Topbanner - Americanas
Promobit
Promobit
Imagem do usuário Diego Iásbeck
1
Dúvidas e Sugestões

Loja testou o produto APÓS a venda, está defeituoso e não há outro produto semelhante - o que fazer?

por Diego Iásbeck (@diego_iasbeck)

28 de janeiro de 2021 às 20:35

1

0

33

Boa noite amigos.
Vi que a comunidade aqui costuma ajudar muito com instruções a pessoas leigas de conhecimentos a respeito de seus direitos como consumidores, e então resolvi vir por meio deste tentar receber "uma luz" de algum(s) de vocês.
Fiz uma compra na loja Terabyteshop, de uma placa de vídeo (RTX 2060 Super, para quem tem entendimento). O ocorrido é o seguinte:
Após muita pesquisa de preços, durante semanas, apareceu essa placa no site deles, por um preço bem inferior ao que estava sendo praticado em outras lojas, sendo que esse preço não era nenhuma promoção, somente tinha desconto para pagamento à vista (boleto), o que é normal na maioria dos e-commerces atualmente. Fiz o pagamento do boleto dentro da data estipulada para vencimento. O boleto foi compensado no dia seguinte. No mesmo dia em que o boleto foi compensado, entraram em contato comigo via WhatsApp e disseram que para garantir o padrão de qualidade da loja, fizeram testes no produto antes de me enviar, e que o mesmo se encontrava com defeitos, o que implicaria no não envio do produto para mim. Na mesma mensagem, me induziram a aceitar um cupom na loja, ou deixar meus dados para que prosseguissem com o estorno do valor para minha conta bancária (não me deram nenhuma outra opção de resolução do problema).
Em uma breve pesquisa no Google, presumi que estava resguardado pelo CDC e disse que não aceitaria nenhum tipo de estorno ou cupom na loja, até porque eu jamais encontraria um produto equivalente na atual situação do mercado, por aquele valor. Depois de 3 dias de conversa com o atendente (minhas mensagens eram respondidas com muita demora), ele invocou seu supervisor, que começou a debater comigo via áudios (está tudo guardado, registrado, tanto as conversas via texto, áudio, e também uma única tentativa via chat do site deles, que também está toda registrada). Em resumo, eu deixei claro que não aceitaria nenhum tipo de cupom/estorno. Ele alega que não vão cumprir com a venda de maneira forçada (o que no meu entendimento seria o "parágrafo 1" do art. 35 do CDC) pois já entrou em contato com todos os seus fornecedores e eles não tem previsão de chegada de um item igual ou semelhante ao que eu comprei. Conversando a respeito do "parágrafo 2", ele me ofereceu uma placa de vídeo MUITO inferior à que eu fiz a compra (GTX 1650, para quem tem entendimento), e ao dizer que não aceitaria nada abaixo do que eu comprei, ele disse que não me enviaria nada acima, pois o "próximo" produto que eles teriam acima do meu (RTX 3070, para quem tem entendimento), é praticamente o dobro do valor. Ele me ofereceu até um desconto para que eu pudesse estar adquirindo esse item acima do meu, mas nem cogitei a possibilidade, visto que não tenho dinheiro para isso, e também acredito que não esteja correto.
Pode parecer que estou querendo tirar proveito mediante o acontecido, porém é um "sonho de criança" montar um PC bacana, e depois de ter ficado tantas semanas na frente do PC, até de madrugada, aguardando uma oferta boa, não vou "largar o osso", eu quero o produto (não vale a pena pegar o estorno, jamais conseguiria algum item semelhante com o valor).
Enfim, amigos...
Tentei de diversas maneiras resolver o problema com eles de forma amistosa. Até o momento não registrei nenhuma queixa no Reclame Aqui, por exemplo, só conversei com eles via WhatsApp, e nem quis abrir tickets de reclamação ou algo do tipo no site, visto que estava sendo atendido por uma pessoa e confiei que conseguiria resolver o problema de forma amistosa (até citei isso no único atendimento via chat que tive no site, o rapaz me indicou a abrir um ticket de reclamação para ser atendiodo por outra pessoa, visto que eu estava insatisfeito com o atendimento pelo WhatsApp, e eu disse que não, que iria confiar na seriedade da empresa e continuaria ali, conversando com o rapaz que estava me "dando atenção" desde o início).
Acho que não tenho mais nenhuma alternativa a não ser acionar o Procon ou entrar com algum processo contra eles.
Só venho até aqui para perguntar a vocês se estou agindo corretamente, se estou dentro dos meus direitos, e se vale a pena eu ir para esses meios. Gostaria de saber também o prazo médio de resolução desses problemas pelo Procon e ou pela justiça (mesmo se demorar um ano, já estou disposto a ir a fundo nisso, pela frustração que estou tendo com a loja e com o comportamento mediante a situação).
E finalmente: vocês têm alguma dica de alguma coisa que estou deixando passar em branco, que eu deveria ficar atento? Alguma outra prática abusiva além do infringimento do art. 35 do CDC?? (lembrando que como sou leigo no assunto, nem sei se realmente estão infringindo o código).
*obs.: acho MUITO estranho eles abrirem o produto para testar antes do envio, visto que minha expectativa ao comprar um produto NOVO, é receber ele LACRADO, e com garantia. Se estivesse com defeito, quem constataria seria EU, e aí sim EU acionaria a garantia. Porém o atendente citou, e é verdade: nos "termos de compra" da loja, eles dizem que fazem isso com alguns produtos, e eu aceitei esses termos na hora da compra.
Desde já agradeço muito a quem tiver conhecimento na área, ou alguém que tenha passado por algum problema semelhante, por compartilhar sua experiência ou conhecimento aqui comigo e com toda a comunidade.

Compartilhe: