Take a fresh look at your lifestyle.

Como o fim do Banco Neon afeta contas digitais?

Banco Central decretou liquidação extrajudicial do Banco Neon por graves violações.

A manhã desta sexta-feira (04) marcou o fim das operações do Banco Neon, instituição bancária de pequeno porte com sede em Belo Horizonte, Minas Gerais, e 317 mil clientes, após decreto do BC. A medida não encerra as atividades da Neon Pagamento, responsável pelo Cartão de Crédito Neon, mas gera sérias restrições à fintech.

Em seu site, o BC publicou nota em que explica os motivos que o levaram a decretar liquidação extrajudicial do Banco Neon. “A supervisão do Banco Central do Brasil constatou o comprometimento da situação econômico-financeira, bem como a existência de graves violações às normas legais e regulamentares que disciplinam a atividade da instituição.”

A Exame também conversou com a assessoria do Banco Central, que revelou ao site os motivos que levaram à liquidação extrajudicial. Segundo publicado, as graves irregularidades foram: “patrimônio líquido negativo” e “deficiência de controle e monitoramento para prevenir a lavagem de dinheiro”.

neon pagamento

Violações não são ligadas às contas digitais

Na nota, o BC também explica que as “irregularidades encontradas no Banco Neon não estão relacionadas com a abertura e movimentação de contas digitais ou com a emissão de cartões pré-pagos”. Por isso, pelo menos nesse momento, a liquidação afetará diretamente apenas os correntistas da agência bancária.

Os cartões de crédito e débito, bem como os cartões pré-pagos, da Neon Pagamento poderão ser usados normalmente, pois a liquidação não afeta as suas contas. O Fundo Garantidor de Crédito será usado para cobrir os saldos de cartões pré-pagos e correntistas do Banco Neon S.A.

O que acontece com as contas digitais?

Embora a liquidação extrajudicial não tenha afetado a Neon Pagamentos, os clientes estão temporariamente impedidos de acessarem suas contas digitais. Isso acontece porque todas as contas de um banco digital precisam ser gerenciadas por um banco tradicional, o que no caso era feito pelo Banco Neon S.A. Além disso, pelo menos por enquanto, a fintech fica impedida de abrir novas contas.

Banco Neon S.A vs Neon Pagamento

O Banco Neon S.A só é dono de menos de 20% das operações da Neon Pagamentos, que é responsável pelos cartões de crédito e pré-pago e contas digitais. A fintech, que afirma ter 600 mil usuários, foi criada em janeiro de 2016, com o objetivo de oferecer produtos e serviços focados nas necessidades do público jovem.

Em entrevista à Exame, a Neon Pagamentos afirma estar à procura de um novo liquidante para ter sua operação regularizada novamente. No momento, ela diz buscar por restabelecer o seu aplicativo, que está “sob manutenção”. Um dia antes do anúncio da liquidação, a fintech recebeu um investimento de R$ 72 milhões.

Veja também
Comentários

Novo comentário
cancelar
Responder comentário:
Alertas Webpush

Quer receber alertas de novas postagens?

Receba notificações em seu navegador!