Promobit
Promobit
Notícias

Smartphone da Doogee tem tela deslizante

A chinesa Doogge planeja lançar o Mix 4, com tela deslizante sem notch ou bordas. O leitor de digitais fica sob a tela.

Smartphone da Doogee tem tela deslizante

6 de abr de 2018

0 comentários

Compartilhe:

A última moda em smartphones é diminuir as bordas — e consequentemente o tamanho do aparelho — dando mais espaço para a tela na parte frontal. Uma das soluções encontradas pelas fabricantes foi implementar o “notch”, um entalhe que acomoda câmera frontal, alto-falante e sensores.

O notch é polêmico, mas tem sido seguido por diversas empresas após a Apple tê-lo implementado no iPhone X. Algumas empresas, como Huawei e OnePlus, possibilitam ocultar o entalhe com bordas pretas. A chinesa Doogee foi além e oferece uma solução que pode significar a extinção do notch (ou não).

Doogee Mix 4

A empresa desenvolveu o Mix 4, um protótipo de smartphone que conta com tela deslizante para evitar o notch. Na “segunda camada” do smartphone, que é revelada deslizando a tela para baixo, estão a câmera frontal, saída de áudio e sensores.

A ideia parece boa, mas ela tem um preço. Por possuir uma segunda camada, o Mix 4 é bem mais grosso que smartphones de outras marcas, com 11 mm de espessura. Para fins de comparação, o iPhone X tem 7,7 mm e o Galaxy S9 tem 8,5 mm.

O aparelho, por ora, não passa de um protótipo e deu as caras pela primeira vez no canal Mrwhosetheboss no YouTube. O Mix 4 teria tela de 6 polegadas, que ocupa cerca de 97% da parte frontal, leitor de digitais sob a tela, câmera traseira dupla e processador Snapdragon.

O Mix 3 ainda nem foi lançado pela Doogee, portanto não veremos (se é que veremos) o Mix 4 no mercado tão cedo. Baseado no histórico da companhia, especula-se que o aparelho seja lançado em dezembro, seis meses após o lançamento do Mix 3, que deve acontecer em junho.

Outra fabricante chinesa, a Vivo, revelou recentemente um protótipo de smartphone com câmera frontal retrátil que deixava mais espaço para a tela na parte frontal do aparelho que tinha leitor de digitais sob a tela. Não faltam empresas dispostas a brigar contra os notches, mas será que algumas dessas ideias inovadoras vai vingar?