
Versão vermelha: https://www.gearbest.com/cell-...html?wid=4
Versão ouro rosê: https://www.gearbest.com/cell-...html?wid=4


Raphael Especialista em Tecnologia Especialista em Tecnologia
@raphael

Sensacional review, amigo!

Muito obrigado por compartilhar as informações e pela riqueza de detalhes! Gosto muito de fotografia e a parte da câmera forneceu informações muito precisas para quem tem interesse.

Ah excelente leitura o Crash hein :P

responder
Reportar
@manoelv

raphael Estava com o tempo corrido e por isso, ficou faltando mais conteúdo e coerência.

E sobre o livro, é sim, serviu de empurrão para começar um curso de ciências econômicas

responder
Reportar
@fabio_carneiro

realmente o review ficou muito bom! parabéns!

responder
Reportar
@izaiasneto14

esse aparelho tem gorila glass?

responder
Reportar
@rafaeloliveira

izaiasneto14 Tem Gorilla Glass 3

responder
Reportar
@jonnathan_weber

Acredito q comprar no brasil seja melhor. Paguei 980 em 1w vezes no meu.

responder
Reportar
responder
Reportar
@bruno_rodrigues_425485

jonnathan_weber Por Onde Vc Comprou?

responder
Reportar
@igor_dalssotto

Qual compensa mi 8 ou mi mix 2s?

responder
Reportar

igor_dalssotto eu ficaria com o Mi 8. Se puder investir, dê uma olhadinha no Mix 3 que ficou top.

responder
Reportar
Novo comentário
cancelar
Responder comentário:

Adicionar Resposta

Avalie o Promobit

Qual a probabilidade de você recomendar o Promobit para um amigo ou parente?