Take a fresh look at your lifestyle.

Quando será uma boa hora para comprar um Galaxy S8?

O Samsung Galaxy S8 já chegou às lojas, custando alto como era de se esperar. Mas será que o preço baixa logo? Se sim, quando?

A Samsung lançou em abril sua nova linha de smartphones top de linha nas lojas brasileiras, mais precisamente os modelos do Galaxy S8 e S8 Plus. Como já era de se esperar, os dois novos smartphones chegaram com preços altos: o Galaxy S8, com tela de 5,5 polegadas e processador Exynos 8895, tem preço anunciado em R$ 3.999 nas lojas brasileiras, enquanto o S8 Plus, que vem com tela de 6,2 polegadas e o mesmo processador, sai por R$ 4.399.

Se você é do tipo que não se aguenta, uma boa opção é comprar o aparelho à vista em algumas lojas online que dão generosos descontos para quem paga em uma única vez — às vezes dá pra conseguir até 15%, derrubando o preço em mais de R$ 400 aqui no Promobit. Agora, se o seu orçamento não permite gastar tanto para ter o melhor hardware que a Samsung tem para oferecer hoje, uma opção pode ser esperar para ver quando (ou se) os novos modelos terão seus preços reduzidos. Usando o histórico de preços das duas edições anteriores do top de linha da Samsung — o Galaxy S6 e S7, assim como suas versões Edge — vamos tentar prever os melhores momentos para comprar o S8 pelo melhor preço.

samsung galaxy s6 edge

Exemplo 1: Galaxy S6 e S6 Edge

Vamos começar pelo histórico do Galaxy S6 e seu primo rico, o S6 Edge, para tentar fazer essa previsão. Lançado no começo de abril de 2015, o S6 convencional chegou nas lojas custando R$ 3.299 e, durante as suas primeiras semanas nas lojas, recebeu descontos modestos. O máximo de queda de preço no primeiro mês foi de 19%, quando uma promoção ofereceu o smartphone por R$ 2.672,19, incluindo descontos para pagamento à vista.

Entretanto, no segundo mês, o aparelho já teve uma queda mais brusca, sendo oferecido com um preço 41% inferior ao seu valor de lançamento, R$ 1.944. Foi uma queda brusca de um mês para outro, que não teve igual em nenhum outro mês até o final daquele ano. Em dezembro de 2015, seu preço mais baixo era de R$ 1.529, valor 54% mais barato — e o menor preço que o aparelho teve no ano.

O S6 Edge, por sua vez, teve uma trajetória diferente. Por conta de suas fortes vendas iniciais, ele ficou em um patamar fixo em nos primeiros três meses de lançamento, com descontos máximos de 20% em seu valor inicial de R$ 3.799. A primeira queda só veio em julho, quando teve um valor mínimo de R$ 2.529,15 — uma redução de 33% em seu preço. A partir disso, ele sofreu quedas graduais pequenas a cada mês, garantindo uma certa estabilidade no preço e fechando 2015 com um preço mínimo de 2.069, queda de 46%. Em novembro, época de Black Friday, ele teve o seu menor preço: R$ 2.016, uma redução de 47%.

Samsung S7 S7 Edge

Exemplo 2: o Galaxy S7 e S7 Edge

O S7, lançado em abril do ano passado, não chegou a ter uma queda tão brusca em seus primeiros meses como o S6, inclusive chegando com um preço mais alto no país, afetado pela crise cambial da época. O S7 saiu por R$ 3.799 enquanto o S7 Edge ultrapassou a marca dos R$ 4 mil, custando R$ 4.299.

Quanto aos preços, após um mês de lançamento, o S7 convencional já estava em oferta em algumas lojas por R$ 2.470, valor 25% mais barato que seu valor original. Neste mesmo período, o S7 Edge também teve queda, mas um pouco menor: R$ 2.837, 24% a menos.

Entretanto, diferentemente dos S6 e S6 Edge, que tiveram suas melhores épocas de compra no final do ano, em novembro e dezembro, os modelos do S7 tiveram algumas de suas maiores quedas de preço no ano durante os meses de agosto e setembro. No caso do S7 tradicional, ele chegou a custar R$ 1.899 (queda de 50%) em agosto, e o S7 Edge chegou ao preço de R$ 2.102,09 (desconto de 51%) em setembro.

Por incrível que pareça, o mês de outubro foi de alta para S7 tradicional, em parte impulsionado pela crise com o Galaxy Note 5. Os defeitos do segundo flagship da empresa no ano fez muitos consumidores da marca optarem pelo S7 e o preço médio do aparelho subiu para R$ 2.159.

Como já era de se esperar, ambos os aparelhos tiveram novas quedas de preço em novembro, com a chegada da Black Friday, mas não passava muito as marcas já atingidas em meses anteriores. O menor valor registrado pelo S7 tradicional nos últimos dois meses do ano foi de R$ 1.699 (55% mais barato) em dezembro, e o S7 Edge chegou a R$ 2.045,34 (52% mais barato) em dezembro.

Comprar o S7 pode ser uma boa

Se você pretende pagar ainda mais barato mesmo, vale a pena considerar o Galaxy S7, um hardware que ainda segura bem a onda contra lançamentos atuais e que já está reduzindo seu preço em relação ao novo flagship da Samsung. Além disso, vale salientar que a fabricante sul-coreana pretende continuar a fabricação do modelo no Brasil, algo que fortalece ainda mais a possibilidade de preços acessíveis para o top de linha do ano passado.

Desde o início do ano até a chegada do Galaxy S8 em abril, o Galaxy S7 já vinha sofrendo quedas em seu preço inicial de R$ 3.799, baixando em muitas lojas para menos de R$ 3 mil. Entretanto, quando o novo flagship aterrissou no Brasil, as variações se tornaram ainda mais acentuadas. Segundo informações do Promobit, que monitora diversas lojas online no país, o Galaxy S7 teve uma queda contínua de preço em abril, chegando a um mínimo de R$ 1.773,90 em uma das lojas acompanhadas pela comunidade Promobit. É uma redução de 47% no valor do aparelho em relação ao preço em seu lançamento. Quer mais um motivo: no dia 23 de maio foi registrado o menor valor: R$ 1.583,21. A promoção já acabou, mas foi de fato imperdível.

No caso do S7 Edge, versão do smartphone com tela diferenciada e mais poder de processamento, com 4GB de RAM e CPU Exynos (Quad-core 2.3 GHz Cortex-A53 + quad-core 1.6 GHz Cortex-A53), a queda de preço foi ainda maior, com os preços caindo cerca de 49% em cerca de um ano após o seu lançamento. Segundo o levantamento do Promobit, é possível encontrar o aparelho hoje por R$ 2.250 em algumas lojas, sendo que o valor de lançamento do modelo foi de R$ 3.299.

Quando devo comprar um Galaxy S8?

Quanto S8, é seguro dizer que na Black Friday ele estará custando menos porque promoções nesta época do ano já são esperadas. Até lá, vale ficar de olho nos descontos pontuais, especialmente na modalidade à vista. E aí que moram mais suas chances de pagar menos de R$ 4K em algum dos novos topos de linha da Samsung.

Se você está sonhando com um Samsung Galaxy S8 ou S8+, a dica é adicioná-los na Lista de Desejos Promobit.

*Todos os dados que foram utilizados aqui são do Promobit e foram reunidos por Raphael Pawlik, CTO e um dos fundadores do Promobit em um post recente.

Veja também
Comentários

Novo comentário
cancelar
Responder comentário:
Alertas Webpush

Quer receber alertas de novas postagens?

Receba notificações em seu navegador!