Take a fresh look at your lifestyle.

Nintendo Switch: o campeão de 2017

O novo console da Nintendo foi o mais vendido no ano passado, com mais de 10 milhões de unidades vendidas. O plano da empresa é vender 20 milhões em 2018.

0

A Nintendo está sempre buscando formas de inovar nos seus modelos de consoles, desde a época do Nintendo Wii. A nova aposta da empresa agora é o Nintendo Switch, lançado em março do ano passado.

O console tem feito um grande sucesso no mundo inteiro. Além de ter sido o videogame mais vendido de 2017, com 15 milhões de unidades vendidas no mundo todo, o Switch também ultrapassou os recordes de venda do Wii U no Japão e foi o console vendido mais rapidamente nos Estados Unidos, vendendo quase 5 milhões de unidades em 10 meses.

Confira as especificações técnicas do Nintendo Switch, os jogos mais populares e a opinião da equipe Promobit sobre o console!

Nitnendo Switch Console
Quer receber avisos sempre que aparecer Nintendo Switch?

Especificações técnicas do Nintendo Switch

Fabricante: Nintendo

Lançamento: 3 de março de 2017

Unidades vendidas: 15,0 milhões

CPU: Nvidia Tegra X1 customizado

Capacidade de armazenamento: 32GB de memória interna NAND, expansível até 2TB via MicroSD

Tela: 1280×720 píxeis, 6,2″

Gráficos: Nvidia Tegra 256 cuda cores

Controladores: Joy-Con, Nintendo Switch Pro-Controller

Conectividade: 2.4/5 GHz 802.11ac Wi-Fi Bluetooth 4.1

Quer receber avisos sempre que aparecer Mario Kart?

Os jogos mais populares

  1. The Legend of Zelda: Breath of the Wild
  2. Super Mario Odyssey
  3. Mario Kart 8 Deluxe
  4. Splatoon 2
  5. Minecraft: Nintendo Switch Edition
  6. Stardew Valley
  7. Mario + Rabbids: Kingdom Battle
  8. ARMS
  9. The Elder Scrolls V: Skyrim
  10. The Binding of Isaac: Afterbirth+

Esses são os jogos mais jogados segundo a Nintendo.

Nossas opiniões

A equipe do Promobit também aproveitou para testar a novidade e alguns de nossos membros já adquiram e testaram o console.

Conheça as opiniões deles abaixo:

Nintendo Switch: o campeão de 2017

Ver o Nintendo Switch funcionando é como se fosse mágica. Ele foi criado para funcionar tanto como console de mesa quanto portátil e é ótimo das duas formas. A biblioteca de jogos dele já é bem grande, então não importa se a pessoa prefere ficar horas a fio na frente da TV ou fazendo jogatinas rápidas no metrô, nunca falta o que jogar.

O Switch ainda tem muito o que melhorar, claro. O sistema dele ainda é bem básico, não há aplicativos de terceiros e faltam muitas funcionalidades simples, como pausar um download ou adicionar um amigo pelo nome de usuário, por exemplo. Não há como fazer parties jogando online e a falta de representatividade no Brasil faz com que os preços sejam bem altos. 

Nintendo Switch: o campeão de 2017

Gostei muito do Nintendo Switch. Normalmente uso ele na minha TV do quarto e logo de primeira fiquei bastante satisfeito com os gráficos e cores que os jogos apresentam. A jogabilidade também me agradou bastante, pois posso jogar com os joycons juntos ou separados. Um ponto positivo que eu não esperava que fosse fazer tanta diferença foi o giroscópio dos controles, que ajudam muito no gameplay. Um ponto fraco, para mim, é que às vezes, em cenas com muitos detalhes, o fps cai muito, deixando o jogo mais lento. Estou satisfeito com o console por enquanto.

Nintendo Switch: o campeão de 2017

O Nintendo Switch foi uma boa surpresa em 2017. Sempre gostei da Nintendo e da experiência que seus consoles/jogos passavam. Mas apesar disso tinha um fantasma me assombrando, chamado Wii U, em que a Nintendo errou de inúmeras formas possíveis.

Com o anúncio do Switch eu fiquei empolgado, mas com um pé atrás. A ideia de um console de mesa que vira um portátil parecia um sonho se tornando realidade, mas como seria essa experiência de verdade, no dia a dia? Ao retirar o aparelho do Dock ele poderia riscar a tela? A bateria teria duração o suficiente? O controle no modo portátil seria bom o suficiente para não incomodar após jogar algum tempo?
E a resposta veio quando comprei o aparelho. Ele me surpreendeu logo de cara!
A começar pela interface (apesar de ainda estar bem atrás do Xbox e do PS4) a Nintendo mostrou que finalmente começou a aprender e melhorou muito a UI do Switch (na minha opinião) em comparação com o Wii e Wii U.
O aparelho é leve e não incomoda jogar algumas horas no modo portátil. No meu uso confesso que a bateria não chegou a acabar nenhuma vez, sempre que dou uma pausa costumo por de volta na base.
Mas a mágica acontece quando você está jogando na sua TV e precisa levar sua mãe no mercado, sabe quando você tem que ficar umas 2 horas esperando ela fazer as compras e não tem muito o que fazer? Ao invés de ir passear no setor de eletrônicos do mercado, agora eu vou para a praça de alimentação e fico jogando meu Zeldinha do mesmo ponto que eu parei na TV.
Chega a ser bizarro ninguém ter feito isso antes, é uma experiência incrível. Sério, é melhor do que parece. Ele sai com facilidade do Dock e também se encaixa com suavidade, medo de riscar a tela? Eu não tive em nenhum momento. Ele tem uma folguinha no encaixe, não é tão apertado, o que dá uma segurança para retirar ou colocar na base.Sobre o console é basicamente isso, agora o resto da mágica é com os jogos da Nintendo, esses sim, ninguém faz igual. Talvez a Sega tenha feito na sua época de 16bits e um pouco no Dreamcast, mas hoje em dia a Nintendo nada de braçada no tipo de experiência que ela proporciona. Começar o primeiro ano do console com as franquias Zelda e Mario foi um tiro certeiro da empresa. Eu estou me dividindo entre esses 2 jogos e de vez em quando pego emprestado o Mario Kart do meu amigo.

Separar os dois controles e jogar com Mario Kart com a galera é bem divertido, até fizemos um campeonatinho aqui no Promobit. Os controles apesar de pequenos quando divididos, resolvem bem o propósito de uma diversão mais simples.

Meu veredito é que o Nintendo Switch é um ótimo segundo console, e também um excelente primeiro console. Ele consegue preencher as duas posições muito bem, e a Nintendo está muito mais aberta a incentivar jogos de terceiros na plataforma, o que deve atrair os gamers mais hardcore ao longo do tempo.

Também testou o Nintendo Switch? Escreva sua review no comentário que colocaremos ela no post!

Veja também
Comentários

Novo comentário
cancelar
Responder comentário:

Quer receber alertas de novas postagens?

Receba notificações em seu navegador!