Promobit
Promobit
Reviews

Review do jogo Mr. Shifty

Analisamos um dos lançamentos exclusivos para o Nintendo Switch. "Mr.Shifty" vale a pena?

Review do jogo Mr. Shifty

20 de abr de 2017

0 comentários

Compartilhe:

Você talvez não se lembre, mas o ano de 2011 foi marcado por excelentes jogos independentes, entre eles “Hotline Miami”, um jogo que combinava um visual simples, com muita violência, uma ótima trilha e excelente jogabilidade. Nos anos seguintes, o game até ganhou uma continuação, mas sem alcançar tanto sucesso. E diante do seu sucesso, é até estranho pensar que poucos jogos tenham tentado repetir sua fórmula. Agora, finalmente, surge “Mr. Shifty”, um dos candidatos, mas será que o game vai conseguir?

“Mr. Shifty”, para resumir a jogabilidade, é basicamente um “Hotline Miami” com super poderes. No game você é um ladrão que tem a habilidade de se teletransportar pelos cenários e que, dependendo dos poderes que junta, adquire e capacidade de se movimentar em uma super velocidade (ou ativar o bullet time) por alguns instantes. Sua missão é usar esses poderes para invadir o prédio mais bem guardado do mundo e roubar o Superplutônio, um elemento que seria usado para construir uma bomba e ameaçar o mundo, quiça o universo.

Enquanto sobe o prédio, você terá de enfrentar ondas de inimigos e desafios que vão fazer você usar e abusar dos poderes de Mr. Shifty, como passar por lasers mortíferos, desviar de tiros de metralhadora e assim por diante. Apesar do jogo usar um gameplay bastante semelhante ao de “Hotline Miami”, a Team Shifty resolveu adaptá-lo para a realidade do jogo e tirar alguns detalhes que acabavam sendo as principais características do games de 2011.

Dentre os principais detalhes removidos estão a agilidade do jogo (cada morte em Mr. Shifty é uma morte por dentro esperando a fase recomeçar), a dificuldade do jogo (ele raramente fica difícil e, quando fica, não é o jogo querendo ser legal com você, é o jogo decidindo arbitrariamente que você vai morrer) e a trilha sonora (que é composta por 3 músicas de 30 segundos repetindo eternamente). No fim, só sobra o estilo de gameplay mesmo, e o resultado acaba decepcionando bastante.

“Mr. Shifty” não é um bom jogo. Ele tenta ser uma cópia de “Hotline Miami” com a adição de superpoderes, mas ignora tantos detalhes que acaba perdendo completamente a graça. É um grande “meh”. Nem uma trilha sonora decente se prestaram a colocar nele. Para completar, o jogo ainda tem slowdowns no Nintendo Switch e a tradução do jogo para o português está bem ruim.

4.5
Medíocre
  • Nota4.5/10