Take a fresh look at your lifestyle.

Internet lidera vendas no Dia das Mães

Brasileiros preferem comprar presente de Dia das Mães pela internet, revela pesquisa do Promobit.

0

Internet será o meio mais utilizado por eles para comprar o presente de Dia das Mães de acordo com 53% dos entrevistados em pesquisa promovida pelo Promobit. Do restante, apenas 12% mostram preferência pelas lojas físicas, enquanto 35% ainda não se decidiram sobre como irão atrás do presente.

O resultado da pesquisa do Promobit reforça resultados de outros institutos, como PwC, que mostram o aumento da confiança do brasileiro nas compras pela internet, que já supera as compras em lojas físicas.

Compras internet

Indecisos são maioria

Quando perguntados sobre o que pensam em comprar para suas mães, a maioria (33%) respondeu que ainda não se decidiu sobre qual será o presente. Entre os que já tomaram a decisão, roupas e acessórios são os preferidos de 30% dos filhos. Smartphones ficam com 18% das intenções de compra e utensílios domésticos aparecem logo depois com 17%.

Empatados com 12%, eletrônicos e almoço/jantar aparecem mais ao final da lista. Em último lugar estão itens de decoração. Já 20% decidiu comprar um item que ficou fora da nossa lista.

Presentear sem se endividar

A grande maioria, 84% dos entrevistados, irão comprar um presente de Dia das Mães esse ano. Desses, 40% vai optar por quitar os seus débitos à vista, o que pode ser motivado pelos descontos para essa forma de pagamento ou para evitar contrair dívidas nesse momento. Já 36% dos que responderam à pesquisa que preferem parcelar suas compras. O restante assinalou não ter preferência (16%) ou ainda não se decidiu (9%).

pagamentos carteira

Dados demográficos da nossa pesquisa

Para produção da pesquisa foram entrevistadas 850 pessoas de 16 a 70 anos, sendo que a maioria (40%) pertence ao grupo que tem de 25 a 34 anos. Tanto os participantes com idade entre 18 e 24 quanto 35 e 44 corresponderam a 22% do total. O restante representou um total de 16%.

Já em relação ao gênero, 61% declarou ser pertencente ao masculino, 38% ao feminino e o restante se reconhece como outro gênero ou não quis responder essa pergunta.

Veja também
Comentários

Novo comentário
cancelar
Responder comentário:

Quer receber alertas de novas postagens?

Receba notificações em seu navegador!